Muffins de queijo, abobrinha e milho e muuuuuuita preguiça!

Hoje foi um dos dias mais preguiçosos da minha vida! Não consigo me recordar de outro dia em que eu me levantei da cama, voltei a dormir, acordei de novo, sai para tomar café da manhã na rua, voltei para a cama (de roupa e tudo!), dormi, acordei, me joguei no sofá, assisti a um filme, dormi, futebol, cochilo…

 

As 4 da tarde acordei passando mal e sem saber a hora, nem mesmo o dia! Incrível e delicioso. Mas já estava na hora de me espreguiçar e fazer algo mais. Resisti ao controle remoto da televisão me “implorando” para ligá-la mas resisti e olhei pela janela. Um dia, ou uma tarde já! – cinzenta e chuvosa. Lembrei de bolinhos de chuva. Então corri para a cozinha e decidi fazer uns DELICIOSOS muffins que também tem esse gostinho de tarde preguiçosa. Além de serem um dos quitutes mais fáceis que eu já fiz na minha vida. Acho que só por isso eu espantei a minha preguiça para fazê-los!

 

Muffins de Queijo, Abobrinha e Milho (12 muffins)

220 gr de farinha de trigo

2 e 3/4 colheres de chá de fermento em pó

1 colher de chá de sal (se usar um queijo mais salgado e forte, como o cheddar, omita o sal)

1 abobrinha (+/- 180 gr) ralada e espremida para retirar o excesso de líquido

140 gr de grão de milho (pode ser em lata ou congelado)

60 gr de queijo ralado (eu usei chedar, mas gouda ou gruyere ficam deliciosos)

4 colheres de sopa de salsa picada

190 ml de leite

90 gr de manteiga derretida

1 ovo

Aquecer o forno a 180 graus. Untar com manteiga formas para muffins ou empadas. Eu usei uma forma para mini muffins de silicone e renderam 25 mini muffins.

Peneirar a farinha e o fermento numa tigela. Juntar a abobrinha, o queijo, milho e a salsa. Misturar bem. Em outra tigela misturar o leite, a manteiga e o ovo. Adicione a mistura líquida a mistura seca e mescle até incorporar. A mistura deve ser grumosa.

Coloque a misture nas forminhas e asse por 20 a 25 minutos, até que estejam dourados e esponjosos. Deixe esfriar nas forminhas por 5 minutos depois transfira para uma grade. Sirva morno.

 

Paçoca de carne de sol

Paçoca de carne de sol

Paçoca de carne de solAcabo de voltar de uma viagem muito especial. Depois de mais de 15 anos, voltei à Januária, uma cidade do norte de Minas Gerais, banhada pelo Rio São Francisco e onde nasceu meu pai. Além de todas as lembranças e encontros, pude explorar alguns lugares que ainda preserva formas centenárias de se preparar ingredientes e receitas. Uma delas é a Paçoca de Carne de Sol. Desde a época dos tropeiros, que a levavam na sua matula, cada casa da região tem o hábito de preparar a sua receita. Esta que escrevo aqui é a mais básica e com maior durabilidade.

Produção da Farinha de Mandioca
Mulheres da Associação da Trabalhadores Rurais de Vargem, norte de Minas Gerais, fazendo farinha de mandioca
Receita de Paçoca de Carne de Sol

– 500g de carne de sol

– 800g de farinha de mandioca

– 1 colher (chá) de cominho em pó

– 1 colher (chá) de pimenta do reino

– 1 colher (chá) de pó de café

– fio de óleo

– sal à gosto

Modo de Preparo

1- Dessalgar a carne, deixando-a de molho em água por uma noite.

2- Colocá-la para cozinhar em panela de pressão por cerca de 20 minutos ou em panela comum por cerca de 50 minutos. Ela deve ficar macia – o tempo de cozimento variará de acordo com o tipo da carne)

3– Fritar a carne, já cozida, em um pouco de óleo até ficar bem dourada.

4- Levá-la junto com os temperos para um pilão e socá-la até ficar bem desfiada. (Se não tiver pilão, você pode levá-la rapidamente ao processador).

5- Voltá-la para a panela e, com fogo baixo, acrescentar a farinha ao poucos até misturá-la por completo. Corrigir o sal, se necessário.

Carne de sol
Carne secando ao sol em açougue de Bonito de Minas

Notas:

1- Originalmente a farinha é acrescentada ‘a carne no pilão e socada. Porém como poucos terão o pilão grande, a receita original foi adaptada.

2- O café é para dar o gostinho da receita da vovó. Pois o pilão de socar a paçoca normalmente também era utilizado para pilar o café. Então, no fundinho sempre tinha um toque deste ingrediente.

3- Esta receita pode ser armazenada fora da geladeira pois até 2 semanas. Caso você queira fazer para consumo imediato, pode acrecentar outros temperos, como cebola frita, alho, coentro etc.

Ceviche mais fresco, IMPOSSÍVEL!

Férias! Verão (aqui no Hemisfério Norte)! Praia! O que poderia ser melhor que uns dias numa ilhota semi deserta? Sair para pescar e fisgar o próprio almoço! SIM! 

O cenário foi a minúscula e paradisíaca Ilha Holbox, ao norte de Cancún. Um lugar com um acesso difícil, onde não entram carros e onde o ritmo de vida é o mais lento possível. Onde os dias parecem longos e as noites intermináveis…

Bem, esse sonho chegou ao fim, mas deixou maravilhosas lembranças. Memórias de que a vida pode ser descomplicada e o menos é MAIS!

Num dos passeios saímos para pescar num ritmo quase inerte, onde o profundo azul do oceano era o mais longínquo dos nossos planos para o futuro! Na verdade, tínhamos planos, sim! Pescar bons peixes pois este seria o nosso almoço. Eu quase não acreditei, mas aconteceu. Passamos a manhã pescando e logo depois das 3 da tarde estávamos comendo o ceviche mais fresco que podia imaginar na minha vida. Apenas 1 hora depois dos peixes terem deixado o mar, estavam nos nossos pratinhos com uma receita simples e deliciosa! ASSIM DEVE SER A VIDA!

 

Ceviche Simples

 

800 gr de peixe branco fresco* (no nosso caso, foi corvina pescada ao momento)

1 cebola roxa picada

2 tomate sem sementes picado

1 chili verde picado bem fininho

suco de 16 limões

1 colher de sopa de coentro picado

sal a gosto

 

Cortar o peixe em cubos pequenos de, aproximadamente, 1,5cm e misturar com a cebola, o chili e o sal. Misturar e acrescentar o suco de limão e uns cubos de gelo para esfriar o ceviche. Misture rapidamente e retire o gelo antes que derreta. Acrescente o coentro e sirva. Acabou a receita. Simples assim! Pode até ser preparada num barquinho de pescador!

 

Este ceviche foi servido com totopos (tortillas de milho frita), mas os peruanos, que reconhecem como sua a receita de ceviche recomendam servir com milho cozido, batata doce e folhas de alface!

 

*Como reconhecer se um peixe está fresco:

– O peixe não deve ter aquele “cheiro de peixe” forte e desagradável. O peixe fresco cheira a mar limpo! Aquele que entramos e mergulhamos!

– O olho deve estar brilhante e as escamas também devem ser brilhantes e presas ao corpo. Escamas soltas significa peixe em decomposicão. Argh!

– Se possível aperte o peixe com os dedos indicador e médio. A carne deve estar firme e as gueljas avermelhadas.

 

Dica de menu fácil e delicioso

frango com tangerina

frango com tangerina Uma coisa que tem me dado muito prazer ultimamente é juntar um grupo de amigos que estão a fim de cozinhar e dividir o pouco que conheço deste universo.

São sempre encontro super agradáveis e saborosos!!!!

Este último foi uma turma que queria aprender o be-a-bá, mas com um toque especial. Apelidamos o grupo do “Adeus ao caldo Knorr” – nada contra, mas dá pra evitar, né?

Receitas práticas e gostosas. Então, aproveitei algumas receita que já havia feito para o blog e outras novas… Faça você também!

Saladinha de cenoura e cominho: esta receita está aqui no blog 

Frango ao molho de Tangerinas. (serve de 4 pessoas) 

 – 4 Filés de frango partidos em escalopes.
– 2 xícaras de suco de tangerina

– 1 colher (sopa) de farinha de trigo

– 1 dente de alho espremido

– 1 colher de chá de páprica

– 1 colher de sopa de sálvia seca

– raspinhas da casca de 2 tangerinas

– sal e pimenta à gosto

– 8 gomos de tangerina para enfeitar

Modo de Preparo:

1- Temperar o frango com alho, sal, pimenta e sálvia. Deixar marinar por 15 minutos.

2- Dourar o frango em panela com óleo quente. Acrescentar a farinha de trigo, o suco de tangerina e demais ingredientes (exceto raspas e gomos). Deixar levantar fervura e encorpar o caldo. Acrescentar as raspas e gomos e servir imediatamente.


Batatas gratinadas ao forno (serve 4 pessoas)

 – 4 batatas médias

– 2 colheres de manteiga ou 6 colheres de azeite

– ramos de alecrim ou sálvia

– Sal grosso e pimenta do reino

 Modo de Preparo:

1- Descascar as batatas e partí-las em rodelas finas. Cozinhá-las rapidamente para ficarem ao dente. Dar um choque em água gelada para cessar cozimento e escorrê-las.

2- Em um tabuleiro untado com a manteiga ou azeite,  dispor as batatas e regá-las com manteiga ou azeite também.

3- Salpicar sal e pimenta do reino e assar em forno médio, virando-as de lado até dourarem.

 

Arroz com amêndoas (serve 4 pessoas)

– 2 xícaras de arroz

– 4 xícaras de água morna

– ¾ xícara de amêndoas em lâminas

– 2 dentes de alho espremido

– ¼ de cebola média picada miúda

– 1 colher (chá) sal

– fio de azeite ou 2 colheres de manteiga – opcional

 Modo de Preparo:

1-      Em uma panela com o óleo, em fogo médio, refogar a cebola até ficar ficar transparente. Acrescentar o alho, sal e a água. Quando levantar fervura, acrescentar o arroz. Abaixar o fogo, tampar parcialmente a panela e deixar cozinhar até secar. Provar e verificar tempero e textura. Se necessário, acrescentar mais água.

2-      Desligar a panela. Em uma frigideira com azeite (ou manteiga), refogar as amêndoas e acrescentar o arroz – Se não quiser acrescentar a manteiga, apenas tostar rapidamente as amêndoas e acrescentar o arroz). Misturar e servir imediatamente.

Bolo de Cenoura com mix de castanhas – também está aqui no blog. Confira!

Sanduiche de Bolo de carne – receita bônus!

Nada se cria tudo se transforma! Aqui em casa é assim. Aprendi desde cedo que toda a sobra de nossa comida poderia ser reaproveitada de alguma maneira. O freezer lá de casa vivia cheio de potinhos com sobras de queijo que depois iam parar nos recheios de deliciosas tortas, potinhos com nata para fazer biscoitinhos (essa receita logo vem prá cá) e sobras de comidas que poderiam ser a refeição de algum morto de fome as 3 da manhã!

 

Foi assim que este bolo de carne virou um delicioso sanduiche para um lanche de final de tarde. O bolo de carne recheado com queijo fresco e espinafre foi o protagonista de um almoço de verão. E as fatias que sobraram foram parar em bolsinhas Zip Lock e ali ficaram por umas boas semanas descansando no freezer! Qual foi minha alegria em encontrá-las num momento de grande fome e grande preguiça!?!

 

E mesmo que você decida prepará-lo desde o início para este sanduíche verá que fácil e delicioso!

 

Para o Bolo de Carne

1 kg de carne moída sem gordura

1 ovo grande

1 cebola média bem picadinha

2 colheres de sopa de molho inglês

1 colher de sopa de mostarda

2 colheres de salsa picadinha

sal e pimenta, o quanto baste

fatias finas de queijo fresco ou outro queijo de sua preferência, o quanto baste.

folhas de espinafre, o quanto baste

fatias de bacon curado, o quanto baste

 

Para o Sanduíche

fatias de pão integral tostadas

condimento de mostarda de grãos

queijo Gruyère

rodelas de tomate

rodelas de cebola

 

Misture todos os ingredientes do bolo de carne, exceto o queijo, espinafre e o bacon. Prove o sal, lembrando que o molho inglês já contém sal. Deixe a mistura descansar por 30 minutos. Aqueça o forno a 180 graus.

Forre uma bancada com filme plástico e sobre o plástico coloque a mistura de carne fazendo uma camada de mais ou menos 1,5cm de espessura. Recheie com as fatias de queijo e por cima as folhas de espinafre. Não aproxime muito o queijo das bordas pois quando assar pode derreter e “vazar”. Você poderá usar o recheio que queira. Até sobras que tenha na geladeira! Enrole a carne com a ajuda do filme plástico fazendo um rocambole bem apertado. Vá fechando as bordas assegurando-se de que o recheio não saia. Cubra com as fatias de bacon. Se você preferir não usar bacon, poderá untá-lo com uma mistura de ketchup e molho inglês, mas o bacon vale o esforço da esteira no dia seguinte!!!

Coloque o bolo de carne em uma assadeira forrada com papel manteiga ou untada com azeite e asse por 40 minutos vigiando a partir dos 30 minutos para o bacon não queimar. Se você for comer o bolo de carne como prato principal retire do forno, cubra com papel alumínio  e deixe descandar por 10 minutos. Sirva em seguida.

Como  prato principal eu servi com uma salada de batatas e mostarda em grãos e vagem salteadas com alho.

Este bolo também pode ser preparado sem o recheio e assado em forma de bolo inglês. Daí o nome!

 

Se você for comer o bolo como sanduíche, corte-os em fatias finas. Unte as fatias de pão integral com a mostarda em grãos. Coloque sobre o pão duas fatias do bolo de carne e cubra com o queijo Gruyère. Coloque sobre um grill ou salamandra para derreter o queijo. Acrescente as rodelas de tomate e cebola e tempere com um fio de azeite de oliva, sal e pimenta. Sirva com uma fresca salada de folhas verdes e fatias de maçã.