Os Sonhos da Vovó Nhá

Sonho, Bolinho de Chuva

Tempinho frio, chuvinha… isso dá vontade de ficar em casa, em baixo de um cobertor, comendo uma coisa bem gostosa, né? E foi bem em um dia destes que me peguei fazendo uma receita que lembra muito a minha infância. Não só a minha, mas da minha mãe,  tios e provavelmente a sua também!

Imagine uma família com 15 (isso mesmo, quinze!) filhos, em uma época que não se tinha televisão, video games ou qualquer coisa que o valha para a distração geral.

Imagine agora uma fazenda, um fogão à lenha funcionando a todo vapor e um enorme banco de madeira repleto de crianças calmas e quietinhas…

Como isso era possível? Apenas com os sonhos da vovó Nhá!

Não, não é imaginação não. Era e é real. Desde de nova, lembro-me da minha mãe fazendo estas delícias e contando-nos esta história. E, hoje, quando bate a saudade de tempos que não voltam mais, pego-me fazendo esta receita.

Como você pode ver na foto, ele se parece muito com os famosos bolinhos de chuva. Mas esta massa é cozida… na verdade muito próxima a de um profiteroles (tema de outro post que colocar em breve), porém este último é assado. Pois bem, a receita que passou de geração para geração, escrevo aqui com muito carinho, entre uma mordida e outra…

Ingredientes: 

– 3 xíc. de água

– 2 col. (sopa) de manteiga com sal

– 1 col. (sopa) de açucar refinado

– 3 xíc. de farinha de trigo

– 1 col. (sobremesa) rasa de fermento em pó

– 4 ovos

Modo de Preparo:

 Colocar  em uma panela a água, manteiga e o açúcar. Quando começar a ferver, colocar a farinha de uma só vez e mexer com uma colher de pau, até absorver toda a água e formar um angu de consistência, tipo massa de coxinha. 

Deixar amornar, colocar a massa cozida na batedeira e quebrar os ovos, adicionando 1 a 1, até formar uma massa de consistência meio mole . Acrescentar o fermento em pó.

Fritar a massa, às colheradas, em óleo não muito quente.  Deixar escorrer em papel  toalha e se quiser , colocar no açúcar com canela.

Nota: se quiser, faça uma calda de chocolate ou baunilha para acompanhar.