Uma adoçadinha de leve neste friozinho!

 O frio aumenta o apetite e o corpo gasta mais calorias pra se aquecer. Pra quem quer perder uns quilinhos, basta aproveitar esta oportunidade e não comer demais!Pois é, essa é a parte difícil! Mas, não é impossível!

Calma, não é um post de dieta rsrs!

 Tudo vai bem até a vontade louca de comer doce ( na tpm, por exemplo). Se você é do tipo que só um pedacinho de chocolate amargo não  mata a vontade de doce, tem a opção desta farofinha que dá pra comer sozinha e se o objetivo não for  diminuir as calorias, poderá comer com uma fruta ou sorvete ou com os dois hummm!

Usei uva passa orgânica  ( fácil de encontrar e barata) que é fonte de oligofrutossacarídeos com ação prebiótica, fibras insolúveis e ricas em flavonoides e ácidos fenólicos. Os compostos fenólicos, encontrados também na uva in natura e no vinho, tem sido especialmente estudados por seu efeito na prevenção de doenças crônicas degenerativas e do envelhecimento.  Usei também coco ralado orgânico ( fácil também  de encontrar e preço muito bom)  gordura boa e deliciosa;  e nozes- precisamos falar mais sobre as nozes rs? Mais do que fácil!

O bacana que esta sobremesa funciona como lanchinho, também!  Assim você pode comer, ser feliz e aproveitar o friozinho para perder uns quilinhos!

Farofinha doce e natureba
Print
Ingredients
  1. 1/2 xícara de nozes moídas
  2. 1/2 xícara de coco ralado orgânico
  3. 1/2 xícara de uva passa orgânico
  4. 2 colher de sopa de agave ( opcional)
Instructions
  1. Misture bem os ingredientes. Mantenha na geladeira.
Notes
  1. Se não tiver agave, pode substituir por mel, mas também funciona sem este ingrediente.
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Eu voltei, voltei pra ficar… com receita de Risoto de Alho-Poró e Ervilhas Frescas

risoto de alho poró com ervilhas frescas

risoto de alho poró com ervilhas frescasJá estou definitivamente em SP… finally!!! Tudo super corrido, mas estou em casa, depois de 2 meses de  hotel com as crianças. Sobrevivemos! : D

Estou encantada por SP, pelo menos pelo meu bairro, pelo que já conheci (ou seja quase nada…rsrsrs). Mas o legal é que cada cantinho tem algo diferente. É muito boa a sensação de descobrir a cidade.

No meio a esta correria, acabei tendo que ir à Brasília, em um bate e volta, para visitar meu irmão, que teve uma cirurgia de emergência.

Quando tudo se acalmou, resolvi cozinhar para eles que comemoravam aniversário de casamento.

Fiz algo simples, mas que adoro: Risoto de Alho-Poró com Ervilhas Frescas. Tínhamos um roastbeef e a celebração foi completa!

Muito rápido para se preparar. Experimente!

Foi uma boa oportunidade para conhecer o apartamento deles e matar a saudade. E os pilotis de Brasília, continuam nos convidando a seguir esta vida que se segue por si só!Pilotis de Brasília

Risoto de Alho-poró com Ervilhas Frescas
Print
Ingredients
  1. - 2 xícaras de arroz arbório (sem lavar para dar liga)
  2. - 2 colheres de manteiga
  3. - 2 alhos-poró cortados em fatias finas
  4. - 1 cebola picada miudinha
  5. - 200ml de vinho branco
  6. - 2l de caldo de legumes caseiro*
  7. - 200g de ervilhas frescas (pode ser a congelada, mas não use a de latinha, please!!!)
  8. - 200g de tomates secos fatiados finamente
  9. - 1 xícara de cheiro verde (salsinha e cebolinha) picados miudinhos
  10. - 1 colher de sopa de creme de leite fresco
  11. - Um bom pedaço de queijo parmesão para ralar à vontade
Instructions
  1. 1- Aqueça ou prepare o caldo (ver em notas)
  2. 2- Em outra panela, coloque 1 colher de manteiga, refogue a cebola e o alho poró.
  3. 3- Acrescente o arroz e refogue mais um pouco. Em seguida, acrescente o vinho. Deixe secar, sempre mexendo.
  4. 4- A partir desta etapa, você acrescentará o caldo aos poucos (1 concha por vez), deixe secar e acrescente a outra. Mexendo sempre para não agarrar. Você fará este processo por cerca de 12 minutos ou até consumir metade do caldo.
  5. 5- Neste momento, acrescente a ervilha e os tomates secos, incorpore ao risoto e volte ao processo de acrescentar caldo e mexer até o arroz ficar al dente (firme).
  6. 6- Acrescente o cheiro verde, a salsinha, incorpore, Desligue o fogo e acrescente o creme de leite e a manteiga. Sirva imediatamente. Salpique queijo parmesão ralado sobre o seu prato! Voilá!
  7. Deu água na boca só de escrever...
Notes
  1. Basta colocar 2 cenouras, 1 cebola, salsão e ervas a seu gosto em 2,5l de água e deixar cozinhar. Vc pode acrescentar a parte escuta do alho-poró tb. Esta é uma boa base para sopas e bem mais saudável que aqueles comprados em supermercados.
  2. Se preferir um caldo de frango, inclua a carcaça (osso) de um peito de frango por exemplo.
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Com esta receita, é só abrir o vinho e celebrar a vida!

Este prato é realmente especial. Vale experimentar. Mas se você ficou com preguiça e mora em SP. Experimente o mix que temos no Romã. Já tem todo os ingredientes no potinho. Você só precisa do vinho e da manteiga. romagourmet.com.br

Creme de cenoura e alho-poró porque o que ganha o jogo é planejamento!

Eu tenho feito muitas reflexões depois do fiasco da nossa seleção!

Pra gente ter uma vida boa, saúde é primordial, então como estou cuidando da minha saúde? Como estou me alimentando? Nutrindo ou matando apenas a fome? Como pra viver ou vivo pra comer? infelizmente, continuo achando que as pessoas andam pensando mais em como aparecer melhor do que viver melhor… Mas se você é como eu e quer acordar com disposição, não pegar gripe à toa, enfim se sentir bem, a alimentação é um ponto de partida. Como está sua alimentação? Faz 3 refeições diárias? Entre estas refeições faz lanchinhos? Qual é a qualidade destas refeições? 

Para te ajudar nesta reflexão, realizar o planejamento e ganhar o jogo, vou lembrar de algumas dicas para mudar,  manter ou melhorar a alimentação :

1-Consome refrigerante ? Pare com isso! Este é o tipo de coisa , digo coisa porque pode ser tudo, menos alimento. Não tem nenhum benefício, só açúcar ou pior só adoçante! 

2- Se você ainda tem o saleiro na mesa, tire-o imediatamente. Sal é um realçador de sabor, não tempero!Para diminuir o sal, experimente usar especiarias e pimentas que irão acrescentar nutrientes  a sua alimentação.

3- Come muita fritura? Diminua ao máximo, troque por assados ou deixe-os apenas para o fim de semana! 

4-  Qual o percentual de alimentos industrializados na sua alimentação? A indústria alimentícia está transformando comida em coisa. Enchendo de conservantes e aditivos  pra vender mais! Troque o máximo de comida industrializada por comida de verdade, pelo menos, diminua o máximo possível. Sem tempo? Veja: os nuggets que são tudo menos frango, estão congelados e demoram pra ficarem prontos e serem consumidos. Temperar um peito de frango e  grelhá-lo, leva o mesmo tempo e é muuuuuito melhor para a sua saúde! Existem muitas receitas rápidas, práticas e é possível prepará-las em menos de 20 minutos. Aqui mesmo no memórias você encontra várias.

5-  Mantenha-se hidratado! Você bebeu água hoje?

6- E frutas? Estão no seu cardápio diário? Coma diariamente, principalmente as da estação!

7- Azeite de oliva extra virgem já! 

8- Experimente um novo sabor sempre! Assim, você pode incluir no seu cardápio e aumentar os nutrientes ingeridos.

E pra fechar uma receita de creme de cenoura e alho-poró muito fácil, afinal este é um blog de receitas rsrs!  O sabor é marcante, mas é muito leve, esquenta sem comprometer a dieta rsrs!

 Aprende BRASIL! Bom apetite!

Creme de Cenoura e Alho-poró
Print
Ingredients
  1. 4 cenouras pequenas
  2. 1 alho-poró pequeno
  3. 1,2 lts de água
  4. 1/4 de xícara de quinoa
  5. 1/2 colher de chá de especiarias do chef( cardamomo, noz moscada, pimenta preta, pimenta rosa)
  6. Sal a gosto
Instructions
  1. Cozinhe todos os ingredientes, inclusive o cabo do alho-poró. Quando os ingredientes estiverem macios ( por volta de 15 minutos de cozimento) desligue e deixe esfriar um pouco. Despreze o cabo do alho-poró e bata os demais ingredientes no liquidificador. Pronto. Sirva com um fiozinho de azeite.
Notes
  1. Se o alho-poró for grande use apenas um pedaço, o sabor é marcante e pode tomar conta do sabor do creme. O cabo é bastante fibroso e pesa um pouquinho, se você gosta, use também
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Polenta e Linguiça, versão mais saudável!

Aqui onde moro, os descendentes de italianos dominam e polenta com linguiça é um dos prato que está no cardápio semanal.  Casamento de gordura com carboidrato simples, bomba calórica e sem benefícios que compensem. Mas, o pessoal adora! 

  Eu consegui fazer uma versão bem menos calórica e com muitooo mais benefícios! Aliás, eu adoro pegar clássicos e fazer versões mais saudáveis ,  sem retirar  o prazer de comê-los. Infelizmente, em muitas versões ditas “light” isto acaba não acontecendo.

  O que você acha de uma polenta mole, com um toque de curry, com molho de linguiça de frango ( não gosto de cozinhar com embutidos, mas de vez em quando , pode rs! Até porque eu tiro a capa e o máximo de gordura possível) com broto de feijão (  apresenta considerável teor de compostos fenólicos, substâncias responsáveis por ações antioxidantes benéficas à saúde) e acelga ( excelente fonte de fibras e das vitaminasA e C) ? Ficou um espetáculo!!!!!

 Por falar em espetáculo e os jogos das quartas?! Sensacionais, não? Bom, já estamos entre os quatro, sem Neymar e Thiago Silva, vai que a comoção nacional não faça até Fred jogar rsrs? Quem sabe? Só amanhã, só amanhã… E quem sabe você aproveite esta receita pra comemorar?

 Só sei que até domingo tem copa, oba! Vai Brasil!! Beijos e até a próxima!

 

Polenta com linguiça versão mais saudável
Print
Ingredients
  1. Para a Polenta
  2. 1 e 1/2 xícara de polenta instantânea italiana
  3. 1 litro de caldo de frango feito em casa
  4. 1 colher de chá de sal marinho
  5. 1 colher de chá de curry
  6. Para o molho de linguiça
  7. 3 gomos de linguiça de frango, sem pele, e com o mínimo de gordura possível
  8. 1 cebola grande picada
  9. um punhado de salsinha picada
  10. 200g de broto de feijão
  11. 1/2 acelga picada
  12. 4 colheres de sopa de aceto balsâmico
  13. 1colher de sopa de molho shoyo, de preferência sem glutamato monossódico
  14. pimenta a gosto
Instructions
  1. Inicie com o molho. Em uma panela refogue a cebola e a linguiça ( bem moída a mão e sem o mínimo de gordura possível) por uns 5 minutos. Acrescente o broto de feijão e o aceto balsâmico. Com fogo baixo e a panela tampada, deixe cozinhar por mais 5 minutos. Acrescente a acelga, o shoyo e a pimenta. Deixe cozinhar por uns 3 minutos.Ajuste o sal. Enquanto isso, bata os ingredientes da polenta no liquificador e leve ao fogo mexendo sem parar. Quando levantar fervura, desligar. Sirva imediatamente.
Notes
  1. Caldo de frango você pode fazer com antecedência e congelar. Basta levar 1,5 lts de água e pedaços de frango ( ossos podem ser usados), ervas frescas e sal ao fogo de deixar ferver por 20 minutos em fogo baixo, coar e usar. Se não tiver o caldo, pode fazer apenas com água, mas perderá bastante em sabor. Se você não tiver nenhuma restrição à lactose, poderá acrescentar 1 colher de sopa de requeijão como ingrediente da polenta. Huumm!
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Antepasto de berinjela em homenagem à Itália!

  Ontem, me desculpem, não consegui escrever, o jogo do Brasil, a correria, a emoção e além do mais, ninguém estaria interessado rsrs! Eu adoro Copa. Fiquei puta com a Fifa, com o governo e principalmente com a roubalheira sacramentada que foi cantada aos quatro cantos quando fomos “eleitos” para ser a  sede de 2014. Mas, o momento é para de curtir o evento,  na minha opinião, devemos protestar nas urnas em outubro, lá sim é o lugar certo!

  Assisto todos os jogos que posso, acompanho TODOS os programas da ESPN e quero ser especialista rsrs!

  A cozinha está a mil e pra assistir esse jogo da AZZURRA que se empatar, classifica,  fiz este antepasto de berinjela leve, saudável para acompanhar quem não deve faltar no jogo: cerveja, hummm!

Como a maioria das minhas receitas, esta é fácil e rápida e lembrando que “a berinjela é um legume que contém vitamina B5 e sais minerais como cálcio, fósforo, ferro e fibra solúvel. A niacina (vitamina B5) protege a pele e ajuda a regularização do sistema nervoso e aparelho digestivo. Enquanto os minerais cálcio, fósforo e ferro contribuem para a formação dos ossos e dentes, construção muscular e coagulação do sangue.  Poucas pessoas sabem, contudo, que ela é um vegetal com poder de diminuir o colesterol e reduzir a ação das gorduras sobre o fígado. Seu suco é utilizado nas inflamações dos rins, bexiga e uretra como poderoso diurético.  Palavras do  Prof. Dr. Edson Credidio,  médico nutrólogo.

Juntemos então o útil ao agradável neste saboroso aperitivo!

Vai Brasil!!!!!!!Beijos e até o próximo!

Antepasto de berinjela
Print
Ingredients
  1. 3 berinjelas orgânicas com casca cortadas em rodelas
  2. 10 tomatinho cereja orgânicos cortadas em rodelas
  3. 1 dente de alho picado
  4. 50g de queijo de cabra
  5. 3 colheres de azeite extra virgem
  6. 2 pimentas cumari do Pará picadas
  7. Orégano fresco
  8. Sal marinho a gosto
Instructions
  1. Em uma frigideira bem quente e sem óleo, grelhe as fatias de berinjela e reserve. Dê uma salteada nos tomatinhos. Em outra frigideira com fogo baixíssimo coloque o azeite, o alho e a pimenta e deixe por 5 minutos até "soltar" bem o sabor do alho e da pimenta. Deixe esfriar. Misture bem todos os ingrediente e sirva com torradas ou piadina.
Notes
  1. Se você não gosta de pimenta forte, use a de sua preferência. Se não tiver orégano fresco, use o seco. Você pode substituir o queijo de cabra por queijo cottage ou iogurte de consistência firme.
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Mel e gengibre, um santo remédio!

  Há muitos anos, trabalhei na editora Abril. Foi uma fase profissional importante e divertida. Como sempre gostei de cozinhar, ganhava as revistas Claudia Cozinha. O bacana das receitas daquela revista, que hoje em dia é apenas uma sessão da própria Revista Claudia, era o fato de  todas receitas serem testadas, como aqui! Naquele tempo era comum você comprar revistas que apenas traduziam de revistas importadas e quando você tentava fazer uma delas era bem difícil dar certo. Eu tenho uma coleção enorme de Claudia Cozinha, já estão todas velhinhas, algumas faltam a capa. Ah, inclusive minha mãe deu uma receita para a sessão “receita de família” ( faz mais de 20 anos uiah!), uma sopa baresa que fazemos no Natal, quem sabe no próximo, eu dê a receita da minha versão saudável!

   Com a missão de fazer um pão de mel pro Marcos ( marido),  tinha quase certeza que encontraria nas minhas relíquias. Não achei o pão de mel, mas esse muffim  de mel e gengibre muuuuito fácil. Você não precisa usar nenhum eletrodoméstico! A minha versão é bem mais nutritiva, porque troquei a farinha de trigo por integral, e usei, também flocos de quinoa e farinha de mandioca. A combinação de mel e gengibre além de saborosa é um santo remédio pra esses dias de tempo esquisito  que insistem em nos deixar gripados/resfriados.  Ficou bem bom! Experimentem! Beijos e até a próxima!

Muffins de mel e gengibre
Print
Ingredients
  1. 1/2 xícara de farinha de trigo integral
  2. 1/2 xícara de farinha de mandioca
  3. 1/2 xícara de flocos de quinoa
  4. 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  5. 1 colher de sopa de gengibre em pó
  6. 1 pitada de sal
  7. 2 ovos caipiras pequenos ( parece óbvio, mas agora já encontramos grandes)
  8. 6 colheres de sopa de mel
  9. 1/2 xícara de óleo de girassol
  10. 6 colheres de sopa de açúcar mascavo
Instructions
  1. Aqueça o forno a 200°. Numa tigela misture as farinhas, flocos, bicarbonato e gengibre. Reserve. Em outra vasilha misture os ovos e mel até formar uma pasta. Acrescente o óleo e o açúcar, misture bem. Junte as duas misturas homogeneamente. Coloque em forminhas de muffins até 3/4 da superfície para não correr o risco de derramar. Eu uso as de silicone, são ótimas para desenformar e lavar!
Notes
  1. Cuidado esta massa assa rapidinho, preste atenção, dependendo do forno, pode assar em menos tempo!
Adapted from Revista Claudia Cozinha
Adapted from Revista Claudia Cozinha
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Uma sopa de cebola que virou ensopado de grão de bico!

 

Quem cozinha todo dia e gosta, acerta muito, mas erra bastante também! Pois é, a gente se empolga às vezes…

  Eu queria fazer uma sopa de cebola (as cebolas são muito ricas em cromo, um mineral que ajuda as células a responderem à insulina, além de vitamina C, flavonoides e mais notavelmente, quercitina) para uma noite fria e comecei a fuçar as minhas receitas. Olha daqui e revira de lá, de todas fiz um mix e pronto. Lá estavam 500g de cebola em rodelas e pimenta dedo de moça picada em quantidade exagerada  no azeite em fogo baixíssimo  por uns 15 minutos. Sem caldo nenhum no freezer, bati no liquidificador a água, especiarias e ervas frescas. Então o resultado final foi uma sopa de cebola picantéééérima. Ai que dó! O marido tentou tomar, tadinho o amor é lindo, mas não foi possível. Não, não vou jogar fora.  Tirando o excesso de pimenta, estava bem saborosa! E ai me veio uma vontade repentina de grão de bico, huuuum adooooro grão de bico ( já perceberam que eu adoro muita coisa rs). Pronto, cozinhei o grão de bico, acrescentei  a sopa e finalizei com escarola picada. Ficou muito bom!  Então minha gente, a sabedoria popular reza: se a cozinha te der uma sopa picante de cebola, faça um ensopado de grão de bico rsrs! Você pode servir com arroz ou quinoa ou sozinho mesmo. Espero que gostem! Até a próxima!

Sopa de cebola que virou ensopado de grão de bico
Print
Ingredients
  1. Para sopa de cebola
  2. 500g de cebolas picada
  3. 600ml de água
  4. 1 colher de sopa de mix de especiarias
  5. Um ramo de alecrim fresco
  6. 2 galhinhos de orégano fresco
  7. um punhado de salsinha
  8. um pedaço PEQUENO de pimenta dedo de moça picadada rs
  9. 1/4 de xícara de azeite de oliva extra virgem
  10. 1 colher de chá de sal
  11. Para o ensopado
  12. 1 xícara de grão de bico ( deixar de molho na água durante uma noite)
  13. 3 xícaras de água
  14. Folhas bem verdes de escarola picada ( de um pé, separe as folhas menores do miolo para uma salada e use as bem verdes para o ensopado)
  15. 1 colher de café de sal
Instructions
  1. Em uma panela, coloque o azeite, a cebola e a pimenta dedo de moça ao fogo baixíssimo por uns 15 minutos. Enquanto isso, bata no liquidificador a água, as especiarias, as ervas e o sal. Reserve. Quando a cebola estiver macia, espere esfriar e coloque na água no liquidificador e processe mais uma vez. Reserve. Cozinhe o grão de bico, descarte a água do cozimento. Em uma panela, coloque a sopa e o grão de bico e deixe no fogo médio até levantar a fervura. Desligue o fogo, acrescente a escarola tampe a panela. Depois de 2 minutos pode ser servido!
Notes
  1. Se vc não tiver o mix de especiarias com pimenta rosa, pimenta preta, cardamomo, noz moscada, cravo e canela, use outra ou coloque as especiarias que tiver em casa, vai ficar bom, com certeza!
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

 

Bolo de cacau e coco com calda de maracujá, já!

Um bolo de cacau e coco com calda de maracujá  ajuda a esquentar com certeza!

Ganhei alguns maracujás nascidos displicentemente na casa da minha sogra, sem que ninguém tivesse plantado ( coisas que só acontecem no interior)!Eu adoro chocolate com maracujá, pra mim é um casamento perfeito!E se, fizesse do casal, um trio: cacau, maracujá e o coco? Então, me lembrei do meu bolo de cacau e coco mega nutritivo.  Coloquei a calda no bolo e huuummm!

Se escrevesse aqui todas as benesses dos ingredientes desse bolo, seria o post mais chato deste blog rsrs! Imagine numa só receita: cacau, coco, aveia, quinua, amaranto, nozes,  sem contar os ovos, óleo de girassol!

Preciso explicar a foto de uma fatia só, pois bem, Marcos me pediu pra que não colocasse a calda no bolo todo poque como bom chocólatra, prefere purinho! Ah, não custa mimar o maridão, não é? Assim, ganho alguns pontinhos rsrs! Sem mais churumelas, vamos ao que interessa. Beijos e até a próxima.

Bolo de cacau com coco e calda de maracujá mega nutritivo
Print
Ingredients
  1. 2 ovos
  2. 1/2 xícara de óleo de girassol
  3. 1/2 xícara de coco fresco ralado
  4. 1/4 xícara de cacau em pó
  5. 1 xícara de água
  6. 1/4 de xícara de nozes
  7. 1/2 xícara de açúcar demerara e stévia ou 3/4 de xícara de açúcar orgânico
  8. 1 de xícara de aveia em flocos
  9. 1/2 xícara de quinua em flocos
  10. 1/2 xícara de amaranto em flocos
  11. 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  12. Para calda
  13. Polpa de um maracujá
  14. A mesma quantidade de água
  15. Açúcar demerara e stévia ou açúcar orgânico a gosto
Instructions
  1. Coloque os ingredientes no liquidificador na mesma sequência acima até a aveia em flocos e processe por três minutos . A parte, misture a quinua, o amaranto e o bicarbonato. Manualmente, mistures todos os ingredientes. Despeje a massa em forma de bolo inglês untada e asse em forno pré-aquecido por 35 minutos ( sempre depende do forno!).
  2. Para a calda: Coloque os ingredientes em liquidificador e use a função pulsar para que misture bem, porém sem danificar as sementes. Leve ao fogo e assim que levantar fervura, desligue.
Notes
  1. Você pode substituir a aveia, a quinua e o amaranto por farinha de milho ou farinha de aveia, enfim por qualquer farinha que tiver no armário. O ideal é que não use farinha de trigo já que ela já é utilizada em muitas receitas, assim diversificamos o cardápio e o tornamos bem mais saudável!
  2. Esta calda é bem liquida, por isso cuidado e não deixe passar o tempo de cozimento!
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Ai Cará rsrs! Um gostinho diferente pra variar!

  Conheci cará ( nome científico  Dioscorea alata L) na minha adolescência quando ia pra praia e comia um pão de cará hummm delicioso! Só comecei usá-lo em receitas quando Lucas era bebezinho e a pediatra recomendou adicionar nas papas salgadas. Hoje em dia, tento revesar o uso com  o da mandioca (aipim ou macaxeira), mandioquinha ( batata baroa) e inhame que são carboidratos altamente energéticos, importantes quando as refeições são vegetarianas, coisa que acontece com frequência aqui em casa. 

  Essa receita é fruto de uma obsessão rsrs. Conhecem batata suíça?  Pois é, batata ralada recheada  do que você quiser (queijos, carnes e etc) frita em muuuuito óleo. O resultado é muito saboroso, mas extremamente gordo e calórico. Marcos ama esta batata, mas não dá pra eu fazer, sinto muito! Então, faz tempo que persigo algo que se aproxime do sabor, sem usar gordura vegetal ou animal! Então, fui tentando com todos os tubérculos e qual foi que mais deu certo: CARÁ! Ele não é fácil de trabalhar, pois a goma é espessa, mas o resultado final vale. Trata-se de uma frittata sem ovo ou queijo ou seja não é fritatta ou fritada rsrs, mas parece né? Bem, você pode usá-la para acompanhar carnes, peixes e saladas. Assim você varia o cardápio e os nutrientes ingeridos, aliás, o cará é rico em amido, fonte de beta-caroteno, vitaminas C e do complexo B, rico em cálcio, fósforo, ferro, potássio e manganês! Muito bom, não acha?Ah, bom pra quem está buscando receitas sem glúten e sem lactose. Espero que gostem! Beijos e até a próxima!

Fritatta de Cará
Print
Ingredients
  1. 300g de cará ralado
  2. Sal a gosto
  3. Uma colher de chá de orégano sêco
Instructions
  1. Depois de ralar o cará, tempere com sal e orégano e misture bem ( a goma dificulta um pouquinho o processo). Em uma frigideira untada com óleo de girassol bem quente, espalhe bem o cará, como se fosse uma panqueca. Vá misturando durante o processo de cozimento, a parte cozida vai pra cima, a crua pra baixo e irá perceber que a goma vai secando a medida que vai cozinhando. Depois de aproximadamente 15 minutos a goma quase secou totalmente, e já é possível unir a massa no meio da frigideira, neste ponto deixe dourar. Vire para dourar do outro lado. Sirva bem quente! Já pronto, dá pra fazer um pequeno corte e rechear, se quiser.
Notes
  1. Você pode trocar o orégano por ervas frescas, tais como alecrim ou sálvia, humm fica bom, também!
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

 

   

Da série sopas, uma da ave que sobrou do almoço do Dia das Mães!

    Muita gente vai almoçar fora no Dia das Mães para tirar a mãe da cozinha. Justo, muito justo! Mas muita gente, assim como eu, não quer enfrentar filas gigantes nos restaurantes de São Paulo. Principalmente quando sua mãe não tem a menor paciência de esperar, como a minha rs! Então, eu fui pra cozinha ( aliás, como sempre rs). Mas,  o ritual em dia de festa é bem diferente, do meu lado sempre tem uma cervejinha gelada e assim fica bem mais divertido! Bom, come-se alucinadamente, e na minha família ( tios, tias, primos) ainda mais, porque nos encontramos no fim da tarde pra comer de novo! Esse é um encontro que mantivemos mesmo sem a presença minha querida vovozinha que morreu há mais de 10 anos! Família festeira é assim mesmo rs!  Foi bom demais, o Lucas voltou comigo pra Tietê, fiquei com ele pertinho mais um pouquinho… Mas e o dia seguinte? Aiaia parece que estamos digerindo um boi rs! Mas sobrou parte do frango, peru, ou chester, eu nem quero ver rs! Então que tal aproveitar a segunda-feira e fazer uma sopinha? Sim, com a parte branca da ave e todos os restos de legumes que vc tiver na geladeira?! Uma receita bem levinha, assim dá pra dar uma pequena desintoxicada ( lembra Lets?) rs! Feliz Dia das Mães atrasado para todas nós! Beijo e prometo que a próxima, não vai ser sopa rs!

 

Sopa de Segunda
Print
Ingredients
  1. Carne desfiada de frango, peru ou chester ( dê preferência para carne branca)
  2. 1,2 litro de água
  3. 1 cenoura pequena cortada em cubos
  4. 1 abobrinha pequena cortada em cubos
  5. 1 chuchu pequeno cortado em cubos
  6. 1 abóbora paulista pequena cortada em cubos
  7. 1/2 xícara de arroz integral
  8. 1 alho-poró picado
  9. Salsinha, cebolinha e orégano fresco a gosto
Instructions
  1. Desfie a carne da ave. Em uma panela, refogue a carne e o alho-poró ( sem azeite ou óleo). Acrescente a água, o sal e o arroz. Depois de levantar fervura, abaixe o fogo, deixe cozinhar por 10 minutos e acrescente os legumes. Cozinhe até os legumes ficarem macios ( 10 minutos mais ou menos) Por fim as ervas.
Notes
  1. Se não tiver alho-poró, troque por cebola. E se não tiver algum dos legumes acima, dobre a quantidade dos que tiver!
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/