Pão sem glúten, sem lactose e com muuuuito sabor!

pão sem gluten 2Pelo menos uma vez por mês, escuto um amigo ou conhecido dizer que está com alergia a lactose, glúten, soja ou… Pois é, alimentação saudável é diversificação. Como já levantei essa bandeira aqui, vamos diminuir o que comemos demais e experimentar novos sabores!!! Então, inspirada em uma amiga muito querida que agora deve  evitar alguns dos itens acima, adaptei uma receita que tinha há muito tempo que é simples demais de fazer. Antes de mais nada é bom explicar que este tipo de pão lembra muito mais um bolo salgado do que o pão francês, porque como já mencionei, o glúten do trigo dá a liga pra massa e sem ele a consistência é bem diferente. Esse até que fica bacana ( a foto ficou boa, né?), vamos a receita:

Ingredientes:

3/4 de xícara de fécula de batata

3/4 de xícara de flocos de quinua

120g de tofu firme  ( de preferência orgânico)

2 ovos caipiras

5 colheres de sopa de azeite de oliva

2 colheres de sopa de semente de girassol

2 colheres de sopa de gergelim ( eu usei o preto pra ficar online casino bonito na foto rsrsrs)

1 colher de chá de sal

1 colher de sopa bem cheia de fermento em pó.

Modo de Fazer:

Bata no liquidificador o tofu, azeite, ovos e sal até virar uma maionese ( ops, outra receita, basta acrescentar uma erva e você tem um patê super gostoso). A parte, misture a farinha, flocos,  gergelim, semente de girassol e fermento. Junte as duas misturas, vira uma espécie de pasta coloque em uma assadeira de bolo inglês ou como fiz,  em forminhas para cupcake ( super em moda hoje em dia). Asse em forno pré-aquecido de 180° por aproximadamente 30 minutos ( depende do seu forno) e deleite-se, não sem lactose rsrsrs!

Até a próxima!

 

 

O Sexo e a Cozinha – Hummmmmm!

sex and theDepois que entrei para o mundo da gastronomia conheci muita gente interessante. Na sua maioria ex-alguma coisa que um dia se encheu da vida corporativa e foi seguir o rumo das panelas. São várias histórias, algumas bem similares à minha outras nem tanto.

Tem gente que abandonou a profissão tem outros que foram abandonados! Depois de muito insistir não teve jeito; a gastronomia era o caminho a seguir.

Mas nem todos acabam atrás de um fogão!

Alessander Guerra, blogueiro do Cuecas na Cozinha é um exemplo disso. Ele criou o blog, escreveu o livro Escola de Maridos e Afins – Ed. Cooklovers, para auxiliar homens não muito talentosos com receitas fáceis e agora lança seu novo livro “Sex and The Kitchen – O Sexo e a Cozinha” – Ed. Melhoramentos

O livro fala da história de  um casal que se une pela gastronomia! Vejam só este trechinho que roubei do Ale (com autorização, claro!):

“G ficou ensandecido. Sentir aquilo, vê-la e enxergar nos olhos dela o profundo desejo de provar até a última gota da calda, servida em lugar mais do que apropriado, segundo seu ponto de vista, foi uma sensação quase orgástica.”
Jantar das Arábias.

Recheado de receitas maravilhosas de chefes convidados o livro é prazer do começo ao fim! Na página oficial do Facebook também tem a trilha sonora do casal! Amei!!

“Havia muita vontade, muito desejo pairando no ar. (…) A seleção musical, que tanto os inspirou até o momento, levando-os inclusive a um delicioso e excitante sexo, já havia acabado. Agora ‘All I Want is You’ [U2 – Rattle and Hum] teria para sempre outro significado em suas vidas.” (Trecho do capítulo “Às vezes transamos rock, às vezes transamos blues”

Agora se tudo isso não te animou, veja a receita que postamos abaixo. Quente e frio… Macio e crocante… Doce e azedo… Ui! De arrepiar!

 

 

Apple Crumble Pie (para 8 tortas individuais)

2 kg de maçã verde
200 g de açúcar
9 g de canela em pau
90 g de manteiga sem sal
2 ml de suco de limão
150 g de manteiga
150 g de farinha de trigo
150 g de farinha de amêndoa
75 g de açúcar
60 g de amêndoa laminada
sorvete de creme
Descasque as maçãs, retire as sementes e pique em cubos de tamanho médio.
Polvilhe o açúcar, junte a canela e deixe repousar por cerca de 2horas.
Em uma panela, derreta a manteiga, acrescente o suco de limão e a maçã e cozinhe até que esteja macia. Reserve.
Em um recipiente grande, misture a manteiga, as farinhas de trigo e de amêndoa, o açúcar e, por último, a amêndoa laminada.
Coloque o recheio de maçã nos ramequins até um pouco acima dametade. Complete com o crumble, cobrindo toda a superfície e formando pequenas bolinhas com o auxílio das mãos. Leve ao forno a180°C por cerca de 15 minutos, para dourar a superfície e aquecer o recheio. Sirva a torta quente com uma bola de sorvete de creme por cima.

Novidade em São Paulo e receita de bolo das arábias…

Bolo das arábias

Romã Armazém GourmetHoje é um dia muito especial para minha amiga e parceira aqui no blog, Patrícia Lopes. Sem divulgar ainda, ela hoje abre as portas de seu mais novo empreendimento, o Romã Armazém Gourmet.

Quem mora em São Paulo, agora tem à mão a facilidade de poder preparar um jantar gourmet, sem muito esforço. Pois pode achar tudo o que precisa no Romã. Lá, diariamente, ela oferecerá opções de pratos gourmets prontos, embalados à vácuo. Isso, além de entradas, sobremesas, bons vinhos, outras gourmadises… Eu provei alguns, como o arroz de pato, e me apaixonei!

O Armazém fica à Rua Doutor Virgilio de Carvalho Pinto, 57, em Pinheiros, São Paulo.

Não é comum a gente divulgar nada aqui no blog, mas não podia deixar passar em branco. Tinha que dar dar esta nota em primeira mão para vocês que nos acompanham com tanto carinho (me defendam, pois a Pati queria ficar quietinha…).

Pati, com certeza seu negócio será um sucesso, pois é feito com dedicação e amor!

Bem, para completar o post, escrevo aqui uma receita de um bolo simples, mas especial que fiz para presentear uma amiga.

Bolo das arábiasReceita de Bolo das arábias: Bolo de Iogurte com Pistache e Calda de Água de Rosas  

Para o Bolo:

– 1 pote de 170 ml de iogurte

– a mesma medida de óleo

– 3 ovos

– 1 e 1/2 xícaras de açúcar

–  2 xícaras de farinha de trigo

– 1 colher (sopa) de fermento em pó

– 1 xícara de xerém de pistache (pistache, sem casca e sem sal quebrado pequeno)

Para a calda:

– 250g de açúcar de confeiteiro

– 3 colheres (sopa) de suco de laranja

– 1 colher (sopa) de suco de limão

– 1 colher (sopa) de água de rosas

Modo de preparo:

1- Aquecer o forno a 180 graus

2- Bater os 4 primeiros ingredientes no liquidificador. Reservar.

3- Peneirar a farinha e fermento e misturar o pistache.

4- Acrescentar o líquido à parte seca, misturando levemente até incorporar tudo.

5- Colocar em forma untada e enfarinhada. Assar em forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos ou até que esteja firme e dourado. Faça o teste do palito.

6- Depois que esfriar, desenformar para colocar a calda.

Detalhe calda no bolo7- Para a calda: levar ao fogo todos os ingredientes, exceto suco de limão, amolecer o açúcar. O resultado deve ser esbranquiçado, mas fluido. Não deixar virar calda transparente mesmo. Se isso acontecer, colocar mais açúcar. Acrescentar o limão no final do preparo. Virar a calda ainda quente sobre o bolo, que fica super macio e molhadinho!

Delicie-se!

Nota: A água de rosas é um ingrediente muito comum na culinária árabe, turca… mas é muito marcante e forte. Cuidado em sua utilização, se você não tem o hábito de utilizá-la, colocar apenas 1/2 colher de sopa e testar o sabor. 

Halloween?? Não! Comida de rua na China

Precisa ter estômago… E tinha! De boi e de porco!



Esta feira de rua que encontramos por acaso próximo ao calçadão de Wangjuging, em Beijing foi um grande achado. Nosso primeiro dia e saímos ra procurar um restaurante. Estávamos famintos… E de cara nos deparamos com cobras, lagartos e aranhas! É… a fome não era tanta assim! Juro que amarelei. Na verdade, não vimos ninguém comendo. Nem turista, nem chinês. Achei mesmo que poderia ser uma pegadinha. Mas num lugar onde a comida é super respeitada e se come de tudo, como aquela montanha de insetos estaria ali só para fazer uma graça?? A resposta eu não sei. Só sei que passei direto pelos escorpiões e lacraias e fui encarar algo mais light, diet! AInda se eu fosse paga para comer tudo isso… Agora entendo os programas de culinária exótica da TV.  E não me sentia tão culpada. Já tinha encarado sapo e bucho de peixe!

 

A comida de rua na China é muito popular. E barata! Não são barraquinhas como nesta feira, mas pequenas lojinhas espremidas umas contras as outras e vendendo basicamente noodles e dumplings*. E estão sempre lotadas. Não dá para usar a teoria de que a que está cheia é a melhor. Todas estão! Sendo assim encontramos um balcão apinhado de gente e foi aí que comemos o nosso primeiro prato de xiao long bao. Cena bizarra! Mímicas, risadinhas e apontar para o prato do vizinho foi a nossa saída! E descobrir que eu mesma deveria me servir de uma sopa, uma espécie de mingau de nbso um latão gigante onde borbulhavam grãos de milho! Como é bom não falar a língua! Novas descobertas todos os dias!

 

Noodles também estão como a comida de rua muito popular. Você compra a tua tigela e sai feliz comendo aquele macarrão fumegante pelas ruas frias da cidade. Muito bom! 

 

Xiao long bao é um dumpling muito característico de Shanghai, por isso, lá fomos encontrar a melhor barraca da cidade – ou de toda a China, como se orgulham os proprietários! Só consegui encontrar a tal casinha pelo tamanho da fila! Um Bacio de Latte® em Shanghai, se é que vocês me entendem!?! O balcão que vende a iguaria não é maior que 30 cm. Mas o negócio cresceu tanto que você tem a opção de sentar no restaurante que tem 3 andares. No 1º andar você tem a opção de sentar mas não de escolher o que quer comer! Eles te oferecem o que está disponível. No 2º andar você já pode escolher mas de um cardápio mais restrito. E o 3º andar e mais disputado, aí sim! Todas as delícias de um verdadeiro banquete! Mas como sempre menos é mais, a tigelinha da rua faz tanto sucesso quanto. O importate era se deliciar com essas massinhas cozidas no vapor recheadas de uma deliciosa carne de porco ou caranguejo e um consome delicado e surpreendende lá dentro. Cada trouxinha traz a surpresa de ter uma sopinha dentro. Lindo, delicioso e inusitado! 

 

Valeu a espera e ter passado reto pelos insetos. Deixo estes para o pessoal da TV!

 

 

*Aqui uso o termo genérico das massinhas cozidas. Mas na culinária oriental, cada dumpling tem seu nome próprio. Mais ou menos como o macarrão na Itália!

 

Desta vez o Memórias foi parar no Encontro Gourmet

Evento Gourmet

Eu estou falando a verdade quando peço umas horas extras nos dias de 24 horas!!! Eu juro que o candidato que conseguisse fazer isso ganharia meu voto nas próximas eleições!

Evento GourmetOs dias estão curtos para tantas atividades. Conciliar a vida profissional com a pessoal está uma tarefa difícil, mas deliciosa! Depois do super evento de piquenique a quatro mãos e do Hangout do Google+ O Memórias Gastronômicas foi parar no 1º Encontro Gourmet Nacional de FoodBloggers. E o evento foi o máximo!  A organização estava impecável e todos os workshops e palestras muito bem apresentados. Além da oportunidade de reencontrar pessoas maravilhosas que não via há muito tempo e que me fizeram lembrar de um tempo maravilhoso do início da minha caminhada gastronômica!…

Mas nostalgia à parte foi muito bacana conhecer tanta gente como nós interessada na boa mesa, no futuro da gastronomia e nos modismos que ora vemos no “mundo gourmet”. E o mais incrível de tudo isso foi receber o apoio de grandes marcas apostando nos novos talentos e novas tendências. Será isso um reflexo do mercado? Não importa! O importante é ser acreditado e ver que é possível realizar um sonho!

Deixo aqui um link com a deliciosa receita de Fricasse de Legumes a moda Thai que foi preparado pelo pessoal da UTILPLAST!

E que venha o próximo! E vamos torcer para termos um fim de semana inteiro de Encontro Gourmet! 1 dia mais não basta. A não ser que ele tenha um pouco mais de 24 horas!

Foto: Maria de Lourdes Ruiz

Alimentando corpo e alma – receita de bolo de maçã e livros que vieram de longe

Bolo de maçã

Amor em pedaços e Papel manteiga - Livros que alimentam a almaEm meio a tanta correria, às vezes não sobra tempo para respirar fundo, sentar na rede, ler um livro… com filho pequeno então… é só você sentar que escuta “o chamado”: manhêêê!!!!!

Há umas semana estava meio – melhor dizendo, completamente – assim… até que tocaram a campanhia… DIN DON…. O quê? Correios? Sedex para mim? OBA!!!!

Quando aparece o moço do sedex aqui em casa, pode saber que é coisa  boa chegando de BH…

Virei criança novamente, abri a caixa, vi que a maioria das coisas era para a minha filhota, afinal avó é avó coruja e ponto! Mas lá no fundinho, tinha um pacotinho com meu nome.. oba! Presente fora de hora!

Ao abrir, verifiquei que eram 2 livros pequenos no tamanho mas enormes no  conteúdo. AMEI!

Na hora já coloquei um na bolsa e comecei a minha saga: qualquer paradinha, vale para uma leiturinha… Fica a dica:o primeiro permeia o mundo culinário, o outro tem como tema principal o amor, mas na prática ámbos tratam de relações humanas. Deliciosos! Detalhes dos livros lá embaixo, depois da receita.

Gostei tanto que resolvi dividir com vocês!

E já que estava no clima leitura, resolvi testar uma receita de um bolo de maçã que uma amiga me deu. Ela é proprietária de uma loja de alimentação natural Parada Saudável e por isso o bolo é mais que saudável!

Fiz para o lanche  aqui em casa,  na escola e como fez o maior sucesso já fiz também outras variações, como com morango (acrescentei um pouquinho de açúcar nesta opção – ficou divino tb!). Vamos à receita:

Bolo de maçãReceita de bolo de maçã super saudávelnotas da própria Val!

– 2 e ¼ xíc de farinha de trigo ( faça uma mistura que seja ½ branca e ½ integral)

– ½ xic de uvas passas brancas

– 6 colheres de sopa de água

– 450g de maçãs cortadas em cubos sem casca (4 grandes ou 5 médias, nunca pesei, acho que sempre passou um pouquinho… / já fiz com todas as qualidades de maçãs, eu gostei mais da fuji e depois da gala).

– 1 colher de chá de canela

– 1 colher de chá de sal

– 1 colher de chá de cremor tártaro (nota da letícia: serve para ajudar na liga e maciez do bolo, como estava sem, não usei, mas fica melhor com…)

– 1 e ½ colher de chá de bicarbonato

– 1 e ½ colher de chá de fermento em pó

– raspas da casca de 1 limão

– ¾ de xic de açúcar mascavo (nota da letícia: sempre aperte o açúcar mascavo para medir)

– 3 ovos pequenos

– ½ xic e 2 colheres de sopa de óleo de girassol

Modo de preparo:

1- Leve as passas com água para ferver. Desligar e deixar descansar.

2- Bata no liquidificador o óleo e o açúcar. Acrescente os ovos e bata mais um pouco.

3- Passe os ingredientes secos na peneira. Misture o líquido e o sólido.

4- Acrescente a maçã, as raspas e as passas ( espremidas para tirar o excesso de água).

5- Colocar em 2 duas formas de bolo inglês ou em 14 forminhas individuais (depende do tamanho)

6- Levar ao forno preaquecido (estranhas estas novas regras…tenho que me acostumar a elas) a 180 graus.

Os livros:

Papel manteiga – para embrulhar segredos – cartas culinárias. Autora: Cristiane Lisbôa, ed. Memória Visual

Amor em pedaços. Autora: Renata Feldman, ed. Asa de Papel… que loucura: acabei de ver nos agradecimentos o nome de uma amiga minha! Este mundo é pequeno mesmo!!!

Resultado do sorteio – Presente para o Dia das Mães!

kit picnic

kit picnicPessoal, adoramos esta promo! Ela começou devagarzinho, como muitas visitas, mas poucos corajosos que colocaram a sua mensagem, mas aos pouquinhos, todos foram se contaminando com as lindas declarações. Foi uma delícia ler cada uma! Tenho certeza que cada mãe homenageada ficou super orgulhosa e satisfeita com tanto carinho!

Como prometido, acabamos de fazer o sorteio para que o presente possa chegar a tempo deste dia tão especial.

E a vencedora foi… número 18 – Mariana!

Sorteio 2

Parabéns!!!! Vamos entrar em contato ainda hoje por email para pegarmos os dados para entrega! Tudo já está sendo feito com muito capricho. Espero que goste!

Muito obrigada a todos que participaram!

Repetindo a lista com os números abaixo:

1              Clarisse Rosas

2              Marilia Paes

3              Marilia Paes

4              Maria Juliana Sampaio

5              Maria Juliana Sampaio

6              Raquel Vidigal

7              Raquel Vidigal

8              Beth Bastos

9              Beth Bastos

10             Ana Dalbó

11             André Amorim

12             André Amorim

13             André Amorim

14             Elena

15             Elena

16             Silvy

17             Silvy

18             Mariana

19             Mariana

20             Leticia Vidigal

21             Valeria Rúbio

22         Valeria Rúbio

Hasta luego!

Lançamento Livro Lula Chef

Lançamento Livro Lula Chef“A vida é arte do encontro / Embora haja tanto desencontro pela vida…” (Vinicius de Moraes, Samba da Benção)

Comecei este post citando um pedacinho da letra de uma música que me fascina, pois acho que ela caiu como uma luva para resumir estes dias que passei no México. 

Foi uma viagem que saiu bastante do planejado, mas só me surpreendeu. A começar pela oportunidade de estar com amigos tão especiais, mesmo com os passeios cancelados porque minha filhota ficou doente.  Estar com amigos é bom em qualquer lugar e em qualquer situação, sempre.

Essa viagem também foi sensacional porque a turma que escreve o blog (eu e a Pati) pode estar junta geograficamente e dividir ao vivo várias idéias sobre o que mais gostamos de fazer: cozinhar!

Ops! Outra nota: Quando os amigos são seus parceiros de trabalho, melhor ainda!

Finalmente (e vocês devem estar se perguntando o que tem a ver com tanto blá, blá, blá…), nesta viagem, tive a oportunidade de reencontrar outra pessoa querida que há muito não via com calma. Sabíamos notícias uma da outra, mas há tempos não tínhamos oportunidade de bater papo, jogar conversa fora…

E este encontro também surpreendeu, pois, além do prazer de vê-la feliz e de um almoço “tranquilo” com as crianças (ok, com criança, esta não é a descrição mais correta… talvez, relax…), ela nos presenteou com um convite para irmos ao lançamento do livro de culinária da Chef Lula (nenhuma ligação com o presidente… rsrsrs), que faz culinária mexicana contemporânea da mais alta qualidade.

É óbvio que adoramos, né?

Quando chegar em casa, vou fazer algumas das receitas que estão no livro e divido com vocês. Posso adiantar que o que provei estava delicioso. E o livro, lindo e super didático! Um detalhe que adorei e que facilita muito a vida de quem quer fazer bonito, mas não tem muito tempo – ou paciência – de montar cardápios é que ela já dá a sugestão de alguns menus, com entrada, prato principal e sobremesa. Delícia!Livro LulaChef

Fica a dica em primeira mão e a saudade com gostinho de quero mais!

Pati, Patrics e Lu, muchas gracias!!!

Lulachef – Mexico Comtempo

Lula – Else Martín del Campo

Fotografia: Ignacio Urquiza e Zony Maya

Editora Anyma

www.edicionesanyma.com

Finalmente!

Kit promoção

Kit promoçãoFinalmente o kit da promoção chegou às mãos de quem de direito!

Demorou um pouquinho porque, como a sorteada era de BH, combinamos que, ao invés de enviar o kit pelo correio, ela receberia no final de março quando tinha alguém indo de Curitiba. Com isso, a demora foi recompensada com guloseimas que jamais chegariam intactas pelo correio.

Para deixar todo mundo com água na boca, o kit oferecido pela Dorothy Pot continha ao total 50 itens para comemorar os 50 posts, divididos assim:

– 12 Biscoitinhos de Limão com Pistache

– 12 Quadradinhos Mágicos (nozes, coco e chocolate)

– 6 Pop Cakes

– 10 Brigadeiros especiais com chocolate belga

– 5 Copinhos de Chocolate Branco, Ganache e Cereja

– 5 Copinhos de Chocolate Amargo e Damasco (que não apareceu na foto pois estava embaixo de tudo…)

Quel, espero que tenha gostado. Foi feito com muito carinho.

E para não perdermos o costume,  segue uma receitinha rápida: Kit e a ganhadora

Receita de Pop Cake

– Utilize a receita de bolo de sua preferência. Eu usei a receita do bolo de iogurte, que já pus aqui no Blog (só retirei as frutas vermelhas e acrescente 1 xícara de castanhas). Outra opção é aproveitar, bolos que você já tenha pronto.

– 1 receita de brigadeiro mole (apenas atenção para retirar a massa de brigadeiro antes do fogo)

– 500g de chocolate meio amargo para cobrir

– 20g de chocolate em pó para finalizar

Modo de Preparo:

Esfarelar o bolo e misturar com o brigadeiro mole, fazendo uma massa homogênea. Fazer bolinhas do tamanho que quiser utilizar. Eu gosto de fazer com cerca de 2,5 cm de diâmetro.

Picar o chocolate da cobertura. Levar metade ao microndas em potencia média por 1 minuto para derreter. Retirá-lo e misturar com uma espátula. Se estiver todo derretido, acrescentar a outra metade e misturar até derretê-la com o próprio calor da parte que já estava na vasilha. Caso seja necessário, leve por mais 30 segundos ao microndas.

Com o chocolate todo derretido e com a ajuda de um garfo, levar as bolinhas, uma a uma ao chocolate e glaçá-las, cobrido-as por completo. Deixar escorrer um pouco e colocá-las para secar sobre papel manteiga ou siplat. Deixar em ambiente arejado, mas longe de umidade. Se estiver calor, levar a geladeira. Jamais ao freezer.

Salpicar o chocolate em pó sobre as bolinhas para finalizar (ou utilizar a decoração mais adequada ao evento). Está pronto!

* Esta receita faz um super sucesso com a garotada, tanto na hora de cozinhar como na hora de comer!

Deliciem-se!