Bolo de cacau para comer sem culpa! (e sem a cobertura, tb!)

chocintegralcoberturaEsta semana eu testei uma receita que logo de cara achei que não fosse dar certo… Sabe quando a gente tem algo para fazer mas não confia então faz porque tem que ser feito?

Claro que cozinhar para mim é um hobby e não uma profissão. É assim que eu me sinto cada vez que coloco meu avental  e de faca e fuet em punho entro na cozinha.

Mas esta receita me parecia estranha… Fui desconfiada e, juro que não usei meu maior empenho pois imaginava um resultado totalmente diferente do que realmente aconteceu. Ainda não sei se foi um milagre da cozinha, se a receita é boa mesmo ou se foi a cozinheira que mandou bem.  😉

Era uma receita de um bolo muito natureba, com farinha integral, cacau, açucar mascavo… Tudo parecia pesado e insosso. Mas adorei esta aventura e quero convence-los de que valeu a pena. Não tenho muita experiência com farinhas integrais, principalmente quando se trata de bolos! Então fui fazendo, anotando todo o passo a passo e descobri que além de tudo é um bolo muito fácil de fazer. Nem batedeira ou liquidificador foi preciso.

A massa fica muito leve e fácil de misturar. Na verdade, o segredo é não misturar muito já que a farinha integral é mais pesada e bater demais poderia deixar o bolo solado. No sabor, tenho que confessar que ele tem um gosto bem característico de farinha integral e isso, particularmente me agrada. Ainda mais sabendo que eu posso comer sem culpa! Só alterei um tantico a receita pois achei que precisava de mais doçura e acrescentei mel, além do açucar mascavo. E o resultado final foi devorado por todos aqui de casa! Eu, infelizmente, só consegui comer um. Bem… este último bolinho, que você vê na foto lá de cima… Foi um último e derradeiro prêmio que eu me dei. Afinal, mesmo sem acreditar essas mãos que agora teclam fizeram um milagre na cozinha!

 

Bolinhos Integrais de Cacau (20 bolinhos ou 1 bolo grande) chocintegral1chocintegral3

2 xicaras de farinha de trigo integral fina (passada no processador e pela peneira)

½ xícara de cacao em pó

4 colheres de chá de fermento em pó

1 e ¼ xícaras de açúcar mascavo

¼ de colher de chá de sal

1 e ½ xícaras de água

¼ de xícara de mel

2 ovos orgânicos ligeiramente batidos

2/3 de xícara de óleo (a receita pedia óleo de coco, mas foi usado de canola)

2 colheres de extrato de baunilha

 

1. Aquecer o forno a 180 graus. Unte forminhas para cupcakes ou uma forma para bolos com manteiga e farinha (usei a integral)

2. Em uma tigela grande misture os ingredientes secos.

3. Faça um buraco no meio e adicione a água, o mel, os ovos, o óleo e a baunilha. Misture com um fuet até que todos os ingredientes estejam incorporados, mas não bater.

4. Assar no forno pre aquecido por aproximadamente 40 minutos. Faça o teste do palito. Delicie-se!

E coma logo para não correr o risco de colocar cobertura de manteiga de amendoim por cima do último que sobrar!!!

 

Coelhinho da Páscoa o que trouxestes prá mim???

ovos de pascoaSe você anda prá lá a prá cá pensando o que vai fazer com tanto chocolate espalhado pela casa, não se desespere! 10 entre 10 casas tem um excesso enorme de chocolate pós Páscoa. E, principalmente, as casas onde habitam crianças e que não deveriam comer tanto chocolate.

Eu sempre achei – e coloco em prática este pensamento aqui em casa – que o coelhinho deveria trazer mais brinquedos e menos doces… Ah! Mas é Páscoa, diriam uns. O problema é que não é só na Páscoa, pois a despensa está cheia de guloseimas em qualquer época do ano. E uma barra de chocolate que ali está nada difere do ovo de chocolate…

Foi pensando nisso que eu pensei em escrever este post. Para que ninguém seja obrigado a comer os intermináveis “tecos” de ovo de chocolate que ficam espalhados pela casa de uma vez só bolei umas idéias de reaproveitamento para o excesso da Páscoa. Mas vale lembrar que continua sendo chocolate. Só que apresentado de uma maneira diferente. Por isso, muita calma nessa hora! E outro detalhe muito importante: só vale este excesso se o chocolate for de boa qualidade!

 

Dica #1 – Separe os restos de chocolate por categorias: [recheados, empipocados e similares], [ao leite puro], [branco], [amargo e semi-amargo]

Dica #2 – Se o ovo é recheado, empipocado, cheio de firulas, não há muito o que fazer. Sugiro quebrá-lo em pedacinhos e colocar sobre um sorvete de creme

Dica #3 – Para cada 250gr de chocolate ao leite ferva 250 ml de leite + 200 ml de creme de leite e misture até derreter. Fica um delicioso chocolate quente cremoso

Dica #4 – O chocolate branco pode ser utilizado em pedacinhos nos cookies, receita aqui ou batido com leite e morangos para fazer um “milkshake” milk shake

Mas é o chocolate meio amargo ou amargo que vai ganhar um destaque delicioso neste post. Uma vez comi um prato delicioso num curso que fiz no Sesc Tirandentes durante o Festival Gastronômico daquela cidade. Um  filé mignon deliciosamente coberto com um molho de chocolate com pimenta.

E este é o delicioso presente de Páscoa que eu deixo para vocês. Dá próxima vez, escrevam uma carta para o coelhinho pedindo mais presentes assim!!!!

 

file chocolateChateaubriand ao Molho de Chocolate com Pimenta (Serve 4)

 

4 x 200 gr do centro do filé mignon

sal e pimenta a gosto

2 colheres de sopa de azeite de oliva

1 cebola pequena picada

1 dente de alho picado

1/2 de colher de chá de pimenta calabresa em flocos (reserve alguns flocos para decorar)

5 ramos de tomilho, 4 são para decorar

125 ml de vinho tinto

250 ml de caldo de carne

80 gr de chocolate meio amargo puro

50 ml de creme de leite fresco (opcional)

 

Tempere os filés com sal e pimenta. Aqueça o forno a 200 graus.

Em uma frigideira que possa ir ao forno, ou uma grelha, coloque 1 colher de sopa de azeite e grelhe os filés por 3 minutos de cada lado. Leve os filés para o forno pré aquecido por 5 minutos para uma carne ao ponto.

Em uma panela coloque o restante do azeite e refogue a cebola e o alho. Junte a pimenta o tomilho e refogue por mais 1 minuto. Acrescente o vinho, o caldo de carne e o chocolate e deixe ferver, mexendo sempre, até que o chocolate derreta. Abaixe o fogo e cozinhe por 5 minutos.

No momento de servir, retire os filés do forno. Coe o molho e acrescente o creme de leite (se for usar). Prove e corrija o sal. Cubra os filés com o molho de chocolate e decore com flocos da pimenta calabresa reservado e um raminho de tomilho.

Sirva com batatas gratinadas ou polenta cremosa.