Bolo de cacau e coco com calda de maracujá, já!

Um bolo de cacau e coco com calda de maracujá  ajuda a esquentar com certeza!

Ganhei alguns maracujás nascidos displicentemente na casa da minha sogra, sem que ninguém tivesse plantado ( coisas que só acontecem no interior)!Eu adoro chocolate com maracujá, pra mim é um casamento perfeito!E se, fizesse do casal, um trio: cacau, maracujá e o coco? Então, me lembrei do meu bolo de cacau e coco mega nutritivo.  Coloquei a calda no bolo e huuummm!

Se escrevesse aqui todas as benesses dos ingredientes desse bolo, seria o post mais chato deste blog rsrs! Imagine numa só receita: cacau, coco, aveia, quinua, amaranto, nozes,  sem contar os ovos, óleo de girassol!

Preciso explicar a foto de uma fatia só, pois bem, Marcos me pediu pra que não colocasse a calda no bolo todo poque como bom chocólatra, prefere purinho! Ah, não custa mimar o maridão, não é? Assim, ganho alguns pontinhos rsrs! Sem mais churumelas, vamos ao que interessa. Beijos e até a próxima.

Bolo de cacau com coco e calda de maracujá mega nutritivo
Print
Ingredients
  1. 2 ovos
  2. 1/2 xícara de óleo de girassol
  3. 1/2 xícara de coco fresco ralado
  4. 1/4 xícara de cacau em pó
  5. 1 xícara de água
  6. 1/4 de xícara de nozes
  7. 1/2 xícara de açúcar demerara e stévia ou 3/4 de xícara de açúcar orgânico
  8. 1 de xícara de aveia em flocos
  9. 1/2 xícara de quinua em flocos
  10. 1/2 xícara de amaranto em flocos
  11. 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  12. Para calda
  13. Polpa de um maracujá
  14. A mesma quantidade de água
  15. Açúcar demerara e stévia ou açúcar orgânico a gosto
Instructions
  1. Coloque os ingredientes no liquidificador na mesma sequência acima até a aveia em flocos e processe por três minutos . A parte, misture a quinua, o amaranto e o bicarbonato. Manualmente, mistures todos os ingredientes. Despeje a massa em forma de bolo inglês untada e asse em forno pré-aquecido por 35 minutos ( sempre depende do forno!).
  2. Para a calda: Coloque os ingredientes em liquidificador e use a função pulsar para que misture bem, porém sem danificar as sementes. Leve ao fogo e assim que levantar fervura, desligue.
Notes
  1. Você pode substituir a aveia, a quinua e o amaranto por farinha de milho ou farinha de aveia, enfim por qualquer farinha que tiver no armário. O ideal é que não use farinha de trigo já que ela já é utilizada em muitas receitas, assim diversificamos o cardápio e o tornamos bem mais saudável!
  2. Esta calda é bem liquida, por isso cuidado e não deixe passar o tempo de cozimento!
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Bolo de limão bugre facilíssimo, deliciosíssimo, nutritivíssimo!

  • Usar o forno nestes dias quentes é complicadíssimo (chega de supertalivo rsrs)! Evito ao máximo, mas este bolo vale, porque substitui pães, biscoitos e  outros industrializados. Como você pode ver na foto, fica molhado, então pode ser consumido como sobremesa ou no café da manhã, como quiser!Fiz questão de fotografar este limão porque tem muitos nomes, aqui no interior de São Paulo chamamos bugre, e como meu sogro falou, enquanto apanhava no pé ” esse é para tempero”, mas eu sempre atrevida rsrs, uso em todas as receitas! Este bolo é fácil de fazer porque basta bater todos os ingredientes no liquificador e eles são quase todos substituíveis. Vamos à receita:

1/2 xícara de amêndoas

1 xícara de aveia em flocos

1/2 xícara de amaranto em flocos ( pode substituir por quinoa em flocos ou farinha de milho em flocos)

1/4 de xícara de mel ( se quiser deixar mais light, use agave)

1/2 de xícara de açúcar orgânico ( se quiser deixar super light, substitua por açúcar fit, meio stevia e meio açúcar demerara, não dá pra perceber o amarguinho no final por causa do limão, saída incrível, adorei rsrs)

2/3 de xícara de suco de limão bugre ( pode ser qualquer tipo de limão, mas se tiver acesso a esse, vale experimentar o resultado, delícia hum!)

2 ovos

1/4 de xícara de óleo de côco ( é possível substituir, mas vale mantê-lo pelo sabor e teor nutritivo)

1 colher de chá de bicarbonato

Modo de fazer: coloque os ingredientes no liquidificador na ordem da receita, exceto 1/2 xícara de floco de aveia e o bicarbonato. Deixo-o funcionar de 3 a 5 minutos. Desligue e acrescente o restante da aveia e ligue o aparelho por mais 30 segundos, isto para deixar os flocos inteiros, caso não goste, bata a aveia toda de uma vez. Misture o bicarbonato manualmente. Asse em forno pré-aquecido 180 ° por mais ou menos 40 minutos. O bolo é pequeno, aqui em casa dura uns dois dias no máximo (detalhe, somos apenas dois adultos que tentam ao máximo não enfiar o pé na jaca durante a semana para não engordar demais rsrs).

Boa semana!

 

 

Bolo de laranja com mel para adoçar o fim de semana!

Bolo de Laranja e mel 2

Bolo de Laranja e MelEstou aqui na expectativa da chegada da minha filhota. Hoje começaram algumas contrações. Vamos ver se é agora ou se é alarme falso… Darei notícias em breve.

Para adoçar este fim de semana que promete, divido com vocês uma receita que adorei. Ainda mais porque sou apaixonada pela forma que usei para fazer o bolo. Nesta forma, não dá para ser diferente, o bolo tem que ser de mel ou ter mel…

Testei algumas receitas, mas esta foi a que ficou mais legal na forma. O bolo é simples, mas o sabor o sabor é especial.

Receita de Bolo de Laranja, Farinha de Amêndoas e Mel:

– 2 laranjas bahia, sendo 1 com casca (sem semente) e outra sem casca (e obviamente sem semente)

– 3/4 de xícara de óleo de canola

– 3 ovos

– 1 xícara de açúcar

– 1/2 xícara de mel

– 1 pitada de sal

– 1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo

– 1 e 1/2 xícaras de farinha de amêndoas

– 1 colher de sopa de fermento em pó

Para a calda:

– 1 xícara de mel

– 3 colher (sopa) de suco de laranja

– 1 colher (sopa) de suco de limão

– 1 pau casino online de canela

– 2 cravos

 

Bolo de Laranja e mel 2Modo de Preparo:

1- Pré-aquecer o forno  a 180 graus.

2- No liquidificador, bater todos os ingredientes, exceto farinhas e fermento, até formar um creme homogêneo.

3- Peneirar farinhas e fermento em um bowl e reservar.

4- Despejar a parte líquida sobre as farinhas e agregá-las cuidadosamente. Despejar em forma untada e enfarinhada e levar para assar por cerca de 30 minutos ou até ficar dourado e o palito sair limpo no teste do palito.

5- Deixar esfriar para desenformar.

6- Enquanto isso, fazer a calda: levar todos os ingredientes ao fogo médio até reduzir pela metade. Regar o bolo já desenformado com esta calda.

 

Bom apetite!

Bolo de aniversário para quem fez a nossa vida mais florida!

bolo flores de m&m

bolo flores de m&mDepois de um post super saudável, chego eu com minhas receitinhas rock ‘n roll para animar o fim de semana!  Val, segunda preciso de uma dica detox! ; )

Nesta semana, foi aniversário da minha filhota. Como estou na reta final da gravidez, esperando a chegada de mais uma integrante da família a qualquer momento, combinamos que comemoraríamos mais para frente. Porém, não dava para passar totalmente em branco. Então, acertamos que levaríamos um bolo à escolha dela para escola.

Qual foi sua decisão? Este delicioso vasinho de flores de M&Ms (impossível de resistir, né?…)

Como postei a foto em uma rede social, várias pessoas entraram em contato comigo pedindo dicas de como fazer, o que é realmente bem simples.

O legal deste bolo é que as crianças podem ajudar em sua montagem.

Confiram aqui!

Receita (ou melhor dicas) do Bolo de Flores de M&Ms:

O Bolo:

Você pode fazer o bolo de sua preferência e assar em uma forma redonda de 25cm de diâmetro. O importante é ser alto o suficiente para recheá-lo. Fiz um bolo de chocolate à base de iogurte, cuja receita você encontra aqui.

O Recheio:

Fiz um recheio de brigadeiro branco com côco – escolha da garotinha.:

– 2 latas de leite condensado

– 2 colheres de sopa de manteiga (30g)

– 2 gemas

– 50ml de leite de côco

– 1 xícara de côco ralado

Modo de preparo: levar tudo, exceto o côco, ao fogo baixo, misturando sempre até soltar do fundo da panela. Acrescentar o côco e misturar.

Antes de rechear o bolo, gosto de umidecê-lo com um pouco de calda ou com guaraná, no caso de bolo infantil. Mas neste utilizei leite de côco apenas para ficar menos doce.

Dica: Depois de recheá-lo, recomendo congelá-lo por cerca de 4 horas o bolo para ficar mais fácil modelá-lo com a cobertura. Quando for fazer a cobertura, retirá-lo do congelador um pouco antes. Assim, ficará perfeito para aplicar a cobertura de brigadeiro (se for fazer ganache, não precisa congelar…)

A Cobertura:

Para a cobertura, recomendaria uma ganache de chocolate. Pois é melhor para dar forma ao bolo. Além de ser menos doce que brigadeiro. Mas como a petit chef era quem mandava, tive que cobrir com brigadeiro de chocolate:

– 2 latas de leite condensado

– 2 colheres de sopa de chocolate em pó

– 2 colheres de sopa de manteiga

 Modo de preparo: Levar todos os ingredientes ao fogo baixo, misturando sempre soltar do fundo e, em seguida, cobrir o bolo com o brigadeiro ainda quente.

A Decoração – esta parte que as crianças amam!:

– 1 pacote grande de M&M (ou vários pequenininhos – pode-se usar outras marcas similares, mas as cores do M&M são as mais bonitas)

– palitos de biscoito com cobertura de chocolate (podem ser substituídos por Bis, KitKat, Tubettes de chocolate etc)

Modo de preparo: separar os m&ms por cores. No centro do bolo, colocar como o miolo de uma das flores, um m&m amarelo. Em volta dele, coloque 6 m&ms de outra cor. A partir do meio, alternar as cores das flores até chegar na borda. Em seguida, colocar os palitos de chocolate em volta do bolo, um bem ao lado do outro.

E, se quiser, para finalizar amarre uma fita de cetim em volta do bolo.

Boa festa!

Novidade em São Paulo e receita de bolo das arábias…

Bolo das arábias

Romã Armazém GourmetHoje é um dia muito especial para minha amiga e parceira aqui no blog, Patrícia Lopes. Sem divulgar ainda, ela hoje abre as portas de seu mais novo empreendimento, o Romã Armazém Gourmet.

Quem mora em São Paulo, agora tem à mão a facilidade de poder preparar um jantar gourmet, sem muito esforço. Pois pode achar tudo o que precisa no Romã. Lá, diariamente, ela oferecerá opções de pratos gourmets prontos, embalados à vácuo. Isso, além de entradas, sobremesas, bons vinhos, outras gourmadises… Eu provei alguns, como o arroz de pato, e me apaixonei!

O Armazém fica à Rua Doutor Virgilio de Carvalho Pinto, 57, em Pinheiros, São Paulo.

Não é comum a gente divulgar nada aqui no blog, mas não podia deixar passar em branco. Tinha que dar dar esta nota em primeira mão para vocês que nos acompanham com tanto carinho (me defendam, pois a Pati queria ficar quietinha…).

Pati, com certeza seu negócio será um sucesso, pois é feito com dedicação e amor!

Bem, para completar o post, escrevo aqui uma receita de um bolo simples, mas especial que fiz para presentear uma amiga.

Bolo das arábiasReceita de Bolo das arábias: Bolo de Iogurte com Pistache e Calda de Água de Rosas  

Para o Bolo:

– 1 pote de 170 ml de iogurte

– a mesma medida de óleo

– 3 ovos

– 1 e 1/2 xícaras de açúcar

–  2 xícaras de farinha de trigo

– 1 colher (sopa) de fermento em pó

– 1 xícara de xerém de pistache (pistache, sem casca e sem sal quebrado pequeno)

Para a calda:

– 250g de açúcar de confeiteiro

– 3 colheres (sopa) de suco de laranja

– 1 colher (sopa) de suco de limão

– 1 colher (sopa) de água de rosas

Modo de preparo:

1- Aquecer o forno a 180 graus

2- Bater os 4 primeiros ingredientes no liquidificador. Reservar.

3- Peneirar a farinha e fermento e misturar o pistache.

4- Acrescentar o líquido à parte seca, misturando levemente até incorporar tudo.

5- Colocar em forma untada e enfarinhada. Assar em forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos ou até que esteja firme e dourado. Faça o teste do palito.

6- Depois que esfriar, desenformar para colocar a calda.

Detalhe calda no bolo7- Para a calda: levar ao fogo todos os ingredientes, exceto suco de limão, amolecer o açúcar. O resultado deve ser esbranquiçado, mas fluido. Não deixar virar calda transparente mesmo. Se isso acontecer, colocar mais açúcar. Acrescentar o limão no final do preparo. Virar a calda ainda quente sobre o bolo, que fica super macio e molhadinho!

Delicie-se!

Nota: A água de rosas é um ingrediente muito comum na culinária árabe, turca… mas é muito marcante e forte. Cuidado em sua utilização, se você não tem o hábito de utilizá-la, colocar apenas 1/2 colher de sopa e testar o sabor. 

Bolo de Maçã para ganhar um sorriso!

0-2Dizer que minha vida é uma montanha russa seria redundante aqui. Acho que em dos 50 posts que escrevi 49 falam disso!

Estou numa loucura sem fim, prestes a realizar mais um projeto. Dentro de 1 mês devo inaugurar uma loja de produtos gourmet, o Romã Armazém Gourmet. Comidas deliciosas, práticas e prontas para levar, preparadas por mim e minha sócia Manoela e mais um monte de coisinhas bacanas para qualquer apetite voraz. Por isso o sumiço… Ser empreendedor no Brasil, atualmente, é uma questão de amor, garra e vencer obstáculos! Ninguém vira empreendedor para ganhar dinheiro. É por puro amor, mesmo! Mais para frente conto mais detalhes!

E claro que isso tudo gerou muitas crises de insônia e estresse. Ontem acordei no meio da noite para vasculhar o livro de receitas da minha mãe, que agora é meu, para procurar uma receita de biscoitinhos que ela me pediu. Foi aí que dei de cara com uma receita de bolo de maçã que me lembrou a infância!… Ô memória boa! Senti até aquele cheirinho de açucar e canela perfumando a casa!

Lendo a receita com cuidado percebi o quanto ela é simples e rápida. Aqueles bolos de mãe, sabe? Prá ganhar um sorriso no meio da tarde e sentar com uma xícara de chá jogando conversa fora!

 

Bolo de maçã

3 maçãs gala grandes com casca sem sementes cortadas em 8 (eu adoro este utensílio!!!!!!) apple_slicer_01

1 xícara de açucar demerara

1 xícara de óleo de girassol

1 xícara de amendoas inteiras

3 ovos grandes, de preferência orgânicos

2 xícaras de farinha de trigo

1 colher de sopa de fermento em pó

1 pitada de sal

Açucar e canela para polvilhar

 

Aqueça o forno a 180 graus e unte com manteiga e farinha uma forma para bolos de buraco no meio.

No liquidificador bata as maçãs, o açucar, o óleo e as amêndoas até virar um purê grosso (eu, particularmente gosto de textura no bolo; então deixei os pedaços de maçã e amêndoas com cerca de 0,5 cm). 0-1

Acrescente os ovos e continue batendo por mais 1 minuto.

Em uma tigela grande peneire a farinha, o fermento e o sal. Misture o creme de maçãs com a farinha e coloque na forma.

Leve ao forno para assar por 40 minutos até dourar.

Deixe esfriar sobre uma gradinha. Desenforme ainda morno e polvilhe o açucar e a canela.

 

Você pode acrescentar uvas passas, cravo e canela moídos na massa, usar açucar mascavo… Crie. O céu é o limite! Só não se esqueça de anotar no teu caderno de receitas a tua versão!

0

 

 

 

Um pedaço do paraíso direto do Havaí

Bolo de Banana da Dna. Julia

Fatias do paraíso

Ufa! De novo aquela lorota de pedido de desculpas por tanto tempo ausente… desculpem-me se forem capazes. Eu sei que ficar sem postar aqui tanto tempo os faz navegar por outros blogs, mas eu juro que foi por uma boa causa!

Andamos envolvidas em grandes projetos que nos manteve muito ocupadas tendo que escolher entre tomar banho e escrever no blog. Pelo bem da família e da contaminação no mundo, prefirimos o banho!!!!

Se alguém ainda não sabia eu estive trabalhando com a chef Carla Pernambuco na produção culinária dos episódios próximo programa Brasil no Prato que ela apresenta no canal Bem Simples (NET 81, GVT 72, CLARO 33, VIVO 549) e que deve ir ao ar no mês de Julho. Calma, calma… terá autógrafo para todo mundo. Da Carla, claro! Eu ainda sou apenas alguém que trabalhou no backstage e que ficará por lá!

 

O trabalho foi delicioso, a Carla é uma graça de pessoa e uma expert na cozinha e tem deliciosas histórias. E o trabalho foi um aprendizado enorme. Horas pesquisando receitas, suas histórias, suas origens, novos sabores…

E foi em uma destas pesquisas que encontramos a receita deste bolo divino! Pode não parecer, mas é um bolo de banana de comer de joelhos! E por ser tão simples, o faz ainda mais gostoso!

A receita original é de uma senhora, a Dna. Julia, que vive na ilha de Maui, no Havaí. E como ela tinha tanta banana na sua plantação, precisava dar um fim para o excedente. E foi assim que surgiu esta “fatia do paraíso” como descreveu um ator americano que cruzou a América atrás desta delícia!!!

Ah! Não deu outra. Fui direto para a cozinha e constatei essa afirmação. É um bolo simples, mas tem algo de muito especial. Com uma casquinha crocante em toda a sua volta e um miolo úmido e macio me fez imaginar como seria comer a versão original da Dna. Julia… Ai, ai… Vou já programar minha próxima viagem!

 

Bolo de banana da Dna. Julia 

Bolo de Banana da Dna. Julia

1 e 3/4 xícaras de farinha de trigo

1 e 1/2  colheres de chá de bicarbonato de sódio

3/4 de colher de chá de sal

3 ovos orgânicos grandes

1 e 1/2 xícaras de açucar (se tiver demerara, melhor)

1 xícara de bananas amassadas (são aproximadamente 2 bananas grandes – deixe-as amadurecer ao ponto que fiquem totalmente pretas por fora. Ficarão macias e extremamente doces)

3/4 de xícara de óleo

manteiga e farinha para untar

 

Unte uma forma de bolo inglês de 23 x 12 x 8 cm com manteiga e farinha de trigo e forre o fundo com papel manteiga.

Aqueça o forno a 170 graus. Peneire a farinha, o bicarbonato e o sal em uma tigela. Em outro recipiente misture os ovos, o açucar, as bananas e o óleo até obter um creme homogêneo.

Adicione os ingredientes secos a mistura de bananas e mescle para incorporar sem bater.

Coloque a massa na forma já untada e leve ao forno.

Asse por aproximadamente 50 – 60 minutos. É uma massa densa que deve ser assada mais lentamente. Faça o teste do palito.

Retire o bolo do forno e deixe descansar na forma por 10 minutos. Desenforme e deixe esfriar completamente sobre uma gradinha. Assim que estiver frio retire o papel manteiga da base e sirva deliciando-se!

Barraca da Dna. Julia, em Maui

julias-stand

Amizade não tem idade, nem prazo. Só o momento certo!

Recebemos um outro texto, lindo, cheio de emoção e eu gostaria de tê-lo publicado na semana passada, mais especificamente no dia 29 de novembro para homenagear a autora, minha amiga Geisa, no dia do seu aniversário. Infelizmente não deu. Teve que ser hoje. E ao lê-lo novamente percebi como as amizades nascem sem nem mesmo tentar. É o curso da vida e este mistério é encantador!

“Conheci a Patrícia em uma situação inusitada e ao mesmo tempo inesquecível…
Estava trabalhando no tasting de um restaurante brasileiro que abriria aqui em Londres em 2007. Certo dia diante de todos os entulhos da construção e reforma do restaurante, com uma cozinha provisória no fundo da obra, vejo chegar esta moça… chiquérrima… com um casaco de frio preto, toda arrumada e com algumas sacolas da Harrod’s (para quem não conhece a mais famosa loja de departamento de Londres). Perguntou-me onde poderia encontrar o head chef. Indiquei o escritório e confesso que fiquei pensando no que uma moça tão chic estaria interessada no meio de tantos entulhos. Não nos vimos mais….

Muito tempo depois, na época em que o restaurante estava para abrir e todos os contratados vieram para fazer o tasting… quem eu vejo lá? A moça chic daquele dia frio e chuvoso! Na hora me lembrei dela. Confesso que ri sozinha… Ela estava lá procurando emprego, também! 

Não saberia dizer onde nasceu nossa amizade… e amizades verdadeiras não precisam ter data marcada, não é mesmo? Elas simplesmente acontecem com a “mão de Deus” e assim eu a e Paty (como comecei a chama-lá carinhosamente) nos tornamos grandes amigas. Um dia veio um almoço na casa dela, conheci ao Roberto e o Pedrinho, que tinha apenas um ano e pouco. No meio do delicioso almoço trocamos idéias, conversamos sobre comida, bolos, doces, o trabalho e a tarde foi curta para tudo.

Uma amiga incrível, que sempre me apoiou em todos os momentos em Londres. O restaurante que trabalhávamos fechou (infelizmente) mas a nossa amizade sobreviveu à sua ida para o México e agora com a ida para o Brasil (confesso que sou um pouco insistente com minhas verdadeiras amigas e sempre estou procurando saber notícias).

A melhor surpresa foi ela aparecer aqui em Londres neste ano. Estava trabalhando fora da cidade e ela foi lá me visitar. Tive uma tarde maravilhosa, tomamos uma cider deliciosa em um pub tipicamente inglês para ficar registrado este reencontro. É esta foto que estao vendo. 

Comemos muitas coisas deliciosas juntas… mas nehum momento será tão histórico como o nosso afternoon tea na Peggy Porschen… Delicioso! Segue a foto para você… e segue também a minha receita favorita para ficar registrada aqui. Neste momento as minhas “Memórias Gastronômicas” estão nos nossos encontros para tomar o chá da tarde na John Lewis.

Agora é final de ano… mais uma vez… e a gente fica mais sensível… sente saudade de casa e de todos os amigos especias… assim como você, amiga!

Quero apenas dizer o quanto você é especial e o quanto eu amo você! A saudade é sempre grande mas eu sei que posso contar contigo a qualquer momento.

“Nada simboliza mais Londres e os famosos chá da tarde do que o delicioso Victoria Sponge Cake. Uma vez que você experimentar um pedaço… vai querer mais!!! É o meu favourito… Simples e delicioso!”

 

 

Bolo Victoria Sponge para o chá das cinco

Este bolo é muito simples e fácil de fazer. Mas a qualidade dos ingredientes fará toda a diferença!

175 gr de açucar refinado

175 gr de manteiga ou margarina para bolo

175 gr de farinha de trigo

1 colher de chá de fermento químico

175 gr de ovos (isso equivale a aproximadamente 3 ovos grandes sem considerar a casca)

1 baunilha  ou 1 colher de chá de extrato de baunilha

300 ml de creme de leite fresco

150 gr de açucar de confeiteiro

geléia de morango, o quanto baste.

 

Pré aqueça o forno a temperatura média, 180 graus. Unte duas formas para bolo de 20 cm com manteiga e farinha de trigo.

Na batedeira bata a manteiga e o açucar até obter um creme claro e homogêneo. Acrescente as sementes de baunilha e os ovos, um a um, até misturar bem.  Em velocidade baixa adicione a farinha e o fermento, uma colher por vez.

Despeje a massa nas duas assadeiras e asse por 25 minutos ou até dourar. Faça o teste do palito. Deixe esfriar sobre uma gradinha.

Bata o creme de leite com o açucar de confeiteiro em ponto de chantilly

Quando o bolo estiver frio, coloque na travessa em que vai servir um dos bolos e uma camada da geléia e por cima o chantilly . Coloque o outro bolo em cima mas não pressione muito. Para decorar somente açucar de confeiteiro. Para saborear este bolo nada melhor do que uma xícara de chá. Simples assim!!

 

Memórias Gastronômicas no Google+ Restaurant Week

Afff! Depois do post anterior não tem como vir inspiração para escrever nada. Só ficar babando…

Que festa linda, deliciosa e prezerosa! O que melhor que se juntar com uma grande amiga para realizar este projeto? Talvez aparecer ao vivo para mais de 7 bilhões de pessoas? Ok, ok. Exagerei? Nem todo mundo tem acesso a internet… Nem todo mundo fala português… Então seriam 82 milhões de usuários te vendo ao vivo e a cores! 🙂 Veja aqui!

Foi esse o nosso sentimento ao realizar o Hangout que foi ao ar no dia 13/09/2012 as 17 horas. Que falavamos para um mundão de gente. E com essa responsabilidade fizemos 2 receitas e falamos sobre dicas, ainda no tema do piquenique, que  deixamos registradas aqui para vocês! Esperam que curtam e não se esqueçam de fazer em casa, também.

 

Mini Cake de Maracujá e Doce de Leite 

1 pote de 170 ml de iogurte
a mesma medida de óleo
3 ovos
1 e 1/2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

polpa de 1 maracujá azedo bem maduro
1/4 de xícara de farinha de trigo
doce de leite para rechear

Aquecer o forno a 180 graus

Bater os 4 primeiros ingredientes no liquidificador e incorporar nos 2 últimos peneirados.  Esta é uma receita base que você poderá usar e abusar com vários sabores. Neste caso, acrescentamos a polpa do maracujá e um pouco mais de farinha de trigo (1/4 de xícara) para dar a consistência correta.

Colocar a massa em forminhas untadas com manteiga e enfarinhadas ou forradas com forminhas de papel até 1/3 da capacidade. Rechear com uma colherada de doce de  leite e completar o outro 1/3 da capacidade com massa. Assar em forno pré aquecido por 20 minutos ou até que esteja firme e dourado. Faça o teste do palito.

 

Salada de Frango ao Curry e Manga (Serve 2 porções) 

120 gr de peito de frango cozido e cortado em cubos*
1/2  xícara de folhas de salsão picadas
2 colheres de sopa de pimentão vermelho picado em cubinhos pequenos
100 gr de mangas Tommy descascadas e cortadas em cubos
3 colheres de sopa de maionese
3 colheres de sopa de iogurte natural
suco e raspas de 1 limão
2 colheres de chá de curry
sal e pimenta, o quanto baste

* Para cozinhar o frango tempere o peito com sal e pimenta e leve ao forno a 220 graus por 20 minutos ou até que perfurado o líquido saia claro, sem vestígios de sangue.

Quando o frango estiver trio corte-o em pequenos cubos. Acrescente o pimentão, as folhas de salsão e a manga.

Em uma tigela misture a maionese, o iogurte, o suco de limão e o curry. Misture bem até ficar bem homogêneo.

Tempere a mistura de frango com o molho de curry. Acrescente sal e pimenta e prove o tempero.

Piquenique: uma ideia deliciosa de aniversário!

Pincnic

PincnicO mês de Setembro foi repleto de deliciosas surpresas para nosso Blog. Inicialmente, fomos convidados a participar da semana de Hangouts do Google+ / Restaurant Week. Mas sobre isso a Patrícia fala em outro post.

Mas o mais gostoso, foi que a Patrícia e eu tivemos uma oportunidade única de preparar uma festa juntas! Nós já cozinhamos algumas vezes juntas, na casa uma da outra, mas pela distância geográfica, nunca fizemos um evento. A oportunidade foi perfeita!!!

Era uma festa de 3 anos cujo tema era Chapeuzinho Vermelho. Como seria feito em uma deliciosa área gramada, e para entrar no clima da história, bolamos um cardápio estilo piquenique. E para completar, a festa foi pela manhã, o que favoreceu muito este clima informal. Assim, as crianças ficaram bem à vontade para fazer o mais importante: brincar!

A Pati ficou responsável pelo serviço e pelo cardápio salgado. Eu, pelos bolos e pequenas delícias feitas com açúcar e afeto… Mas tivemos várias colaborações especiais, como da Val, da dupla de Eloízas, do Augusto e muito mais… ah! E eu me aventurei em outra praia: identidade visual e decoração! Tive que buscar no fundo do baú, pois há muito não me metia nisso. Frio na barriga…

Mas nada como um pouco de planejamento… depois de alguns de dias de trabalho, o grande dia chegou. O sol nos presenteou com o clima perfeito e a pequena aniversariante ficou deslumbranda com cada detalhe. Eba!!!!

espetinhos de frutasNo menu, tivemos opções leves próprias para o horário. Começamos com espetinhos de frutas, iogurte com mel e granola, mini bolos de marcujá, banana e bolo de iogurte. Mas também oferecemos vários tipos de sanduíches, omeletes e quiches. No doces, também fizemos tortinhas de maçã, cheesecake de frutas vermelhas, doce de abóbora com côco, além dos tradicionais doces de aniversário.

O bolo foi uma história a parte… como um dos personagens principais, ele contou um pouco da história da festa. Foi realmente o desafio para mim, mas as crianças gostaram tanto que valeu cada minuto de dedicacao!

Vamos postar ao longo dos próximos dias algumas das receitas deste evento tao prazeroso para o Memórias… Hoje começarei, não com uma receita, mas com a explicação / dicas de como fazer este bolo. Pois isso foi o que mais recebi como pergunta nos últimos dias.

Então vamos la!

 

Bolo de Aniversario de casinhaO mais complicado e construir o layout do que quer fazer. Como a história era sobre Chapeuzinho, resolvi o cenário de onde se desenrola a história: a floresta e a casa da vovó.

Para isso fiz:

1- o chão da floresta: que nada mais era que 4 receitas de brownie feitas em uma forma bem grande. Cubra o bolo com a calda de chocolate da sua preferência e construa o gramado.

2- Gramado: côco seco coolorido com corante verde comestível

3- Caminho da floresta: delimitei o caminho com pedrinhas que na verdade eram pé-de-moleque de caramelo glaceados com chocolate. Na estrada pus m&m de uma única cor.

4- Árvores: PopCakes de beterraba (escolhi este sabor por ser mais saudavel…) glaceados com chocolate e confeitados com o mesmo côco da grama.

5- Flores: feitas de jujubas, delicados e M&Ms

6- A casinha… esta foi uma história  a parte… a fiz de biscoito de gengibre, mas glacei com chocolate para mantê-lo crocante. Como não tinha forma específica, fiz o molde para cortar o biscoito. Porém quando ele assa, cresce e deforma um pouco. Então, para colocar a casa de pé, pus, uma base de bolo de chocolate, do tamanho da casa e colei as paredes com chocolate. Depois de seco, pus o telhado. Esperei mais um pouco… E então, confeitei a casa com cereais, tubettes cortados, jujubas e m&ms. Dá trabalho, mas foi muito prazeroso ver a expressão de encanto da minha filha quando viu tudo pronto.

Para dar o toque final, colocamos tags com os personagens da história espalhados pelo bolo.

Se voce tem crianças tente, de vez em quando, fugir destes lindos e perfeitos bolos de pasta americana e tente fazer um destes. O esforço, vale o sorriso!

Boa festa!