Festa de 1 ano?!?!?!

Bolo de MargaridaMais uma vez paguei língua neste universo da maternidade! Sempre falei que não faria festa de um ano para filho meu, que isso é gastar dinheiro à toa etc…E, é claro, acabo de comemorar o aniversário de um ano da minha filhota! E para piorar (ou melhorar…), eu recomendo!!! Ela se divertiu horrores! Eu sei, eu sei, muitos devem estar pensando: azar o seu! O que isso tem a ver com o blog? A resposta é: a festa teve tudo a ver com o blog!

Resolvi que faria uma festinha caseira, bem no estilo das festinhas de quando eu era criança. Envolvi a família toda. Todo mundo teve participação: receitas, mão na massa para fazer salgadinhos, docinhos, enfeites etc! Por isso saí um pouco do ar nestes últimos dias. Mas agora vamos ao resultado… (pena que vocês não podem provar as fotos, mas meus quilos a mais podem provar que estava tudo muito maravilhoso!)

Quer fazer uma festinha de criança? Você não precisa fazer tudo, mas dá um prazer danado ver todo mundo elogiando suas maluquices…  ; ) Experimente!

Sugestão de cardápio (para umas 20 pessoas):

Salgados:  Pipoca, Cachorro-quente, Coxinha de frango, Mini quibe assado

Doces: Brigadeiro tradicional e com bolinhas crocantes, Brigadeiro branco com côco e com castanha de caju,  Canudinho, Cocadinha mole,  Cajuzinho no copinho, Goiabada com queijo no copinho, Bolo de Margarida

Receitas  (vou colocá-las aos pouquinhos para não cansar ninguém! Começamos pelas salgadas:

– Pipoca foi a de microondas (escrevi certo? – essa nova regra está me matando…) mesmo. Só pus em pacotinhos pequenos para ficar mais charmosa.

– Vou pular a receita do cachorro-quente. Se alguém tiver dúvida, eu tiro, ok? Ah! Dica: enrole o pão em quadradinhos de papel manteiga para levar à mesa.

Coxinha de frango – (cerca de 60 unidades)

– 1 peito de frango grande

– água para cozinhar o frango

– 1 cebola

– 2 tomates

– 1 cenoura

-1 talo de salsão

– alho, sal a gosto

– 1 punhado de salsinha picada

– 1/2 kilo de farinha de trigo

– 2 claras de ovo

– farinha de rosca para empanar

Modo de Preparo:

Temperar o frango com o sal, alho, deixar marinar por 1 hora. Picar a cebola, cenoura, salsão e o tomate bem picadinho. Na panela de pressão refogar o frango, acrescentar os legumes, refogar por mais 1 minuto, colocar água o suficiente para cozinhar o frango na pressão (normalmente não cozinho na pressão, mas fica mais fácil para desfiar… na correria, vale a pena). Quando estiver cozido, tirar o frango, desfiar. Acrescentar a salsinha picada e corrigir o sal, se necessário. Reservar.

  O resto do caldo, peneirar, medir e levar ao fogo novamente. Completar com água (se necessário) para ter o mesmo volume de caldo que de farinha – (1/2kg de farinha = 5 xícaras de caldo). Quando começar a levantar bolhas, desligar, acrescentar a farinha, misturando para não ficar com grumos (bolinhas de farinha). Virar a massa em uma mesa e amassar até ficar bem lisa. Fazer bolinhas pequenas e, com o dedo,  uma cavidade; colocar o recheio (que deve estar bem sequinho), modelar, puxando a massa com todos os dedos da mão, para fazer o formato de coxinha. Reservar. Após modelar tudo, passar as coxinhas na clara e em seguida na farinha de rosca. Fritar em óleo bem quente. Retirar com uma escumadeira e colocar em prato com folha de papel toalha. 

Mini quibe assado

– 1 kg de trigo

– 700g de carne moída

– 100 g de farinha de mandioca

– 1 colher de sopa de canela moída

– sal a gosto (coloquei uma colher de sopa)

– pimenta a gosto

– 1 cebola

– 2 dentes de alho

– 1 punhado de hortelã

Modo de preparo:

Deixar o trigo de molho em água até amolecer o grão. Escorrer a água restante e espremer com a mão os grãos para retirar o excesso de água. Reservar. Triturar todos os temperos. Misturar todos os ingredientes (trigo, carne, temperos e farinha) até a massa ficar bem homogênea. Corrigir o sal, se necessário. Modelar os kibes do tamanho desejado (eu fiz com cerca de 3 cm), colocar em uma formar untada com azeite e colocar para assar em forno pré-aquecido a 180 graus. Pode pré-assar e, na hora da festa, só finalizar.

Nota: a farinha de mandioca serve para não rachar o quibe.

Nota 2: estas receitas são de uma quituteira de mão cheia, a Ana. Muito obrigada pela ajuda e carinho!

No próximo post, coloco as receitas dos docinhos e do bolo… aguardem!