Sobremesa SOS, sorvete de limão ou mousse, depende da sua pressa!

Mamãe me deu todas as suas receitas. Ela guardou todas que gostaria de fazer um dia! Essa  foto é de uma  revista dos anos 70. Pura relíquia! Aliás, a receita desta delícia de sorvete de limão, vem de uma dessas que como eu usei muito, acabou desmanchando. A receita original era de mousse, mas um dia esqueci no freezer e  ficou a perfeita consistência de sorvete!

anúncio

Já é Natal!  Fomos no centro da cidade de São Paulo segunda-feira, Marcos e Lucas foram atrás de seus instrumentos musicais e eu para os últimos presentes. O centro é o máximo, muito pertinho da loucura da 25 de março, mas o movimento é completamente diferente. Que shopping que nada! Vem pra rua vem! Amei e repetirei no ano que vem! Claro que tem muita gente, mas dá pra ser bem  atendido, você vai de metrô e ainda tem o charme dos prédios antigos, muita música, performances, e gente de verdade!

Tem uma energia muito boa espalhada por ai, mesmo com todo o consumismo dessa época, o amor está no ar! Dá vontade  de bater na porta do vizinho e desejar bom dia e beijar o português da padaria ♪♫♩♫♭♪♯♬! Viva Zeca Baleiro!

  E viva o Natal! Deixe essa energia tomar conta de você! Esses são os meus sinceros votos e se precisar de uma receita de última hora de sobremesa rápida, aproveite esta a galera vai adorar!

 

Beijos pra todos! 

Sorvete ou Mousse de limão
Print
Ingredients
  1. 4 claras de ovos caipiras de boa procedência e bem lavados
  2. 1 lata de leite condensado
  3. 12 colheres de sopa de suco de limão ( uns 3 limões aproximadamente)
Instructions
  1. Bata as claras bem firmes. Misture o suco de limão e o leite condensado, perceba que o leite condensado fica firme. Delicadamente misture bem as claras. Leve ao freezer. Se quiser consistência de mousse deixe por 2 horas. Se quiser consistência de sorvete deixe de 4 a 6 horas. E voilá!
Adapted from Receita de Leite Moça do anos 70
Adapted from Receita de Leite Moça do anos 70
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/
 

Natal à brasileira com sobremesa de cupuaçu!

Creme de Cupuaçu com castanha do para Natal

É Nataaal!!!!

Creme de Cupuaçu com castanha do para Natal

 

 Sabe quando os dias já tem cheirinho de natal? Aqui em casa (ato falho: na casa dos meus pais) já está neste clima. Todos mais festivos, mais animados, mais amorosos. Da cozinha, vem aromas que me fazem viajar em minhas memórias. Encontros com os amigos, visita à familiares. Tudo me faz ter um fascínio especial por este período. Estar em Belo Horizonte me encanta mais ainda. Engraçado como estranhamente no meu coração tenho certeza que não volto a morar aqui, mas me sinto revigorada a cada volta. São as montanhas…

E sempre falta tempo.

Pela primeira vez na minha vida, não passarei o Natal aqui. É estranho. Quebra de paradigmas. Sou piegas. Achei estranho. Mas será bom. : /

Por sorte – foi mais por coincidência que por juízo – conseguimos nos reunir neste fim de semana anterior. Foi um Natal antecipado.

Uai! Tá ficando bom: 2 Natais em uma semana. Troca de presentes, piadinhas sem graça, e uma bela ceia. Tudo como deve ser.

Quem diria… não foi desta vez que não tive Natal em BH. Tive, mesmo que na data errada.

Para brindar esta época tão especial, divido com você a sobremesa que servimos neste encontro. Algo bem brasileiro e delicioso: Creme de Cupuaçu com Castanhas do Pará. Ouse. MUde. Quebre seus paradigmas. Mas não mude a essência. Não mude data do Natal, faça esta sobremesa! : D

Boas festas!!!

Creme (ou sorvete) de Cupuaçu com Castanhas do Pará
Print
Ingredients
  1. - 5 pacotinhos de polpa de cupuaçu
  2. - 1 xícara de açúcar
  3. - 2 latas de leite condensado
  4. - 3 latas de creme de leite sem soro
  5. - 100g de castanha-do-pará picadas finamente
Instructions
  1. 1- Colocar a polpa e o açúcar em uma panela e levar ao fogo brando para cozinhar por cerca de 20 minutos até soltar da panela como brigadeiro mole. Ele fica com o tom levemente dourado. Colocar para esfriar.
  2. 2- Despejar o leite condensado e creme de leite em uma batedeira ou liquidificador. Acrescentar o doce de cupuaçu já frio. E bater até ficar um creme firme.
  3. 3- Despejar na vasilha que você servirá e salpicar castanha-do-pará.
  4. 4- Levar à geladeira até a hora de servir.
Notes
  1. 1- Você pode utilizar o doce de cupuaçu já pronto se for fácil em sua região.
  2. 2- Você pode aumentar a quantidade de castanhas-do-pará e alternar as camadas: doce, castanha, doce, castanha. Vasilhas individuais dão um charme especial.
  3. 3- Neste calor, leve este creme ao congelador. Ele virará um sorvete especial!
Adapted from Receita da D. Alfa, vizinha da minha mãe em BH
Adapted from Receita da D. Alfa, vizinha da minha mãe em BH
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Opções leves para ceia, também é preciso!

Fiquei num tal de publico ou não publico esta foto. Mas para o bem de quem precisa de opções leves para a ceia, decidi publicar.

Mamãe não anda bem, então resolvi  fazer peixe no domingo porque auxilia a memória, aliás foi um pedido da tia Mélia preocupada com sua irmã mais velha. Naquele domingo, fui à feira em São Paulo, com certeza um passeio delicioso.  Eram tantas cores e cheiros que me empolguei comprei peixe, camarão e muito mais.

O resultado foi um peixe feinho, mas delicioso no forno, farofa de cenoura e camarão e batata sauté versão light.  Então, entre um “hum que delícia e hum ficou muito bom”, pensei que estas poderiam ser opções de pratos leves para oferecer entre os quitutes do Natal, afinal ultimamente muita gente está de dieta ou tem restrição de lactose, glúten, gordura que se beneficiaria com estas receitas.

Minha irmã de  novo na produção da foto tentou disfarçar o peixinho feio rsrs! Aqui vai como o fiz: cebola e tomate em rodelas fazendo a cama para os filés de pescada temperados com sal, pimenta e regados de suco de limão em um refratário. Cobri com papel alumínio. Forno 15 minutos e voilá!

 Eles são fáceis, práticos e baratos e dá pra somá-los às delícias que já estão no cardápio natalino!

Natal tem que ter gosto de Natal, mas pra quem não pode ou não deve dá pra ser feliz com pratos como estes, também!

Caraca, na semana que vem já é Natal! Então, até lá!

Beijos 

Farofa de cenoura e camarão, batata sauté versão leve
Print
Ingredients
  1. Para a batata sauté
  2. 1 e 12 kg de batatas cozidas cortadas em cubos
  3. 1 xícara de salsinha picada
  4. 3 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
  5. sal a gosto
  6. Para a farofa
  7. 200 gramas de camarões limpos pequenos
  8. 2 tomates picados sem pele e sem sementes
  9. 2 xícaras de farinha de mandioca
  10. 3 cenouras médias raladas ( 1 e 1/2 xícaras bem servidas)
  11. 1 cebola média em cubos
  12. cebolinha a gosto
  13. orégano fresco a gosto
  14. 1 pimenta dedo de moça sem semente picada
  15. 3 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
Instructions
  1. Para a batata
  2. Em fogo bem baixo, em uma frigideira coloque o azeite, a salsa e a batata e refogue até a salsinha envola toda a batata, tempere com sal. Finalize com um fio de azeite.
  3. Para a farofa
  4. Refogue a cebola, azeite, tomate, pimenta. Acrescente a cenoura refogue por 2 minutos. Acrescente a cebolinha e o orégano. Acrescente o camarão, refogue por uns 5 minutos. salgue. Quando os camarões estiverem macios, acrescente a farinha. Envolva todos os ingredientes, refogue por 2 minutos e pronto!Se tiver e gostar sirva com um fio de azeite de dendê.
Notes
  1. As quantidades não são exatas, você pode e deve abusar das ervas e pimentas, se for do paladar da maioria! Bom apetite!
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Chutney de Manga com Damascos para presentear amigos e para perfumar sua ceia de Natal!

Chutney de Manga

Chutney de MangaPromessa de Mamãe Noel é dívida! Conforme prometido e dando continuidade às nossas dicas de presentes e receitas especiais para as festas de fim de ano, hoje a dica é esta receita de Chutney de Manga super fácil e que dá um toque especial à sua ceia ou pode ser um ótimo presente para aqueles que você ama!

Se você nunca fez chutney, sugiro que experiemente esta receita. Acredito que você entrará no maravilhoso mundo das conservas! Práticas, saborosas e curingas!!!

Este chutney é um acompanhamento maravilhoso para o tender fizemos aqui e combina muito com pratos mais picantes, como os com curry, carnes de porco. Funciona até mesmo como acompanhamento de queijos. É realmente super versátil!

Sucesso garantido. Experimente e compartilhe!

Nesta receita, substituí a tradicional uva passa por damasco picadinho. Mas você pode utilizar o que estiver disponível  na sua dispensa. Eu gosto muito do sabor que o damasco acrescenta.

Boas Festas!

Chutney de Manga e Damascos
Print
Ingredients
  1. 2 mangas palmers
  2. 6 damascos secos
  3. 1 cebola
  4. 1 dente de alho
  5. 1 pimenta dedo de moça
  6. 2 colheres sopa de gengibre ralado
  7. 1 rama pequena de canela
  8. 1 anis estrelado
  9. 2 cravos da índia
  10. 1/4 de xícara de açucar mascavo
  11. 1/4 de xícara de vinagre de maçãs
  12. 1/4 de xícara de água
  13. Sal e pimenta do reino
Instructions
  1. 1- Picar as mangas, damascos, cebola, alho e pimenta em cubinhos pequenos.
  2. 2- Colocar todos os ingredientes em uma panela e levar ao fogo médio para cozinhar até obter uma textura próxima à geléia.
  3. Está pronto!
  4. Se for presentear, coloque em vidros previamente lavados e esterelizados. Eles podem durar cerca de 3 meses.
Notes
  1. Você pode dosar a pimenta conforme seu paladar. Aqui em casa adoramos pratos picantes, mas esta quantidade deixa com um nível médio.
  2. Para esterelizar os vidros, forrar o fundo de uma panela com um pano de prato limpo, colocar os vidros, encher de água de deixar ferver por cerca de 15 minutos nesta água abundante. Escorrer e colocar o chutney.
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

 

Coco, coco, cocada ♪♫♩♫ é cocada pro Natal!

Se tem coco, eu gosto! E cocada então, nem se fala! Cocada tem gosto de festa e de Natal também, por que não? 

Teve um tempo que eu fazia cocada e  presenteava! Colocava em um pote de vidro grande  e quem ganhava, chegava enjoar de tanta cocada rsrs!

Ok, com essa quantidade de açúcar e gordura ( mesmo sendo vegetal é gordura!) não é tão saudável, mas em dia de festa pode! O coco tem  excelente teor de sais minerais, como potássio, sódio, fósforo e cloro, assim como fibras.

O bacana é que os que estão evitando lactose podem comer! Essa cocada foi fotografada pela minha irmã para quem tenho cozinhado os quitutes sem lactose, na verdade ela é intolerante a caseína, a proteína do leite, a bichinha fica toda empolada se come algo com sua inimiga rsrs!

coco orgânico

 Pra quem não consegue encontrar coco fresco com facilidade  existe o Finococo que além de ser orgânico tem um preço bastante justo! Como sou viciada em coco,  sempre tenho em casa! Dura bastante porque é embalado a vácuo.

Enfim, uma sobremesa brasileira, deliciosa que pode até virar presente!

Até a próxima com mais ideias de Natal! Beijos.

 

Cocada
Print
Ingredients
  1. 3 xícaras de coco ralado orgânico
  2. 3 xícaras de açúcar orgânico
  3. 1 1 1/2 de água
Instructions
  1. Em uma panela, de preferência de cobre, em fogo alto, coloque a água, o açúcar e misture. Quando atingir o ponto de fio, adicione o coco. Misture bem. O liquido vai secando e você mexendo de vez em quando. Quando a quantidade de líquido diminuir por mais da metade está pronta. Em uma superfície limpa, de preferência de mármore, coloque a cocada às colheradas.Quando estiver seca, vai soltar facilmente.
Notes
  1. Ponto de fio é quando ao derramar o liquido de uma colher a última gota desce densamente formando um fio bem fininho. Para saber se a cocada está no ponto, coloque uma colher de chá de cocada sobre uma superfície limpa e lisa, o mármore, se o liquido escorrer, se separando da cocada, ainda não está pronta. O ponto é quando o liquido fica denso e não escorre sobre a superfície, assim a cocada ficará molhadinha por dentro.
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/