Presente para o Dia das Mães

kit picnic

kit picnicPessoal, aproveitando que meu alterego, a Dorothy, está em plena produção de presentes para o Dia das Mães, resolvemos soltar uma super promoção para o Dia das Mães! Vale um super KIT PICNIC para presentear sua mãe!

O Kit contém mini cakes, biscoitinhos, whoppies, brigadeiros e crackers de chocolate com amêndoas! Tudo com chocolate Callebeaut!!!

Mas neste caso, só vai valer para entrega no Brasil, ok?

Vamos às regras:

1- Tem que ser cadastrado para receber a mensagem quando postamos uma nova matéria.

Se você ainda não se cadastrou, entre com seu email no lado direito da nossa página, em Siga o Blog!

2- Responda neste post aqui uma declaração de amor pela sua mãe.

Se tiver um toque gourmet, ganha 2 cupons.

3- Cruze os dedos!!!

Vamos divulgar aqui os números de cada participante antes do sorteio, que faremos dia 05/05 – quinta-feira, utilizando novamente o www.radom.org

Participem!!!! Boa sorte!

Hasta luego!

Lançamento Livro Lula Chef

Lançamento Livro Lula Chef“A vida é arte do encontro / Embora haja tanto desencontro pela vida…” (Vinicius de Moraes, Samba da Benção)

Comecei este post citando um pedacinho da letra de uma música que me fascina, pois acho que ela caiu como uma luva para resumir estes dias que passei no México. 

Foi uma viagem que saiu bastante do planejado, mas só me surpreendeu. A começar pela oportunidade de estar com amigos tão especiais, mesmo com os passeios cancelados porque minha filhota ficou doente.  Estar com amigos é bom em qualquer lugar e em qualquer situação, sempre.

Essa viagem também foi sensacional porque a turma que escreve o blog (eu e a Pati) pode estar junta geograficamente e dividir ao vivo várias idéias sobre o que mais gostamos de fazer: cozinhar!

Ops! Outra nota: Quando os amigos são seus parceiros de trabalho, melhor ainda!

Finalmente (e vocês devem estar se perguntando o que tem a ver com tanto blá, blá, blá…), nesta viagem, tive a oportunidade de reencontrar outra pessoa querida que há muito não via com calma. Sabíamos notícias uma da outra, mas há tempos não tínhamos oportunidade de bater papo, jogar conversa fora…

E este encontro também surpreendeu, pois, além do prazer de vê-la feliz e de um almoço “tranquilo” com as crianças (ok, com criança, esta não é a descrição mais correta… talvez, relax…), ela nos presenteou com um convite para irmos ao lançamento do livro de culinária da Chef Lula (nenhuma ligação com o presidente… rsrsrs), que faz culinária mexicana contemporânea da mais alta qualidade.

É óbvio que adoramos, né?

Quando chegar em casa, vou fazer algumas das receitas que estão no livro e divido com vocês. Posso adiantar que o que provei estava delicioso. E o livro, lindo e super didático! Um detalhe que adorei e que facilita muito a vida de quem quer fazer bonito, mas não tem muito tempo – ou paciência – de montar cardápios é que ela já dá a sugestão de alguns menus, com entrada, prato principal e sobremesa. Delícia!Livro LulaChef

Fica a dica em primeira mão e a saudade com gostinho de quero mais!

Pati, Patrics e Lu, muchas gracias!!!

Lulachef – Mexico Comtempo

Lula – Else Martín del Campo

Fotografia: Ignacio Urquiza e Zony Maya

Editora Anyma

www.edicionesanyma.com

Mais para a garotada!

Uma querida amiga me recomendou este site e eu não poderia deixar passar esta excelente oportunidade para escrever aqui uma notinha para o Dia das Crianças.

Vejam que coisa mais deliciosa. Os blogueiros criaram uma categoria especial para a molecada que cozinha e ainda por cima desenha a sua prórpia receita! Não é uma delícia??? E você pode conferir que não são grandes obras de arte para os olhos dos mais puristas, mas são lindos desenhos onde o teu filho deixa a criatividade fluir. E o mais bacana de tudo isso é ter a oportunidade de ver o trabalho de teu pequeno exposto, depois! Imagine a felicidade dessa criaturinha?!?!

Que tal por as mãos a obra hoje e deixar o seu registro lá no Kids Draw and Cook??

Mas seja bem sincero, hein?? Se o desenho for teu, ele entra na categoria They Draw and Cook, ainda que pareça ter sido feito por uma criança de 5 anos!!!

Mac and cheese do Pedrinho. A receita completa (!) está aqui.

O espírito da “mama” baixou em mim!

Domingão. Dia de ficar estirada na cama sem fazer nada. ERRADO!

Pelo menos para mim. Claro que fiquei na cama até as 10 da manhã. Mas quando me levantei, algo me empurrou logo para a despensa para ver se eu tinha suficiente farinha 00 para preparar pasta fresca! An??? Preparar pasta num domingo from scratch? Deveria estar louca, ou influenciada pelo artigo que vi sobre o Eataly (uma espécia de mercado italiano com cervejaria, rotisseria, salumeria, padaria, pizzeria, carne, peixe, pasta… Claro que na Itália, EUA e Japão. Quem sabe um dia…).

Mas, enfim. Me deu aquela vontade de ouvir Ornella Vanoni cantando L’appuntamento e amassar meio quilo de farinha e ovos para depois se transformar em lindos e dourados fios de pasta italiana!

E lá fui eu. Mas nem conto que antes fui ao mercado comprar ovos e tomates orgânicos pois queria fazer um molho de tomates frescos mornos e muito azeite extra virgem e manjericão!

Bem… de volta a casa ao meio-dia, me puz um avental e a amasar a deliciosa mistura de ovos e farinha! E preparar o mais fácil e delicioso molho de tomate para satisfazer ao espírito da mama que havia baixado por aqui!

Pasta Fresca (Receta Básica) Serve 4 como prato principal


600 gr de farinha de trigo 00 (se você não encontrar pode usar farinha de trigo comum)

12 gemas de ovo (ou pode substituir por 6 ovos inteiros – as gemas deixam a massa mas suave e amarela. Eu prefiro)

1 colher de chá de sal

Misture a farinha com o sal. Coloque a misture sobre uma bancada ou uma tigela e faça um buraco no meio. Quebre os ovos. Com um garfo, bata os ovos e vá cuidadosamente misturando com a farinha sem deixar que o líquido escape. Então comece a parte boa que é usar suas maãoes para misturar e sovar a massa. Sove até que obtenha uma massa suave e elástica. Faça uma bola, cubra com clingfilm e deixe descansar na geladeira por meia hora.

Ai você pode preparar o molho de sua preferência. Para esta massa eu usei tomates frescos sem pele e sem semente, cebola, alho e majericão. Tudo num refogado rapidíssimo, sem deixar o tomate cozinhar demais. E por cima coloquei cubos de mozzarella fresca a pedido de meu pequeno.

Após o descanso da massa e após abrir uma garrafa de vinho (no meu caso, um Brunello MARAVILHOSO!) comece a esticar a massa. Se você não tem uma máquina, não se preocupe. Fortaleça os seus braços esticando a massa com um rolo de macarrão o mais fino que puder. Depois dê a forma que quiser. O importante é “ser feliz e se divertir” (assim fala meu filhote!). Eu usei a máquina para preparar tagliatelle. E você também poderá fazê-lo cortando a suas tiras de massa com uma faca. Crie, invente e aproveite! Deixe a massa secando por uns 30 minutos. Isto é muito importante para que não grude e não fique empapada. Você pode usar um varal para massas ou deixa-la repousar sobre uma bancada ou assadeira polvilhada com semolina. Mas cuidado para não sobrepor as tiras de massas senão elas grudarão umas nas outras.

Coloque uma panela com abundante água para ferver. Eu uso a proporcão de 1 litro de água por cada 100gr de pasta a cozinhar e 1/2 colher de sopa de sal. A pasta tem que se mover livremente dentro da panela para que cozinhe uniforme e não grude. Cozinhe por apenas 3 minutos. Lembre-se: sua pasta está fresquisima. Assim estará al dente . Ao escorrer a pasta aproveite um pouco da água de sua cocção para dar sabor e e para que não seque e grude. Sirva com o molho de sua preferência.

P.S. Como não poderiam faltar, umas deliciosas e frescas alcachofras com vinagreta foram nossa entrada! Buon appetito!

Ovos Jo!e

Muitos de vocês me conhecem muito pouco para saber que eu sou loooooooooooooooooooooooouuuuuuuuuuuuuuuca por tranqueiras de cozinha (porém, todas SUPER ÚTEIS!!).

Não compro bolsas, sapatos ou roupas caras, mas sou capaz de comprar facas coloridas, colherinhas para mel, descascadores de nozes de todos os tipos e modelos, com as mais de mil e uma utilidades em uma tacada só!

Por isso eu só poderia ter vindo parar na cozinha! Não daria certo uma advogada com um taillerzinho da Lojas Marisa e um avental de cozinha Vivienne Westwood!

Minha útima aquisição, além de linda(!) é muito útil. Uma das mais úteis que já comprei! Olha essa carinha olhando pra mim: É um recipiente para cozinhar ovos no microondas. Meu filho come, todas as manhãs, 1 ovo mole para seu café da manhã. Só que ele não imagina que o ovo não sai pronto da cloaca da galinha!!! E não tem paciência para esperar a água ferver, o que demora mais em altitude, e nem sempre o ovo fica do jeitinho que a  Vossa Excelência deseja…

Mas com esse novo gadget, tudo ficou bem. Em 3’33” tenho um ovo mole perfeito para os padrões do meu pequeno: clara cozidinha e gema mole. Hummm!

E fui xeretar no site da Jo!e, que é a empresa que fabrica esta fofura e olhem só tudo o que eu encontrei! De enlouquecer! Agora sim viro uma kitchen gadget freak!!

Às colheradas!

Para postar esta dica eu tenho que assumir que assisto aos programas de Rachel Ray!

Ah! Ok. Atirem a primeira pedra!!! Mas vocês se arrependerão quando virem estas lindas colheres que eu a vi usando numa de suas receitas. Essa era de plástico azul, mas o “tchan” da colher era que ficava “pendurada” na panela enquanto ela fazia outras coisas. Aí descobri que é casino online da marca própria da Rachel Ray e se chama Lazy Spoon. E o nosso santo Google encontrou estas aqui que além de tudo são lindas!!!

Agora, se vocês quiserem atirar as colheres em mim, ao invés de pedras, fiquem à vontade. Recebo estas colheradas com o maior prazer!

Los Padrinos – Cidade do Mexico

Domingo sem vontade nenhuma de cozinhar… Se isto se passa com você como aconteceu comigo e está na cidade do México te recomendo o restaurante Los Padrinos que está no Shopping Plaza Duraznos.

Eu tenho uma lista de restaurantes que quero recomendar (ou não!), mas esta surpresa foi tão grata que não perdi muito tempo e aqui estou para escrever sobre este lugar que é da cadeia de restaurantes Tíos, Primos, Sobrinos, e toda a família! Se entitulam comida de barrio que nos explicou o garçom ser uma comida casera, sem firulas e para dividir… Com este nome, logo pensei: ai vem tacos! Mas o cardápio pareceu ser bem mais internacional do que esperávamos.

O bom é que agradou a todos os gostos, sem frescura mesmo, mas um excelente almoço de domingo onde eu queria carne, meu marido hamburguer e meu filho pasta. Se nao fosse lá só imaginaria uma praça de alimantação para esta família!

O servico num domingo as 3.30pm na Cidade do México foi exemplar! Sem complicações e muito atento. Chegamos cedo para poder ver um cineminha depois e acabou que saímos de lá com tempo para sobremesa, café e vitrines!

O hamburguer do meu marido estava no ponto pedido e com todos os seus acompanhamentos à parte: alface, tomate, pepinos em conserva, molho tártaro e um delicioso pão feito na padaria própria deles. E carne veio muito bem temperada!

Para o pequeno pedimos pasta fresca que era um spaghetti al dente, com tomates frescos, mussarela e majeriao, regados com um excelente azeite de oliva! Acompanhado de uma fatia de pão caseiro para passar no molho depois! Ah… pão!

E o meu prato, não foi um super steak. Logo que entrei vi numa mesa um steak tartar que me parecia delicioso. E estava. E garanto aos fãs de plantão da Brasserie Lipp que este tartar estava muito, mas muito melhor! Fresquissimo, servido sobre uma salada de rúcula, sutilmente temperado com azeite trufado e lascas de parmesão acompanhado por baguetes tostadas. Ai Jesus! E as frittes estavam crocantíssimas! Pareciam ate estar empanadas!!!

Quase me esqueço de falar sobre a entrada. Um aguachile de camarão super picante, mas muito saboroso. Devoramos com as tostadas!

O ambiente é bem descontraído, um pouco barulhento, mas todas as mesas estavam ocupadas por familias numerosaas. Não podia ser diferente. Tem uma terraza para fumantes.

Com 2 garrafas de agua mineral e uma limonada nossa conta saiu por MX$ (R$ ). Nada mal!

O restaurante ainda não tem website para dar aquela fussadinha antes de ir. E eu nem tirei fotos. Não imaginaria que escreveria sobre este lugar. Ademais, tudo estava tão delicioso que quando me lembrei, os pratos já estavam vazios! Mas vá e comprove. Aqui estão os detalhes:

Restaurante Los Padrinos

Plaza Duraznos

Bosque de Duraznos, 39

Bosque de Las Lomas

Tel.: 5245-0924

Em tempo: A revista Donde Ir, edição de Aosto recomenda o parente próximo, Primos, como um dos melhores restaurantes da cidade para se comer. E pela descrição tudo é bem parecido.

Uma pausa para o cafezinho

Um espresso muuuuito cremoso!

Que eu sou louca por café muita gente já sabe. Tomo várias xícaras de expresso por dia, de diferentes blends, cafezinho coado, docinhos de café, comidinhas com café. E o melhor de tudo é que eu sou mais poderosa que a cafeína. Nunca deixei de dormir depois de tomar uma xícara de café expresso.

Até estou namorando uma Nespresso City prá colocar na mesinha de cabeceira assim não preciso ir até a cozinha para o primeiro café matinal!

Mas descobri que esta idéia já está ultrapassada já que há no mercado umas maquininhas portáteis! Só preciso de uma bolsa maior!

http://www.thedesignblog.org/entry/mini-nespresso-portable-coffee-machine-for-caffeine-addicts/

http://mypressi.com/

http://www.handpresso.fr/

E que vai uma receita da clássica “pots de creme” utilizando café. Eu sirvo em xícaras de café para dar uma sensação de estar tomando um expresso!

Coffee Pots

Pots de Creme

– 20 ml de café expresso curto e forte

– 450 ml de leite

– 6 colheres de sopa de açúcar

– 225gr de chocolate meio amargo 70% cacau em pedaços

– 2 colheres de chá de baunilha

– 2 colheres de sopa de licor de café

– 7 gemas

– Creme batido para decorar.

Pré aqueça o forno a 160 graus. Coloque 10 xícaras de café, de aproximadamente 100 ml, em uma forma para ir ao forno (esteja seguro de que suas xícaras agüentam a temperatura de 160 graus).

Coloque o café, o leite e o açúcar em uma panela e leve ao fogo médio mexendo sempre. Deixe levantar fervura, mexendo até que o açúcar se dissolva. Retire do fogo e acrescente o chocolate. Mexa até ficar cremoso. Adicione a baunilha e o licor.

Em uma tigela grande bata as gemas. Adicione um pouco do creme de chocolate as gemas para temperar e não cozinhá-las de uma vez.  Junte essa mistura ao creme de chocolate batendo bem até toda a mistura estar homogênea. Passe por um coador e distribua nas xícaras de café. Leve ao forno durante 30 minutos ou até que o creme esteja sólido (teste do palito!).

Retire as xícaras da forma e deixe esfriar. Cubra com plástico aderente e leve para a geladeira por pelo menos 1 hora. Decore com o creme batido e sirva.

Olha a empada aí!

Estou no Brasil. Mais especificamente em São Paulo. E como todo expatriado que põe o pé no seu país depois de uma temporada fora, fui logo em busca de comida.

Estava louca para comer coxinhas, empadinhas, bolinhos de tudo o que é tipo com os mais variados recheios…

E me vi em uma maratona de comer empadinhas (e ganhar alguns quilos na balança)  – louca! Comecei a procurar quais eram as empadinhas do momento, os recheios e os lugares que definitivamente eu deveria visitar.

Comecei pela Ofner, por acaso. Estava de passagem pelo Shopping Ibirapuera para tentar comprar um chip para meu celular pré-pago – que burocracia! – quando vi aqueles quitutes sorrindo prá mim numa vitrine extremamente organizada e recheada das mais deliciosas e lindas empadinhas, coxinhas, risolis, pastéis… Era o Paraíso naquela terça-feira onde tudo parecia dar errado!

Antes de começar minha degustação de empadinhas, comi uma coxinha com catupiry de derreteu na minha boca. Não precisei mastiga-la. Foi morder e glup! Aquele purezinho de batata misturado ao frango bem temperado, sem aquele gosto caracteristico de caldo Knorr presente nas coxinhas de padaria, e a cremosidade do catupiry desceram pela minha guela e alegraram meu dia. Queria mais uma, duas, ou até três!

Mas a atendente da Ofner viu o meu orgasmo frente a vitrine e perguntou se havia muito que e não comia esta coxinha. Rapidamente, para que ela voltasse a trabalhar e me desse outra coxinha, expliquei minha situação de morar fora de São Paulo há mais de 10 anos. Ela, então, gentilmente me ofereceu comer a empadinha. Até então, eu nem pensava nessa maratona empadológica!

Pedi a camarão. Qual foi a minha surpresa! A empadinha de camarão da Ofner é preparada com azeite de dende! Parecia uma moqueca dentro de uma massa muito fininha, saborosa e flaky. A minha perspectiva mudou. Não queria mais comer nenhuma coxinha na minha vida e pensei que talvez fosse essa a minha refeição no corredor da morte. Por alguns segundos estava em transe onde o sabor e o aroma da Bahia vieram a minha mente e me deixaram um tanto nostálgica. Estava realmente feliz por estar de volta a São Paulo.

Foi ai que resolvi experimentar outras empadinhas já que este salgadinho é vendido de docerias a padarias, de quiosques a botecos.

Fui no Rancho da Empada e comprei os mais variados sabores e claro, uma de camarão, para poder comparar. A massa, extremamente quebradiçasequinha é o ponto alto destas empadinhas. Mas os recheios de espinafre e queijo branco e de abóbora também são deliciosos. Mas a de camarão ficou atrás da sua concorrente Ofner. Apesar de ter mais camarões em seu recheio, o sabor do dendê da Ofner é algo muito marcante.

Sem querer, no dia seguinte, me deparei com um outro quiosque de empadinhas: Empada Caipira, no WalMart. Nem de longe – muito menos de perto – as empadas pareciam ser páreo para as suas concorrentes anteriores. Mas como me embrenhei nesta maratona pedi uma de camarão e provei. Mas não o deveria ter feito. Um gosto ransoso e de muita gordura hidrogenada  ficou empregnado no meu céu da boca. Coca-light, por favor!!! Mesmo sendo PLUS! Que para mim, sinceramente não tem nada de diferente além da latinha.

Minha última empadinha de camarão nestes quatro dias comi na padaria da esquina aqui de casa. Que surpresa. Não tinha azeite de dendê, mas a massa era deliciosa, sequinha e seu recheio muito fato. Camarões picados e azeitona com um molho de tomate caseiro. Perguntei pro Seu Gonçalves e ele me disse que sua mulher que prepara. E muito bem!

Na próxima semana vou a Curitiba onde tem a famosa Empada do Caruso. Infelizmente, já vou com o estômago preparado para comer uma empadinha que não me agrada pois sua massa não é tradicional de empada, mas é uma massa folhada. Não sei este segredo, mas vou tentar descobrir e volto prá postar e ver se a minha saudade de comer empadas mudou o meu conceito das empadinhas do Caruso!

Docerias Ofner
Shopping Ibirapuera – Piso Jurupis

Rancho da Empada
Domingos de Morais, 2026
V. Mariana

Empada Caipira
Quiosque WalMart Osasco
Av. dos Autonomistas, 1768

Padaria San Marino
Rua Santa Cruz, 994