Arroz doce, arroz de leite ou mesmo arroz de festa?

Arroz Doce BruléeEu sempre amei esta época de festas juninas. Adorava ir às festas das paróquias de BH, dos condomínios, dos clubes. Gosto do clima, da animação da turma e principalmente das comidas!!!! Aqui no blog já postamos algumas receitas tradicionais desta época. A de hoje porém nem acho que é só de festa junina. Na verdade, há muito tempo planejava escrever sobre este doce tão tradicional e comum na nossa vida… Vc pode esta com aquela cara: arroz-doce????? Não dava para arrumar coisa melhor????

Mas acho o arroz doce uma sobremesa que aquece a alma, claro que se bem feito. Quase nunca fazia em casa. Mas nas minhas últimas viagens, sem mais nem menos, trombava com o que? Arroz doce! Com isso, fui descobrindo que o arroz doce faz parte da cultura e paixão mundial. E aí, não resisti, neste período de “molho”, tive que pedir para fazerem para mim. O pior é que arrumei uma concorrente de peso, que devorou tudo!

Antes da receita, algumas curiosidades: você encontra arroz doce praticamente no mundo todo. Esta receita é de origem turca. Lá, em alguns restaurantes, você encontra o arroz doce como uma das opções de sobremesa. Foi em um deles que comi a versão que mais gostei, brulée e com sorvete e xerém de pistache.

Na Grécia, também é comum encontrá-lo, mas servido como opção de café da manhã. Na Itália, é uma opção mais caseira, para o dia a dia, como aqui no Brasil.

Enfim, pode-se chamar, arroz doce, arroz de leite, risoto doce, como preferir… o importante é que é bom demais da conta!

Receita de Arroz Doce:

– 200g de arroz (1 xícara)

– 500ml de água

– 1,25 l de leite integral

– 4 gemas

– 10 colheres (sopa) de açúcar (160g)

– casca de 1/2 laranja bahia

– 1 canela em pau

– 2 cravos

– 2 cardamomos

Modo de Preparo:

Em uma panela ferever o leite com a casca de laranja. Reservar. Em outra colocar o arroz, a água e as especiarias para ferver. Quando levantar fervura, adicionar o leite (dica da vovó: colocar um pires emborcado – virado para baixo – dentro da panela para o leite não entornar). Deixar ferver até o arroz ficar macio.

À parte, enquanto cozinha o arroz, bater à mão, as gemas com o açúcar até esbranquiçar. Adicionar uma concha do caldo do arroz à gemada e virar esta mistura ao arroz já cozido (este processo é importante para evitar grumos). Deixar ferver novamente. Desligar e colocar em vasilhas individuais ou em uma única de sua preferência.

Variações:

– Você pode servir o arroz doce brulée. Para isso, salpique açúcar sobre o pote e doure com ajuda de um maçarico. Fica moderninho e delicioso.

– Para uma versão mais mineira, acrescente uma colher de doce de leite por cima.

– Outra opção é como eu comi na Turquia, sirva quente com uma bola de sorvete de pistache por cima e salpique pistaches quebrados… Divino!

Apaixone-se!