Gostosuras e travessuras: Palha Italiana com Cereja e a Festa de uma Princesa

Bombom de Palha Italiana com Cereja

Festa princesa - detalhe decoraçãolembrancinhas da princesamesa docesA minha tão esperada pequena chegou no início deste mês, depois de 40 (quase 41) semanas de espera e paciência. Em meio a toda a alegria desta chegada, tive também que cumprir uma promessa feita à minha outra filha: organizar uma festinha de aniversário atrasado para ela poder trazer os coleguinhas de escola aqui em casa. Detalhe importante: tinha que ser uma festa de princesa, ter bolo de castelo e a festa aconteceu menos de 20 dias depois do nascimento da minha segunda filhota. Aaaaaaahhhhhhh! Mais um viva ao parto natural!!!

Não posso negar, esta foi uma promessa muito prazerosa. Afinal, voltei a colocar a mão na massa e organizei tudo com muito carinho. Cuidei da decoração e dos docinhos. O resto contratei na maior correria… Uma amiga nos presenteou com o bolo (tks god!) e popcakes! mesa de doces e minha ajudantemaçãzinhas da branca de nevebrigadeiros com raspas de chocolate belgaOutros amigos vieram ajudar a enrolar docinhos, arrumar decoração etc… Minha mãe, a aniversariante e meu marido também botaram a mão na massa e o mutirão valeu a pena!

O sol nos presenteou com sua presença ilustre, apesar de todas as previsões de tempo indicarem um dia frio e chuvoso. Enfim, tudo perfeito para celebrar a vida e os amigos!

Como a aniversariante ama cereja, em sua homenagem resolvi postar a receita deste docinho que sempre faz o maior sucesso! Confira abaixo:

Bombom de Palha Italiana com CerejaReceita de Bombom de Palha Italiana com Cereja:

– 1 lata de leite condensado

– 1 colher de sopa de manteiga

– 1 gema

– 175g de biscoito maizena

– 150g de cereja em calda (sem a calda) picada

– açúcar refinado para confeitar as bolinhas e papel celofane para embrulhar.

Modo de preparo:

1- Fazer o brigadeiro branco, em uma panela de fundo grosso levada ao fogo baixo com o leite condensado, a manteiga e a gema. Misturar até desprender do fundo, fazendo o ponto de enrolar. Deixar esfriar.

2- Acrescentar o biscoito quebrado em pedaços pequenos e a cereja. Misturar bem na massa do brigadeiro. Reservar.

3- Com as mãos untadas, fazer bolinhas, passar no açúcar refinado e enrolá-las no papel.

É só servir para a garotada de todas as idades!

 

 

 

 

Releitura 80’s: Pavê de Frutas Vermelhas

Pave de Frutas Vermelhas

Pave de Frutas VermelhasHá alguns dias, recebi alguns amigos queridos para almoçar aqui em casa. Com uma barriga de 9 meses, a preguiça ataca e a gente acaba querendo muita praticidade.

Para combinar com o sol e a piscina, optei por um galeto de televisão de cachorro (é…eu tenho uma e AMO!!!!!!) com legumes -mini batatas, cebolinhas, cenoura e beterrabas orgânicas – dourados na gordura e no tempero do próprio galeto com raminhos de alecrim. Foi só colocar no forno e curtir os amigos.

Para acompanhar este almoço, queria uma sobremesa leve e frugal. Lembrei-me de uma receita que aprendi no meu primeiro curso de culinária, aos 9 anos de idade… nem vou comentar quanto tempo faz.

Convidei minha filhota para fazer comigo e dei uns toques mais atuais. Foi o maior sucesso!

 

Receita de Pavê de Frutas Vermelhas – Releitura do Pavê de Morangos:

– 2 pacotes de biscoito champanhe.

– 2 caixas de morangos frescos

– 200g de framboesas congeladas (as frescas são ótimas, mas nem sempre disponíveis e bem mais caras…)

– 150g de amoras congeladas (as frescas são ótimas, mas nem sempre disponíveis…)

– 3/4 de xícara de açúcar mascavo

– 40ml de licor de laranja (Cointreau por exemplo)

– 500ml de creme de leite fresco

– 1/2 xícara de açúcar de confeiteiro

– raspas de uma laranja bahia

Modo de Preparo:

1- Macerar as frutas já limpas e picadas grosseiramente, com o açúcar mascavo e acrescentar o licor. Reservar.

Pave de frutas vermelhas preparo2- Na vasilha que você servirá o pavê, dispor o biscoito, cobrindo o fundo, colocar um pouco das frutas, com o caldo sobre estes biscoitos, cobrindo-os cuidadosamente. Repetir o processo, deixando 2 camadas de cada. Reservar.

3- Na batedeira, bater o creme de leite em ponto chantilly, acrescentando o açúcar branco aos poucos para incorporá-lo bem.  – Nota: Cuidado para não virar manteiga – é só bater bem velocidade média até ficar firme. Acrescentar as raspas de laranja.

4- Dispor o chantilly sobre o pavê. Você pode colocar uma camada uniforme ou, como eu, utilizar um saco de confeitar com bico pitanga. Fica a seu critérios…

Voilá! Leve para a geladeira até a hora de servir e vá curtir seu dia!

Bolo de aniversário para quem fez a nossa vida mais florida!

bolo flores de m&m

bolo flores de m&mDepois de um post super saudável, chego eu com minhas receitinhas rock ‘n roll para animar o fim de semana!  Val, segunda preciso de uma dica detox! ; )

Nesta semana, foi aniversário da minha filhota. Como estou na reta final da gravidez, esperando a chegada de mais uma integrante da família a qualquer momento, combinamos que comemoraríamos mais para frente. Porém, não dava para passar totalmente em branco. Então, acertamos que levaríamos um bolo à escolha dela para escola.

Qual foi sua decisão? Este delicioso vasinho de flores de M&Ms (impossível de resistir, né?…)

Como postei a foto em uma rede social, várias pessoas entraram em contato comigo pedindo dicas de como fazer, o que é realmente bem simples.

O legal deste bolo é que as crianças podem ajudar em sua montagem.

Confiram aqui!

Receita (ou melhor dicas) do Bolo de Flores de M&Ms:

O Bolo:

Você pode fazer o bolo de sua preferência e assar em uma forma redonda de 25cm de diâmetro. O importante é ser alto o suficiente para recheá-lo. Fiz um bolo de chocolate à base de iogurte, cuja receita você encontra aqui.

O Recheio:

Fiz um recheio de brigadeiro branco com côco – escolha da garotinha.:

– 2 latas de leite condensado

– 2 colheres de sopa de manteiga (30g)

– 2 gemas

– 50ml de leite de côco

– 1 xícara de côco ralado

Modo de preparo: levar tudo, exceto o côco, ao fogo baixo, misturando sempre até soltar do fundo da panela. Acrescentar o côco e misturar.

Antes de rechear o bolo, gosto de umidecê-lo com um pouco de calda ou com guaraná, no caso de bolo infantil. Mas neste utilizei leite de côco apenas para ficar menos doce.

Dica: Depois de recheá-lo, recomendo congelá-lo por cerca de 4 horas o bolo para ficar mais fácil modelá-lo com a cobertura. Quando for fazer a cobertura, retirá-lo do congelador um pouco antes. Assim, ficará perfeito para aplicar a cobertura de brigadeiro (se for fazer ganache, não precisa congelar…)

A Cobertura:

Para a cobertura, recomendaria uma ganache de chocolate. Pois é melhor para dar forma ao bolo. Além de ser menos doce que brigadeiro. Mas como a petit chef era quem mandava, tive que cobrir com brigadeiro de chocolate:

– 2 latas de leite condensado

– 2 colheres de sopa de chocolate em pó

– 2 colheres de sopa de manteiga

 Modo de preparo: Levar todos os ingredientes ao fogo baixo, misturando sempre soltar do fundo e, em seguida, cobrir o bolo com o brigadeiro ainda quente.

A Decoração – esta parte que as crianças amam!:

– 1 pacote grande de M&M (ou vários pequenininhos – pode-se usar outras marcas similares, mas as cores do M&M são as mais bonitas)

– palitos de biscoito com cobertura de chocolate (podem ser substituídos por Bis, KitKat, Tubettes de chocolate etc)

Modo de preparo: separar os m&ms por cores. No centro do bolo, colocar como o miolo de uma das flores, um m&m amarelo. Em volta dele, coloque 6 m&ms de outra cor. A partir do meio, alternar as cores das flores até chegar na borda. Em seguida, colocar os palitos de chocolate em volta do bolo, um bem ao lado do outro.

E, se quiser, para finalizar amarre uma fita de cetim em volta do bolo.

Boa festa!

Almoço com gostinho de infância: Lagarto com Creme de Milho

Lagarto com Creme de Milho

Lagarto com Creme de Milho Neste fim de semana, fiz uma receita que há muito tempo não fazia aque em casa, mas que tem cara de fim de semana com crianças.

Lembro-me da mamãe fazendo para a gente. Era sempre um sucesso!

Resgatei esta receita entre umas que o meu tio dava em suas aulas de culinária, na época que não era moda e quase não existia curso de culinária. Ele dava aulas jantares em sua residência. Na época, quase não tínhamos produtos importados no mercado, Ou seja, as receitas eram mais restritas. E assim mesmo, foi lá que conheci muitas coisas que hoje encontramos facilmente no  mercado.

O grupo era pequeno e divertidíssimo. Eu, ainda pequena e muito curiosa, ia para lá com a desculpa de ajudar, mas na verdade aproveitava cada dica dele.

Não sei bem ao certo o que veio primeiro, a aula ou a tradição de fazê-la em nossa casa, nem de onde surgiu a receita, mas o importante é que é sucesso garantido.

Receita de Lagarto com Muçarela e Creme de Milho (Lagarto Nobre) – Baseada em receita de Ronaldor com pequenas alterações:

– 1 peça de lagarto inteira e limpa

– alho, sal, cebola, pimenta do reino para temperar e marinar a carne

– 2 xícaras de vinho branco para a marinada

– água o quanto baste para cozinhar a carne

– 500g de muçarela fatiada

– 400g de milho verde congelado ou em lata (2 latas)

– 2 latas de creme de leite (ou 600g de creme de leite fresco)

– 200ml de leite

– 2 col. (sopa) de maizena

– noz moscada, sal e pimenta do reino a gosto para temperar creme

 

Modo de Preparo:

1- Marinar a carne com os temperos e vinho (calcular cerca de 1 col rasa de sopa para cada quilo de carne). Deixar marinar por pelo menos 2 horas.

2- Esquentar o óleo na panela de pressão. Selar (fritar até dourar) a carne. Acrescentar água e a marinada para cozinhá-la em panela de pressão por cerca de 1 hora. Desligar e retirar a carne do caldo.

3- Fatiar a peça de carne finamente, se possíve com uma faca elétrica, sem cortá-la até o final.

4- Colocar o lagarto em um pirex. Cobrir cada fatia de carne com uma fatia pequena de muçarela. Reservar.

5- Para fazer o molho, bater o milho no liquidificador com o caldo da carne. Refogá-lo e adicionar o leite. Se estiver muito líquido acrescentar um pouco de maizena diluída em um pouco do creme. Desligar e acrescentar o creme de leite e ajustar o tempero.

Lagarto como fazer6- Despejar o creme sobre o lagarto e levar ao forno pré-aquecido a 210 graus até levantar fervura. Sevir imediatamente.

Nota: esta receita rende bastante, servindo cerca de 12 pessoas, dependendo do tamanho do lagarto. Se preferir, separe em porções menores.

Bom apetit!

Waffle com chocolate quente, enquanto penso…

Waffle

WaffleÉ impossível passar indiferente a estas duas últimas semanas no Brasil. Para mim, que ando impossibilitada de fazer muita coisa, está sendo uma ótima oportunidade. Pois não tenho feito outra coisa além de estudar, pensar, planejar e começar a agir.

Com um tema relevante assim em voga, estou como pinto no lixo… agora o fundamental é partirmos para ação real. Cada um fazendo sua parte, mudando sua comunidade, seu ambiente, respeitando o outro e o bem público. Votando diferente. Cobrando. A gente é o nosso próprio herói. Não espere dos outros o que você não faz por você, pelo seu ambiente. Ok, aqui não é o fórum, mas não consegui deixar de registrar que estou otimista e farei a minha parte.

Em homenagem a todo este clima e para acompanhar dias tão intensos, não melhor que um delicioso waffle e uma boa xícara de chocolate quente mais que especial.

Receitas de Waffle

Uma das minhas pesquisas durante este período vem sendo de receitas saudáveis para fazer com as crianças. Esta é uma delas. Aqui em casa, quando chega fim de semana, se a gente não vai para cozinha fazer waffle, é dia de protesto!

Vou deixar aqui 2 receitas de waffle, uma mais tradicional e outra (a que fiz neste dia e minha preferida) com algumas farinhas diferentes. O modo de preparo é igual.

waffle modo de fazer waffle modo de fazer waffle modo de fazer

 

 

 

 

 

Ingredientes de Waffle Tradicional

– 2 ovos

– 2 xíc de farinha de trigo

– 2 xic de leite

– 2 col (sopa) de amido de milho

– 2 col (café) rasa de fermento em pó

– 1 col (sopa) óleo

– 1 col (sopa) açúcar mascavo

– 1 pitada de sal

– manteiga para untar

 

Ingredientes de Waffle Especial

– 2 ovos

– 1/2 xíc de farinha de trigo

– 1/2 xíc de aveia em flocos

– 1 xíc de farinha de côco

– 2 xic de leite

– 2 col (sopa) de amido de milho

– 2 col (café) rasa de fermento em pó

– 1 col (sopa) óleo

– 1 col (sopa) açúcar mascavo

– 1 pitada de sal

– manteiga para untar

 

Modo de Preparo

Misturar todos os ingredientes (pode ser à mão ou no liquidificador). A sua textura deve ser de um mingau mole. Você pode verificar a textura correta ao pegar uma concha, do seu lado contrário, mergulhar na massa e passar o dedo. Se a linha se mantiver, está no ponto. Coloque a massa no aparelho de waffle (ou frigideira) pré-aquecido e untado para dourar.

Sirva imediatamente com os acompanhamentos da sua preferência: mel, geléias, frutas, iogurtes, requeijão etc. Eu servi com iogurte, mel e morangos frescos.

Para finalizar, a receita do chocolate quente especial que acompanhou esta orgia gastronômica…

Receita de Chocolate Quente Especial

– 500ml de leite

– 50ml de creme de leite fresco

– 30g de chocolate em pó (3 col de sopa)

– 5g de amido de milho (1/2 col de sopa)

– 50g de chocolate amargo (em raspas)

– 1/2 col (chá) de bicarbonato em pó

– 1 canela em rama

– noz moscada à gosto

– opcional: açúcar mascavo a gosto

 

Modo de Preparo:

– Dissolver o amido de milho e chocolate em pó em um pouco de leite. Reservar. Colocar o leite para ferver com o creme de leite, especiarias (canela, noz moscada). Quando levantar fervura, acrescentar a mistura de amido de milho. Por último, retirar a canela e acrescentar o chocolate amargo e bicarbonato. Servir imediatamente.

Variações: você pode retirar o creme de leite e o chocolate amargo para fazer um chocolate mais leve. Mas vale a pena estas calorias a mais. Eu não adoço, mas se preferir adoçar, utilize o açúcar mascavo que completa o sabor!

Bon apetit e um Brasil melhor para todos nós. Faça a sua parte!

Para refrescar o verão e divertir a garotada – picolé saudável e lindo!

picolé de frutas e iogurte

picolé de frutas e iogurteAs férias estão chegando ao fim! É chegada a hora da criançada se despedir da praia, da casa dos avós, da colônia de férias.

Sei que fica tudo meio confuso, mas adoro estar perto da minha pestinha, inventando moda com ela… Mas uma pergunta é inevitável durante esta época: o que fazer com aquela energia toda???

Uma das coisas que adoro fazer com a minha pequena é cozinhar. Ela fica super concentrada e capricha em cada detalhe… orgulho da mãe mesmo!

A única dificuldade é controlar a ansiedade dela em querer provar sua obra! Até fotografei para provar que a baixinha não sossegou até provar um.

Por isso, lanço mão de receitas práticas e saudáveis e que conquistem pelo paladar. Vejam como é fácil!

Picolé de iogurte com frutas – fiz 3 versões, veja a que mais te apetece…

– 170g de iogurte natural integral – na verdade eu fiz o iogurte, mas vocë pode pegar aquele de potinho mesmo…

– 1 colher de sopa generosa de mel (pode ser utilizado açúcar para quem não dá mel ao seu filho ainda, mas o mel dá um toque especial)

– Sabor 1: 1/2 kiwi picado em rodelas finas

– Sabor 2: 2 morangos picados em rodelas finas e uma colher de chá de açúcar mascavo ou aquela calda de frutas vermelhas que sobrou do Natal

– Sabor 3: 1 colheres de sopa de côco seco

– Forminha de picolé, copinho de plástico descartável ou saquinho de sacolé.

– Para todos utilize o palito de picolé, no caso do sacolé, será necessário um arame para amarrar a ponta.

 

Modo de Preparo:

1- Separar o soro do iogurte (pode-se deixar escorrendo em um pano por 30 min.) Mas ao abrir o potinho, escorra o soro e já agregue o mel ao iogurte. Reserve.

2- Limpe e prepare as frutas. Faça esta parte com as crianças. Assim elas já vão aprendendo a cuidar da sua frutinha. Claro que a parte do corte fica com você, né? ; ). O Kiwi, depois de cortado reserve. O morango, leve ao fogo com uma colher de chá de açúcar mascavo, apenas para murchar e soltar um pouco da água. O côco já vem pronto… rsrsrs

3- Separe o iogurte em 6 porções.

4- Para as frutas frescas: com as crianças, coloque em cada recipiente,as fatias de frutas cuidadosamente para que o picolé fique bem bonito, espalhando de uma forma que, ao desenformar fique bonita. Aparecendo as rodelas, deixando a forma inclinada. E complete com a porção de iogurte.

5- Para o côco, agregue ao iogurte e despeje na forma.

6- Para as caldas, coloque-as ao fundo em complete com o iogurte. Depois com o próprio palito do picolé, puxe fazendo movimentos desordenados para mesclar. Pode-se intercalar calda e iogurte para fazer camadas também.

7- Coloque o palito e leve ao congelador por, pelo menos 2 horas, dependendo da potência do congelador ; freezer. E no caso do copo descartável, você precisará esperar endurecer um pouco para colocar o palito ou fazer  um apoio para que não fique torto.

8- Aí, é administrar a ansiedade. Vale desenhar, andar de bicicleta com a turminha enquanto fica pronto. Assim o tempo passa mais rápido…

bastidores foto picolé

Notas: você pode fazer este soverte com outras frutas, como manga, abacaxi, banana, carambola, lichia (a em calda fica divina), calda de maracujá etc. Use a imaginação e aproveite para introduzir frutas que as crianças ainda não estão habituadas a comer… Ah! E você pode fazer versões mais adultas para oferecer para os amigos, mas deixa isso para outro post…

Nota 2: Vale também fazer só com a fruta, comece forrando a forma como descrito nesta receita e depois coloque a mesma quantidade esmagada ou processada.

Nota 3: e vc quiser uma versão para adultos, não deixe de experimentar a versão da nota 2 com um poucode cachaça ou vodka… anima qualquer festa!!!

Have fun!

Filho de peixe, peixinho é!

Meu filho acordou e me pediu para ajudá-lo a fazer um bolo! “Como assim? São 7 da manhã. Você ainda deve estar sonhando…” Ah! E bolo de côco!

É incrível como aqui em casa nós contribuímos 50% / 50% na genética dessa criança! O gosto pela cozinha e pela comida, claro (!) ele tomou de mim. Vocês poderiam até dizer que toda criança gosta de se estar na cozinha pela aventura e bagunça, mas não é este o caso aqui em casa. Ele quebra os ovos com precisão, lê a receita e me corrige se eu faço alguma “adaptação”! Será que ele vai seguir os passos da mãe? Coitado…

Mas voltando ao pedido fui pensar em uma receita bem fácil para ele poder fazer e eu ajudá-lo. Nada vinha a minha cabeça, porque, na verdade, eu nunca tinha feito um bolo de côco!!! Fiz, sim. Uma única vez um bolo que era servido lá no Restaurante Mocotó de Londres e dava um trabalhão. O bolo era feito em 3 etapas, era preciso fazer um creme patissier, manteiga noisette… Muita falta de juízo se esta fosse a receita escolhida! Além do que logo recebi uma outra exigência. “Mãe, quero um bolo bem fofinho!” Ufa! Este bolo era molhadinho!

Pensei em fazer um bolo simples de baunilha e acrescentar côco. Boa idéia? Não! Já que a criaturinha estava a fim, por que não curtirmos este momento juntos aproveitando para testar alguma receita, também? Boa idéia? NÃO! Com a casa em zona de guerra como está tudo o que eu menos precisava era testar receitas. Mas lá fui eu!

Encontrei uma receita num livro que nunca tinha usado. Eu o comprei em Janeiro, antes de me mudar e logo entrou numa caixa de mudança… Chegando aqui foi um dos primeiros a se acomodar na minha prateleira. Bingo! Tudo o que eu precisava – testar uma receita de um livro ainda não testado! E não é que foi muito bom! Apesar de meu ajudante – ou seria eu a ajudante? – ter feito muita coisa eu pude aprender, inclusive, coisas novas sobre bolos.

E o resultado final… Um maravilhoso, super cocolicius (isto foi por conta do meu filho!) e fofíssimo bolo de côco!

 

Bolo de Côco do Sul de Manhattan (Serve 24 pedaços)

6 ovos grandes, separadas claras e gemas

226 gr de manteiga sem sal a temperatura ambiente

400 gr de açucar de confeiteiro

400 gr de farinha para bolo*

3 colheres de chá de fermento em pó

1 colher de chá de sal fino

1 e 1/2 colheres de chá de extrato de baunilha

220 ml de leite de côco

100 ml de leite integral

150 gr de côco em flocos (eu usei o úmido e adoçado)

 

Bata as claras em neve em picos duros. Reserve

Em outra tigela, bata a manteiga e o açucar de confeiteiro até formar um creme claro e aveludado, uns 5 minutos em velocidade média.

Enquanto isso peneire em uma outra tigela a farinha para bolo, o fermento e o sal. Reserve.

Junte as gemas, à mistura de manteiga e açucar, uma a uma, batendo por 30 segundos a cada adição. Acrescente a baunilha.

Agora você já pode pré aquecer o forno em 180 graus. Misture o leite de côco e o leite integral. Reserve. Diminua a velocidade da batedeira para baixa e acrescente os ingredientes secos peneirados, alternando com a mistura de leites.

Sem bater acrescente o côco ralado misturando com delicadeza. Lembra das claras em neve? Agora é a hora de misturá-las a sua massa, pouco a pouco, fazendo movimentos envolventes de cima para baixo. Isso vai deixar o bolo extremamente macio!

Asse em forma untada e enfarinhada por 40 minutos. Eu usei forminhas de bolo inglês individuais e renderam 24 bolinhos. E reduzi o tempo para 25 minutos. Teste com um palito para ver se o bolo está assado. A superfície estará levemente úmida.

Este bolo fica bem docinho, por isso dispenso coberturas. Alguns bolinhos reguei com leite de côco e polvilhei o côco em flocos.

* Olha que coisa genial que aprendi neste livro. A farinha para bolos, que ainda não sei se é possível encontrar pronta aqui no Brasil, é uma mistura de farinha de trigo com amido de milho (para maior leveza!). A receita é simples: para cada 120 gr de farinha de trigo acrescente 20 gr de amido de milho. Isto te renderá uma xícara de farinha de bolo (140gr)!!! Você pode fazer esta mistura e guardá-la para quando precisar!

 

Feliz Dia de Ser Feliz!

Este post não tem receita. Ou melhor, tem sim. Uma receita de amor, carinho e de uma amizade sem fim. A minha querida amiga Lulu, aquela que mandou a Receita de Rosbife fez este bolo com suas filhas e maridos e não poderia ter sido uma tarde mais divertida e saborosa.

Aproveite você, também, e brinque de ser criança outra vez!

“Bolo Tobogã (Serve quantos quiserem comer)  

A receita básica é o nega maluca…bater tudo na mão, fazendo bastante sujeira….não esquecer de colocar um pouco de bolo cru no nariz do papai ou da mamãe enquanto bate a massa….

Depois de assado (as crianças devem ficar longe do forno), cobrir o bolo com tudo o que você mais gostar: confete, confeito, muitas velas, chantily, brigadeiro mole, nutela….tudo junto e misturado!!!!

Aí é só chamar todos os bonecos e cantar parabéns, mesmo se não for aniversário de ninguém!!! Bom apetite!!!”

Ah! E de lambuja ela escreveu esta outra receita:
Receita de Felicidade (Toquinho)

 

Pegue uns pedacinhos de afeto e de ilusão;
Misture com um pouquinho de amizade;
Junte com carinho uma pontinha de paixão
E uma pitadinha de saudade.
Pegue o dom divino maternal de uma mulher
E um sorriso limpo de criança;
Junte a ingenuidade de um primeiro amor qualquer
Com o eterno brilho da esperança.
Peça emprestada a ternura de um casal
E a luz da estrada dos que amam pra valer;
Tenha sempre muito amor,
Que o amor nunca faz mal.
Pinte a vida com o arco-íris do prazer;
Sonhe, pois sonhar ainda é fundamental
E um sonho sempre pode acontecer.

Brincando de cozinhar!

sorvete de chocolate com banana

sorvete de chocolate com bananaComo esta é a semana das crianças, tenho uma proposta:

Pare um pouquinho de correr e chame seus filhos para brincar de cozinhar. Coisa rápida, nada de tomar muito seu tempo.  Será tão gostoso que, com certeza, vocês irão repetir mais vezes.

Escolha uma receita de sua preferência ou siga a dica de hoje.

Ah! Melhor não deixar crianças manuseando facas, fogo ou qualquer outro elemento que cause risco. Se for fazê-lo, que seja com muito cuidado e sob sua supervisão.

Com estes cuidados, será diversão garantida para todos!

A receita que indico hoje aprendi com uma amiga que está grávida e tem um irmão que não come açúcar de jeito nenhum. Ou seja, esta receita é legal para crianças mas também para quem quer uma sobremesa gostosa e saudável! Melhor ainda, a receita é super fácil! Perfeita, não?

Receita de Sorvete de Chocolate com Banana

– 6 bananas caturra

– 2 colheres de sopa de chocolate em pó

Modo de preparo:

Bater as bananas e o chocolate em um processador e levar ao freezer. Deixar por cerca de 2 horas (ou até endurecer completamente).  Bater novamente. Levar ao freezer novamente por mais umas 2 horas ou até endurecer e servir!

Você pode colocar em forminhas ou em copos descartáveis e também fazer como picolés!picole

Mais festa e fudge de chocolate com cereja para adoçar a semana

Fudge de Cereja

Fudge de CerejaDepois desta semana de comemorações, com o centésimo post sendo esta maravilha de homenagem da Pati aos 100 anos de nascimento da Bisa e do post celebrando o Ano Novo judaico, temos que continuar em festa.

E continuo falando sobre a festa da pequena…

Além das parceiras que já comentei no post anterior, contei com uma ajuda mais que especial: D. Eloíza, minha mãe.

Sei que já falei de suas prendas em outras matérias, mas não me canso de admirá-la. Ela me ajudou em todas as etapas, foi a principal responsável pelo almoço e também foi a responsável por lembrancinhas fofas: tercinho e divino espírito-santo pintados por ela! Coisas que ficam na nossa memória para sempre!

lembrancinha divino espírito santovasinho de floresVovóPara seguir a tradição, servimos um Bacalhau à Gomes de Sá e uma carne  assada. Tanto o  bacalhau como o vinho branco – o português Grandjó, foram iguais ao servido no meu batizado… celebração cheia de significados.

Mas chega de causo e, à pedidos, coloco aqui outra receita que fez o maior sucesso na festa: Fudge de Chocolate Meio Amargo com Cereja.

Esta é mais uma das receitas que aprendi no curso da Simone Izume que fiz na semana anterior e que contei no outro post. Apenas mudei o recheio. Super fácil e que dá um toque super especial!

Receita de Fudge de Chocolate Meio Amargo com Cereja

– 400g de chocolate Meio Amargo

– 1 lata de leite condensado

– 17 caramelos (eu usei aqueles tradicionais da marca Embaré)

– 50g de manteiga

– 200g de cereja glaçada seca (aqui no Brasil não se acha a cereja seca, então consegui esta glaçada. Ficou legal)

Equipamentos necessários: forma retangular pequena e papel celofane.

Modo de Preparo:

Derreter o chocolate em banho maria ou no microondas, em potência média. Reservar. Juntar o leite condesado com os caramelos em uma vasilha funda. Levá-los ao microondas até derreter o caramelo. Acrescentar a manteiga e misturar até derretê-la por completo. Acrescentar o chocolate já derretido e, por último, as cerejas.

Colocar a mistura em uma forma de cerca de 18 x 25 cm, já previamente, forrada com papel celofane. Cobrir com as pontas do papel celofane, cobrindo a massa completamente e nivelando-a.

Levar ao freeezer por volta de 1h ou até ficar bem dura. Retirar, cortar em quadradinhos ou no formato desejado, salpicar cacau em pó para decorar e servir.