Dica de menu fácil e delicioso

frango com tangerina

frango com tangerina Uma coisa que tem me dado muito prazer ultimamente é juntar um grupo de amigos que estão a fim de cozinhar e dividir o pouco que conheço deste universo.

São sempre encontro super agradáveis e saborosos!!!!

Este último foi uma turma que queria aprender o be-a-bá, mas com um toque especial. Apelidamos o grupo do “Adeus ao caldo Knorr” – nada contra, mas dá pra evitar, né?

Receitas práticas e gostosas. Então, aproveitei algumas receita que já havia feito para o blog e outras novas… Faça você também!

Saladinha de cenoura e cominho: esta receita está aqui no blog 

Frango ao molho de Tangerinas. (serve de 4 pessoas) 

 – 4 Filés de frango partidos em escalopes.
– 2 xícaras de suco de tangerina

– 1 colher (sopa) de farinha de trigo

– 1 dente de alho espremido

– 1 colher de chá de páprica

– 1 colher de sopa de sálvia seca

– raspinhas da casca de 2 tangerinas

– sal e pimenta à gosto

– 8 gomos de tangerina para enfeitar

Modo de Preparo:

1- Temperar o frango com alho, sal, pimenta e sálvia. Deixar marinar por 15 minutos.

2- Dourar o frango em panela com óleo quente. Acrescentar a farinha de trigo, o suco de tangerina e demais ingredientes (exceto raspas e gomos). Deixar levantar fervura e encorpar o caldo. Acrescentar as raspas e gomos e servir imediatamente.


Batatas gratinadas ao forno (serve 4 pessoas)

 – 4 batatas médias

– 2 colheres de manteiga ou 6 colheres de azeite

– ramos de alecrim ou sálvia

– Sal grosso e pimenta do reino

 Modo de Preparo:

1- Descascar as batatas e partí-las em rodelas finas. Cozinhá-las rapidamente para ficarem ao dente. Dar um choque em água gelada para cessar cozimento e escorrê-las.

2- Em um tabuleiro untado com a manteiga ou azeite,  dispor as batatas e regá-las com manteiga ou azeite também.

3- Salpicar sal e pimenta do reino e assar em forno médio, virando-as de lado até dourarem.

 

Arroz com amêndoas (serve 4 pessoas)

– 2 xícaras de arroz

– 4 xícaras de água morna

– ¾ xícara de amêndoas em lâminas

– 2 dentes de alho espremido

– ¼ de cebola média picada miúda

– 1 colher (chá) sal

– fio de azeite ou 2 colheres de manteiga – opcional

 Modo de Preparo:

1-      Em uma panela com o óleo, em fogo médio, refogar a cebola até ficar ficar transparente. Acrescentar o alho, sal e a água. Quando levantar fervura, acrescentar o arroz. Abaixar o fogo, tampar parcialmente a panela e deixar cozinhar até secar. Provar e verificar tempero e textura. Se necessário, acrescentar mais água.

2-      Desligar a panela. Em uma frigideira com azeite (ou manteiga), refogar as amêndoas e acrescentar o arroz – Se não quiser acrescentar a manteiga, apenas tostar rapidamente as amêndoas e acrescentar o arroz). Misturar e servir imediatamente.

Bolo de Cenoura com mix de castanhas – também está aqui no blog. Confira!

Celebrando com amigas

Sopa de abóbora

Sopa de abóboraProposta de jantar leve para uma noite mais leve ainda!

Ontem, preparei uma aula jantar com harmonização de vinhos para um grupo de amigas. Como era um jantar apenas para mulheres, fiz um menu bem leve, mas muito saboroso. Enviei o cardápio para uma amiga que é sommelier (eu não tenho a menor competência para isso!), Luciana Sammarco, e escolhemos 2 vinhos por prato.

O resultado foi uma noite muito divertida, regada com sabores especiais, lembranças e muito vinho! Vale a pena experimentar!

Os vinhos escolhidos foram vinhos na faixa entre R$40,00 a 60,00.  Um dos desafio foi testar um vinho tinto com o prato principal que era um peixe. Não é que ficou legal!

Vamos às receitas!!!! (todas servem 4 pessoas)

Sopa de Abóbora com cubinhos de Salmão Desidratado e Queijo Coalho

Vinhos que harmonizamos:  Espumante Pizzato Brut – Vale dos vinhedos – Brasil: foi o que ficou mais legal/ Chardonnay Lariviere Yturbe 2007 – Partida Limitada – Mendonza Argentina: o vinho era legal, mas não funcionou tão bem.

 A) Salmão Desidratado 

– 300g de filet de salmão

– 300g de sal grosso

– 300g de açúcar

 Equipamento necessário: papel PVC e uma grade

 

Modo de Preparo:

1- Misturar o sal grosso com açúcar. Reservar.

2- Limpar o salmão, abrir o papel filme, fazer uma camada com metade da mistura de sal com  açúcar. Colocar o salmão sobre esta cama e cobrí-lo com uma nova camada da mistura. Em seguida, cobrí-lo com papel filme e vedando-o completamente.

3- Fazer alguns furinhos no plástico com uma faca, na parte superior e inferior do peixe, tomando cuidado para não perfurá-lo.

4- Levá-lo à geladeira por pelo menos 6 horas, sobre uma grade e um prato, para recolher o líquido.

5- Após este período, lavar o salmão. Está pronto para utilização. 

 

B) Sopa de Abóbora

 – 600g de abóbora

– 1 cebola pequena picada em cubos

– 2 dentes de alho

– 1 talo de salsão inteiro

– 1 folha de louro

– 1 ramo de tomilho

– 2 colheres (chá) rasas de gengibre ralado

– 3 colheres (sopa) de azeite de oliva

– 600ml de água ou caldo de legumes

– 1 colher (sopa) rasa de melado

– sal e pimenta-do-reino a gosto

– 10 grãos de coentro amassado

 Para finalizar:

– 100g de queijo coalho em cubinhos

– 100g de salmão desidratado em cubinhos

– 4 raminhos de coentro

Modo de Preparo:

1- Levar a abóbora ao forno para assar até ficar mole.

2- Em uma panela, colocar o 2 colheres de azeite e levar ao fogo. Quando estiver quente, refogar a cebola, 1 alho e o salsão. Acrescentar a polpa da abóbora e refogá-la. Juntar o caldo de legumes, gengibre, sal e pimenta-do-reino.

3- Cozinhar até que a abóbora fique macia. Retirar o salsão, o louro e tomilho e descartar.

4- Bater a sopa no liquidificador até ficar homogênea.

5- Colocar ao outra colher de azeite na panela. Refogar o outro alho espremido. Levar a sopa ao fogo novamente até que fique um creme homogêneo, acrescentar o melado e ajustar o sal, se necessário.

6- Na hora de servir, colocar a sopa no prato a ser servir e acrescente o coentro, os cubinhos de salmão desidratado e do queijo coalho.

 *Nota: pode-se substituir o salmão desidratado por defumado, se necessário.

Papillote de NamoradoPapillote de Robalo com Leite de Côco e Purê de Banana da Terra

Vinhos harmonizados: Amaral Sauvignon Blanc 2009 – Leyda Valley – Chile: bem legal e também funcionou com a sopa / Pacífico Reserve Sur  Pinot Noir 2008 – Ciricó Valley Estate Grown – Chile: também ficou ótimo com o prato. Não conseguimos um acordo sobre o que ficou melhor… na dúvida, prove os dois!

A) Purê de Banana da Terra:

– 6 bananas-da-terra bem maduras

– 200ml de leite de côco

– 2 colheres (sopa) rasas de manteiga (30 g)

– água para cobrir e cozinha

– Sal a gosto

Modo de Preparo:

1- Coloque as bananas em uma panela, cubra com água e leve ao fogo. Deixe cozinharem por 20 minutos e reserve.

2- Descasque-as e passe-as pela peneira (ou amassar), formando um purê.

3- Coloque este purê em outra panela, acrescente o leite de côco e leve ao fogo, mexendo lentamente até que o purê fique cremoso e brilhante.

4- Junte o sal e a manteiga. Misture, desligue o fogo e reserve.

B) Papillote de Namorado com Leite de Côco:
 
 
 
 
 

 

– 4 pedaços de Namorado de 200g cada

– 1 cebola picada à julienne

– ½ pimentão amarelo picado à julienne

– 4 ramos de coentro (ou a raíz do coentro) picado miudinho

– ½ pimenta dedo de moça (sem semente) picado à julienne

-1 limão grande

– 200ml de leite de côco

– sal e pimenta do reino a gosto

– azeite de oliva

 Equipamento necessário: Papel alumínio e um tabuleiro

 

Modo de Preparo:

1- Cortar 4 pedaços de papel alumínio com cerca de 60 x 30 cm. Dobrar cada pedaço ao meio.

2- Fazer uma cama com um pouco de cebola e pimentão para colocar com peixe. Colocar um pedaço de peixe em cada pedaço de papel. Salpicar o sal, a pimenta, o coentro e o limão.

3- Distribuir a cebola, o pimentão e a pimenta (opcional) pelos 4 papillotes.

4- Fechar parcialmente o papillote (pelas laterais) e acrescentar o leite de côco.

5- Fechar o papillote por completo e levar ao forno, já pré-aquecido em 210º por 20 minutos. Servir imediatamente.

Delícia Tropical (Caipirinha quente de manga com sorvete de côco e calda de Maracujá) 

vinho harmonizado: neste cas foi um só: Santa Carolina Sauvignon Blanc Late Harvest 2006: delícia

Manga flambada

 – 1 manga em cubos

– 20g de açúcar

– 15ml de cachaça

– 1 pauzinho de canela

Modo de Preparo: Levar as mangas, açúcar e canela ao fogo baixo até derreter o açúcar. Acrescentar a cachaça e flambar. Retirar a canela e reservar. 

Calda de maracujá

 – Polpa de 1 maracujá

– 15 ml de água (uma colher de sopa)

– 40g de açúcar

– 1 pauzinho de canela

– 1 cardamomo

Modo de Preparo: Levar todos os ingredientes ao fogo baixo e deixar cozinhar até ficar em ponto de calda. 

Montagem:

– 4 bolas de sorvete de côco (tapioca também fica ótimo!)

Em um prato, coloque primeiramente a manga flambada, em seguida, a bola de sorvete e, por fim, despejar a calda de maracujá. Servir imediatamente.

Ops! Vou ter que preparar a sobremesa para fotografar novamente… que sacrifício!!!!

Dia dos Pais

Shanks de Cordeiro

Quer curtir seu pai e toda a familía com o melhor presente? Então, cozinhe você o almoço! 

Sugerimos aqui um menu super simples, delicioso, confortante e que não levará horas para fazer. Enquanto está tudo no forno você curte o paizão e ainda ganha os méritos de cozinheira do ano!

Nota especial: Este menu foi preparado carinhosamente para os pais maravilhosos que nossos filhos tem! Feliz Dia dos Pais!

Sugestão para 6 pessoas

Entrada:  Salada de rúcula e camembert

Prato Principal:  Shank de Cordeiro com polenta cremosa

Sobremesa: Torta de maçã

Salada de Rúcula e Camembert

– 3 maços de rúcula orgânica

– 6 queijos camembert pequenos (3cm de diâmetro)

– 2 ovo

– 1  xícara de farinha de rosca

– 1 xícara de castanha de cajú moída

– 3 colheres de sopa de vinagre balsâmico com pera (este é melhor porque é mais adocicado e a pera combinha com o queijo, mas pode-se substituí-lo pelo tradicional)

– 9 colheres de sopa de azeite de qualidade

– sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Lavar as folhas de rúcula, secar, dispor em pratos individuais e reservar.

Bater ligeiramente com um garfo os 2 ovos em uma vasilha aberta. Misturar a farinha de rosca e castanha e colocar em outra vasilha aberta. Pegar os queijos e empanar, passando-os pelo ovo e depois pema mistura da farinha. Repetir este processo por 2 vezes, cobrindo toda a superfície do queijo.

Colocar os queijos empanados para dourar em uma frigideira antiaderente, untada com óleo,  aquecida em fogo baixo. Virar cuidadosamente com uma pinça ou espatula, até dourá-lo por completo, inclusive as laterais.

Enquanto isso, misturar o azeite, vinagre, sal e pimenta, emulsionando ligeiramente com um misturardor ou garfo até engrossar um pouco. Distribuir o molho sobre as folhas e colocar os queijos sobre tudo. Servir imediatamente.

Shank de Cordeiro com polenta cremosa

– ½ xícara de farinha de trigo
– 6 shanks de cordeiro
– Sal e pimenta-do-reino, o quanto baste
– 4 colheres (sopa) de azeite de oliva
– 2 colheres (sopa) manteiga
– 2 cenouras, finamente picadas
– 1 cebola, finamente picada
– 1 talo de salsão, finamente picado
– 1 ramo de alecrim picado
– 2 colheres (sopa) de tomilho picado
– 4 dentes de alho picados
– 2 xícaras de caldo de galinha
– 2 xícaras de vinho tinto
– 200 g tomate pelado, sem sementes e picados
– ½ litro de água
– ½ litro de leite
– 1 xícara de fubá de milho pré-cozido ou polenta pré cozida
– 4 colheres (sopa) de manteiga
– sal a gosto

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno a 160 graus. Cubra a ponta do osso de cada shank com papel alumínio. Isso ajudará que o pouco de carne que estiver no osso não se queime e manterá uma aparência melhor. Tempere a carne com sal e pimenta. Passe a carne pela farinha.

Em uma panela suficientemente grande que caibam os 6 shanks e que possa ir ao forno aqueça 2 colheres de azeite e 2 colheres de manteiga. Coloque a carne para dourar, uma de cada vez, para que a temperatura do azeite não caia e você não acabe cozinhando a carne ao invés de dourá-la. Reserve.

Em fogo médio, despeje as duas colheres restantes de azeite na panela. Adicione a cenoura, a cebola, o salsão, o alecrim e o tomilho e refogue, mexendo até que os vegetais estejam tenros – de 6 a 8 minutos. Acrescente o alho e cozinhe por mais 1 minuto.

Regresse a carne para a panela. Tenha o cuidado de colocá-las em pé, ou seja, os ossos para cima. Acrescente o vinho e espere que o alcool se evapore. Uns 3 a 4 minutos. Misture o caldo de galinha e os  tomates com o refogado da panela. Cozinhe em fogo baixo com alguns minutos de fervura e retire a espuma que vai se formando com uma escumadeira. Tampe a panela e leve ao forno por cerca de 2 horas, até que a carne esteja bem macia, começando a soltar do osso.

20 minutos antes de terminar o cozimento da carne, prepare a polenta. Coloque a água para ferver com a manteiga. Misture o fubá com o leite. Quando a água levantar fervura acrescente a mistura de fubá e cozinhe, em fogo baixo mexendo sempre até que a polenta esteja cremosa (o tempo de cozimento dependerá do fubá que você utilizar. Dê uma checada nas instruções da embalagem). Corrija o sal, se necessário.

Para servir (nada de panelas sobre a mesa!), retire o papel aluminio dos ossos. Coloque uma porção de polenta no prato e por cima um shank de cordeiro. Regue com o molho.

Torta de maçã

– 2 xícaras de farinha de trigo
– 2 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro
– 150 g de manteiga gelada, cortada em pedaços
– 4 a 6 colheres (sopa) de água

Recheio (pode ser preparado com antecedência):
– 1,5 kg de maçãs
– 1/3 xícara de farinha de trigo
– 1/2 xícara de açúcar mascavo
– 1/2 colher (chá) de canela em pó
– 1/4 colher (chá) cravo moído
– 1/4 colher (chá) anis estrelado moído
– Suco de 1 limão
– 2 colheres (chá) de conhaque

Cobertura:
– 1/3 xícara de açúcar
– 1 gema de ovo

Modo de preparo:

Aqueça o forno a 160° C. Misture a farinha, o açúcar e a manteiga num processador de alimentos utilizando a tecla pulsar até que obtenha a consistência de farofa. Não bata muito pois a manteiga se derreterá e não é isso que queremos! Transfira esta farofa para uma bancada de trabalho. Adicione a água, uma colher de cada vez e amasse delicadamente com as pontas dos dedos até formar uma massa homogênea. Leve à geladeira por aproximadamente 15 minutos para descansar.

Misture os ingredientes secos do recheio. Descasque e fatie as maçãs (para esta torta eu prefiro pedaços ou fatias grossas) acrescente o limão, o conhaque e a mistura acima aos poucos. Deixe descansar para formar caldo.

Montagem da torta:
Divida a massa em duas partes. Abra em superfície enfarinhada com um rolo na espessura de 3 mm ou entre duas folhas de clingfilm para facilitar a transferência para a forma.

Transfira a massa para uma forma ou pirex de 24 cm untada com manteiga, deixando uma borda para fechar depois com a parte superior. Coloque o recheio, mas sem muito caldo e cubra com o restante da massa. Aperte as laterais como na foto. Faça cortes na tampa para que saia o vapor.

Pincele com a gema e polvilhe o açucar. Asse em forno pré-aquecido por cerca de 45 minutos ou até dourar. Sirva quente acompanhada de uma bola de sorvete de creme.