Bolo de Maçã para ganhar um sorriso!

0-2Dizer que minha vida é uma montanha russa seria redundante aqui. Acho que em dos 50 posts que escrevi 49 falam disso!

Estou numa loucura sem fim, prestes a realizar mais um projeto. Dentro de 1 mês devo inaugurar uma loja de produtos gourmet, o Romã Armazém Gourmet. Comidas deliciosas, práticas e prontas para levar, preparadas por mim e minha sócia Manoela e mais um monte de coisinhas bacanas para qualquer apetite voraz. Por isso o sumiço… Ser empreendedor no Brasil, atualmente, é uma questão de amor, garra e vencer obstáculos! Ninguém vira empreendedor para ganhar dinheiro. É por puro amor, mesmo! Mais para frente conto mais detalhes!

E claro que isso tudo gerou muitas crises de insônia e estresse. Ontem acordei no meio da noite para vasculhar o livro de receitas da minha mãe, que agora é meu, para procurar uma receita de biscoitinhos que ela me pediu. Foi aí que dei de cara com uma receita de bolo de maçã que me lembrou a infância!… Ô memória boa! Senti até aquele cheirinho de açucar e canela perfumando a casa!

Lendo a receita com cuidado percebi o quanto ela é simples e rápida. Aqueles bolos de mãe, sabe? Prá ganhar um sorriso no meio da tarde e sentar com uma xícara de chá jogando conversa fora!

 

Bolo de maçã

3 maçãs gala grandes com casca sem sementes cortadas em 8 (eu adoro este utensílio!!!!!!) apple_slicer_01

1 xícara de açucar demerara

1 xícara de óleo de girassol

1 xícara de amendoas inteiras

3 ovos grandes, de preferência orgânicos

2 xícaras de farinha de trigo

1 colher de sopa de fermento em pó

1 pitada de sal

Açucar e canela para polvilhar

 

Aqueça o forno a 180 graus e unte com manteiga e farinha uma forma para bolos de buraco no meio.

No liquidificador bata as maçãs, o açucar, o óleo e as amêndoas até virar um purê grosso (eu, particularmente gosto de textura no bolo; então deixei os pedaços de maçã e amêndoas com cerca de 0,5 cm). 0-1

Acrescente os ovos e continue batendo por mais 1 minuto.

Em uma tigela grande peneire a farinha, o fermento e o sal. Misture o creme de maçãs com a farinha e coloque na forma.

Leve ao forno para assar por 40 minutos até dourar.

Deixe esfriar sobre uma gradinha. Desenforme ainda morno e polvilhe o açucar e a canela.

 

Você pode acrescentar uvas passas, cravo e canela moídos na massa, usar açucar mascavo… Crie. O céu é o limite! Só não se esqueça de anotar no teu caderno de receitas a tua versão!

0

 

 

 

Rabanadas Natalinas

Eu estou dizendo que meu Natal está todo confuso este ano… O que será?? Ainda ando atrasada, mas hoje resolvi me adiantar um pouco e ir além da noite de Natal. Já preparei o café da manhã do dia 25 de Dezembro!

Me lembro que quando era pequena passei alguns natais na casa de meus tios em Caraguatatuba e uma das melhores coisas que me lembro de comer por lá eram as rabanadas cheias de açucar e canela. E esta delícia era devorada a noite antes de irmos dormir!!!

E não sei porque me deu uma vontade louca de comê-las quentinhas do jeito que faziamos na casa da Tia Ivone. Ah… Era tão bom! Na verdade era uma chácara e me lembrava muito o Sitio do Pica-Pau Amarelo!!! Subíamos em árvores, atravessavamos riachos, desviavámos de cobras e sapos e a noite um leitinho e fatias de rabanada!

Mas fiquei imaginando que o sabor destas rabanadas vinham acompanhando deste momento da minha infância. Não adiantaria que nunca eu conseguirei reproduzi-lo. Melhor assim… Fica na memória e nunca perderá seu lugar.

Por isso, as rabanadas que fiz aqui foram incrementadas com um louco desejo de comer doce e com um toque mais natalino. Além de serem fáceis, podem ser feitas juntamente com sua ceia e somente assadas na manhã seguinte!

Rabanadas natalinas (serve 6)

6 fatias de pão francês amanhecido, duro de 3cm (eu usei brioche porque tinha na minha despensa)

160 gr de açucar

75 gr manteiga sem sal, mais para untar

120 ml creme de leite fresco

5 ovos inteiros

1 lata de creme de leite sem soro

1 colher de chá de baunilha

2 colheres de chá de Grand Manier ou qualquer outro licor que te agrade

1/2 colher de chá de sal

50 gr de nozes pecan picadas

Cerejas frescas para servir

Primeiro prepare um caramelo. Esta receita é maravilhosa e básica para todas as preparações de molho de caramelo. E pode ser guardada na geladeira por até 2 semanas.

Em uma panela de fundo grosso derreta o açucar em fogo moderado mexendo sempre com um batidor de arame ou uma colher de pau. Quando começar a borbulhar pare de mexer e assim que todos os cristais de açucar  estiverem derretido acrescente a manteiga e bata vigorosamente. Assim que a manteiga derreter e se incorporar ao açucar retire a panela do fogo, conte até 3 e coloque o creme de leite fresco batendo novamente com o batedor de arame até que obtenha uma mistura homogênea. Reserve.

Unte uma travessa que possa ir ao forno com manteiga  e coloque metade do caramelo. Coloque sobre o caramelo as fatias de pão em uma camada única. Não sobreponha. Coloque as nozes por cima. Numa tigela bata os ovos, o creme de leite, a baunilha o licor e o sal. Regue as fatias de pão com esta mistura e reserve na geladeira, coberto com plástico, por, no mínimo 8 horas (o melhor é fazer na noite anterior).

Na manhã seguinte pré aqueça o forno a 180 graus. Retire seu refratário do refrigerador e deixe atingir temperatura ambiente enauqnto seu forno esquenta. Retire o plástico e asse por 35 a 40 minutos, ou até que estejam douradas.

Sirva quente com cerejas e o restante de molho de caramelo.

Com certeza você verá estrelas e até mesmo o Papai Noel enquanto come esta delícia!