Presente para o Dia das Mães

kit picnic

kit picnicPessoal, aproveitando que meu alterego, a Dorothy, está em plena produção de presentes para o Dia das Mães, resolvemos soltar uma super promoção para o Dia das Mães! Vale um super KIT PICNIC para presentear sua mãe!

O Kit contém mini cakes, biscoitinhos, whoppies, brigadeiros e crackers de chocolate com amêndoas! Tudo com chocolate Callebeaut!!!

Mas neste caso, só vai valer para entrega no Brasil, ok?

Vamos às regras:

1- Tem que ser cadastrado para receber a mensagem quando postamos uma nova matéria.

Se você ainda não se cadastrou, entre com seu email no lado direito da nossa página, em Siga o Blog!

2- Responda neste post aqui uma declaração de amor pela sua mãe.

Se tiver um toque gourmet, ganha 2 cupons.

3- Cruze os dedos!!!

Vamos divulgar aqui os números de cada participante antes do sorteio, que faremos dia 05/05 – quinta-feira, utilizando novamente o www.radom.org

Participem!!!! Boa sorte!

Um dia mais leve – Receita Salada Morna de Quinoa, Camarão e Lula

Receita de Salada Morna de Quinoa com Camarão e Lula

Receita de Salada Morna de Quinoa com Camarão e Lula

Depois dos abusos gastronômicos do fim de semana, eu – e mais 90% da população feminina – tento começar a semana com umas comidinhas mais leves… nem sempre consigo, mas sigo tentando e experimentando. E se levar em conta meus quilos a mais, acho que sigo experimentando mais que tentando… ; )

Uma destas receitas, que particularmente adoro, é a Salada Morna de Quinoa com Camarões e Lula. Vale a pena experimentar!

Receita de Salada Morna de Quinoa com Camarões e Lula

– 250g de Quinoa

-2 xic. de água (ou conforme indicação do produtor)

– 200g de camarão sem casca

– 200g de lula em anéis

– 10 vagens francesas cozidas “al dente” no vapor

– suco de 2 limões

– 1 cebola picada em cubinhos

– 1/2 xic. coentro e cebolinha picado miudinhas

– 1 dente de alho

– 1/2 pimenta dedo de moça sem semente

– 1 col. de sopa de molho de ostra

– 1 col. chá de óleo de gergelim

– sal e pimenta do reino à gosto

– 1 colher de óleo de girassol

Modo de preparo:

Limpar os camarões: fazer corte na parte superior e retirar o fio preto. Limpar as lulas (mesmo que vc já as compre em anéis, retire os pedacinhos de de cartilagem que fica). Em um pilão, socar o sal, alho, pimentas, e metade do coentro e cebolinha. Em seguida, acrescentar o suco de 1 limão. Jogar esta mistura no camarão e lula. Reservar.

Colocar a água para ferver. Quando levantar fervura, adicionar a quinoa, cozinhar como arroz até o grão ficar macio. Reservar.

Em uma frigideira, colocar o óleo de girassol. Quando estiver quente, acrescentar, a cebola. Em seguida, adicione o camarão e logo depois a lula. Esperar esbranquiçar e adicionar a quinoa e a vagem picada com cerca de 3 cm. Desligar e passar para uma vasilha, onde está misturado o molho de ostra, óleo de gergelim, o resto do coentro e da cebolinha e limão. Servir ainda quente.

Dica: Vale servir com uma salada de agrião.

Bom apetite!

Gnocchi della Fortuna

Ontem foi dia 29 e diz a crença que se deve comer gnocchi nesta data para aumentar a sua “fortuna”.

E eu adoraria estar em São Paulo para comer o gnocchi do Zena Caffe, na minha modesta opinião, o melhor que já comi em minha vida feito por alguém que não fosse eu! E olha que as mãos do Chef Carlos Bertolazzi são sagradas para esta tarefa. Apesar que agora devem estar ocupadas entre fraldas, chupetas e mamadeiras com a chegada do pequeno Bertolazzi! Parabéns, papai!

E se você ainda não foi ao Zena, vá. Com toda a certeza sairá de lá satisfeito. Eu estou lejos e a vontade não poderia esperar a minha próxima excursão a terra da garoa.

Então, fui convocada pelo amigo Luis (fui recriminada por chamar meus amigos de “fulano” nos meus posts. Eu só queria preservar a identidade!) e reunimos uma turma para dar uma forcinha a mais a nossa fortuna.

Preparei tudo ao estilo do Zena. Gnocchi e 3 molhos para a escolha do freguês: ragu de vitela, pesto e um espetacular e quase impossível de acreditar tomate aglio i olio.

Antes mesmo de comer as minhas 7 almofadinhas de massa de batatas que se derreteriam na minha boca, olhei ao meu redor e vi a casa cheia de amigos felizes desfrutando de um momento muito espacial. Nem precisei colocar nenhuma nota de dólar, de real ou de pesos mexicanos debaixo do meu prato. A minha fortuna já estava ganha!

Mas confesso que não foi fácil preparar 6 kilos de gnocchi. Principalmente porque este gnocchi é pura batata! A farinha que ponho é só para dar liga, quase nada! E depois as bolinhas de gnocchi, que parecem umas esponjinhas, derretem na boca! Ai! Menos de 24 horas e  já estou com vontade de comer de novo! Falta muito pro próximo dia 29??

Gnocchi de Batata

A receita eu retirei idêntica do site do Bertolazzi. Eu calculei 2 batatas grandes por pessoa.

“Preparar bons gnocchi não é brincadeira, mas é preciso queimar a mão pra valer. Um dos maiores segredos para fazer gnocchi leves e principalmente com gosto de batata é utilizar a batata logo após seu cozimento. Para isso cozinhamos ela com casca e descascamos tão logo estejam prontas. Passamos imediatamente por um espremedor ou passa-verduras e misturamos com a farinha.

A quantidade de farinha a ser utilizada pode variar um pouco mas uma boa regra é separar a massa de batata em quatro partes, retirar uma e preencher com a mesma quantidade de farinha, conforme ilustrado abaixo.

Retorne a batata que foi retirada e misture a massa acrescentando um pouco de sal, pimenta e noz moscada.

Após enrolar e cortar os gnocchi cozinhe-os em bastante água fervendo até que subam à superfície e sirva com o molho de sua preferência.”

Segredinho: caso você tenha que cozinhar muuuuuita batata como eu fiz, não se desespere! Cozinhe toda a sua batata e passe pelo espremedor. Eu ainda passei por uma peneira pois DETESTO grumos no gnocchi. E fui fazendo os gnocchi aos poucos. Vá esquentando o purê no microondas conforme você for utilizando. Assim sua batata estará sempre quente e absorverá menos farinha!