Receita Centenária: Puchero da Bisa Candú

No último dia 16 de setembro minha avó completaria 100 anos. A Bisa Candú, como era conhecida na família foi uma mulher muito dura. 

Não tenho a imagem da avó carinhosa e doce, mas de alguém que sofreu muito na sua vida e lutou para criar 5 filhos sozinha, pois meu avó estava sempre viajando… As lembranças que tenho é de que não nos era permitido muito quando estávamos em sua casa… Nada de doces, nada muita tv, dormir cedo… Definitivamente a casa da Bisa não era um lugar onde queríamos passar as férias!!

Mas com o tempo fui aprendendo a lidar com minha avó e entender o seu jeito de ser. Entender que o que ela nunca teve na vida não podia nos dar. Sinto muito que isto tenha sido tão tarde. As coisas na vida são sempre assim… Mas antes tarde do que nunca, tive tempo de viver alguns momentos especiais.

Foi com ela que aprendi a comer uma saladinha de beterraba, cebola roxa, salsinha e limão, um omelete de vagem manteiga delicioso e o maior legado que ela poderia ter me deixado: Puchero Gallego.

Infelizmente não existe um caderno de receitas da Bisa, pois minha avó mal sabia escrever o seu nome. Mas as memórias que tenho deste prato são mais valiosas que qualquer pergaminho. E é assim que eu imagino como minha querida avó teria preparado este prato!

Bisa, se ainda não for muito tarde, eu te amo e sinto sua falta!

 

Puchero Gallego da Bisa Candú (Serve 4)

 

500 gr de grão-de-bico (eu uso já cozido, mas se você for cozinhar, siga as instruções do pacote e não esqueça de tirar a casquinha!)

2 colheres de sopa de azeite de oliva

1 cebola pequena picada

2 dentes de alho picados

1 paio  cortado em rodelas

2 linguiças calabresa cortadas em rodela 

2 coxas de frango sem pele

2 sobrecoxas de frango sem pele (minha avó fazia com pé de galinha e pescoço!!!!!)

3 tomates maduros sem pele nem sementes picados (eu uso 1 lata de tomati pelatti)

2 cenouras pequenas cortadas em rodelas

2 batatas pequenas cortadas em cubos

1 salsão cortado em pedaços pequenos

300 ml caldo de frango

sal e pimenta do reino, o quanto baste

Salsinha picada

 

Aqueça o azeite em uma panela e frite a cebola e o alho até dourar, Acrescenteo paio, a linguiça e deixe fritar a fogo médio. Se soltar muita gordura, escorra. Acrescente o frango e doure. Junte os tomates, as cenouras, as batatas e o salsão. Deixe refogar por uns 3 minutos sem mexer para não romper as carnes. Acrescente o caldo de frango e  a salsinha picada. Tempere com sal e a pimenta a gosto. Tampe a panela e cozinhe por 15 minutos. Junte o grão-de-bico e deixe cozinhar a fogo baixo por mais 10 minutos. Sirva quente, como uma sopa.

Dica de menu fácil e delicioso

frango com tangerina

frango com tangerina Uma coisa que tem me dado muito prazer ultimamente é juntar um grupo de amigos que estão a fim de cozinhar e dividir o pouco que conheço deste universo.

São sempre encontro super agradáveis e saborosos!!!!

Este último foi uma turma que queria aprender o be-a-bá, mas com um toque especial. Apelidamos o grupo do “Adeus ao caldo Knorr” – nada contra, mas dá pra evitar, né?

Receitas práticas e gostosas. Então, aproveitei algumas receita que já havia feito para o blog e outras novas… Faça você também!

Saladinha de cenoura e cominho: esta receita está aqui no blog 

Frango ao molho de Tangerinas. (serve de 4 pessoas) 

 – 4 Filés de frango partidos em escalopes.
– 2 xícaras de suco de tangerina

– 1 colher (sopa) de farinha de trigo

– 1 dente de alho espremido

– 1 colher de chá de páprica

– 1 colher de sopa de sálvia seca

– raspinhas da casca de 2 tangerinas

– sal e pimenta à gosto

– 8 gomos de tangerina para enfeitar

Modo de Preparo:

1- Temperar o frango com alho, sal, pimenta e sálvia. Deixar marinar por 15 minutos.

2- Dourar o frango em panela com óleo quente. Acrescentar a farinha de trigo, o suco de tangerina e demais ingredientes (exceto raspas e gomos). Deixar levantar fervura e encorpar o caldo. Acrescentar as raspas e gomos e servir imediatamente.


Batatas gratinadas ao forno (serve 4 pessoas)

 – 4 batatas médias

– 2 colheres de manteiga ou 6 colheres de azeite

– ramos de alecrim ou sálvia

– Sal grosso e pimenta do reino

 Modo de Preparo:

1- Descascar as batatas e partí-las em rodelas finas. Cozinhá-las rapidamente para ficarem ao dente. Dar um choque em água gelada para cessar cozimento e escorrê-las.

2- Em um tabuleiro untado com a manteiga ou azeite,  dispor as batatas e regá-las com manteiga ou azeite também.

3- Salpicar sal e pimenta do reino e assar em forno médio, virando-as de lado até dourarem.

 

Arroz com amêndoas (serve 4 pessoas)

– 2 xícaras de arroz

– 4 xícaras de água morna

– ¾ xícara de amêndoas em lâminas

– 2 dentes de alho espremido

– ¼ de cebola média picada miúda

– 1 colher (chá) sal

– fio de azeite ou 2 colheres de manteiga – opcional

 Modo de Preparo:

1-      Em uma panela com o óleo, em fogo médio, refogar a cebola até ficar ficar transparente. Acrescentar o alho, sal e a água. Quando levantar fervura, acrescentar o arroz. Abaixar o fogo, tampar parcialmente a panela e deixar cozinhar até secar. Provar e verificar tempero e textura. Se necessário, acrescentar mais água.

2-      Desligar a panela. Em uma frigideira com azeite (ou manteiga), refogar as amêndoas e acrescentar o arroz – Se não quiser acrescentar a manteiga, apenas tostar rapidamente as amêndoas e acrescentar o arroz). Misturar e servir imediatamente.

Bolo de Cenoura com mix de castanhas – também está aqui no blog. Confira!

A grama do vizinho é sempre mais verde. Ou não!

Fui visistar uma amiga que não via faz muito tempo. Eu a conheço faz uns 10 anos e coincidentemente ela veio morar aqui na Cidade do México.

Combinei de passar na sua casa para um bate papo e um café. Algo rápido pois nossas agendas estavam lotadas, mas sempre há espaço para uma boa amizade. Quando cheguei na sua casa, entendi porque a agenda dela estava tão lotada. A danada me preparou um café da tarde maravilhoso, com bolinhos, biscoitinhos, frutas e tudo mais que um bom café entre amigas deve ter. Pena não ter minha máquina fotográfica para poder mostrar aqui que banquete!

Mas descobri conversando depois que nada daquilo ela tinha preparado, exceto um pãozinho de batata que ela diz ser a única guloseima que ela sabe fazer! E que pão de batata. Me lembrou muito os meus tempos de PwC quando eu tomava meu café da manhã antes de entrar para o trabalho num cafezinho ali na Rua Araújo (santo Google Street!!!!) e onde tinha o melhor pão de batata da cidade!

E claro que pedi a receita e os detalhes para uma massa tão fofinha. Mas minha amiga é tão leiga na cozinha que me disse que não fazia nada além do que estava escrito no papel! E assim eu fiz!

Saí da sua casa e fui direto para o supermercado comprar o cream cheese para rechear os pãezinhos que me faziam salivar pelo caminho.

E tenho que confessar que os meus ficaram ainda melhores que os dela. Acho que melhores até que os que eu comia na minha juventude! Talvez eu tenha amadurecido e também o meu paladar…

Em tempo: Minha fotos não ficaram das melhores. Mas, com medo de acabarem os pãezinhos, postei as únicas que consegui tirar!!!!

Pão de Batata Recheado com Queijo Cremoso (20 pãezinhos médios)

250 ml de leite morno

50 gr de manteiga

50 gr de açucar

20 gr de fermento biológico instântaneo

170 gr de batatas cozidas e amassadas

aproximadamente 480 gr de farinha de trigo *

5 gr de sal

1 barra de queijo cremoso (190gr)

Gema de 1 ovo para envernizar

*NOTA: coloco aqui a quantidade de farinha aproximada pois dependendo do tipo de batata que você usar vai necessitar mais ou menos quantidade de farinha de trigo. Algumas batatas absorvem mais a água do cozimento e neste caso usará mais farinha. A receita original dizia 430 gr de farinha que para mim não funcioneou. Usei 460 gr.

Na tijela grande da batedeira coloque o leite morno, a manteiga, o açucar e o fermento e misture em velocidade média por 1 minuto. Acrescente a batata e misture por mais 30 segundos. Coloque o gancho para fazer pão na batedeira. Acrescente o sal e a farinha de trigo. Comece agregando 430 gr de farinha e bata por alguns minutos. Teste a consistencia da massa. Se estiver muito pegajosa acrescente mais farinha até obter o ponto desejado de massa lisa e fofa. Retire a massa da batedeira e coloque-a sobre uma superficie enfarinhada. Corte a massa em 20 pedaços e faça bolinhas.

Enquanto a massa descansa aqueçca o forno a 180 graus. Corte a barra de queijo cremoso em 20 pedacinhos. Recheie cada bolinha de massa com um pedacinho de queijo e coloque em uma assadeira untada com manteiga (eu uso o azeite em spray. Mais prático!). Quando terminar de rechear as 20 bolinhas deixe a massa descansar por 30 minutos em lugar longe de corrente de vento. Meus pãezinhos só precisaram de 15 minutos para crescerem e irem para o forno (ou a minha pressa era tamanha…)

Envernize com gema de ovo e asse por 20 minutos em forno já pré aquecido.

Se conseguir, deixe esfriar sobre uma grelha. Se não, queime a língua, mas vale a pena!!!

P.S. Eu usei o Thermomix para preparar a receita.