Coelhinho da Páscoa o que trouxestes prá mim???

ovos de pascoaSe você anda prá lá a prá cá pensando o que vai fazer com tanto chocolate espalhado pela casa, não se desespere! 10 entre 10 casas tem um excesso enorme de chocolate pós Páscoa. E, principalmente, as casas onde habitam crianças e que não deveriam comer tanto chocolate.

Eu sempre achei – e coloco em prática este pensamento aqui em casa – que o coelhinho deveria trazer mais brinquedos e menos doces… Ah! Mas é Páscoa, diriam uns. O problema é que não é só na Páscoa, pois a despensa está cheia de guloseimas em qualquer época do ano. E uma barra de chocolate que ali está nada difere do ovo de chocolate…

Foi pensando nisso que eu pensei em escrever este post. Para que ninguém seja obrigado a comer os intermináveis “tecos” de ovo de chocolate que ficam espalhados pela casa de uma vez só bolei umas idéias de reaproveitamento para o excesso da Páscoa. Mas vale lembrar que continua sendo chocolate. Só que apresentado de uma maneira diferente. Por isso, muita calma nessa hora! E outro detalhe muito importante: só vale este excesso se o chocolate for de boa qualidade!

 

Dica #1 – Separe os restos de chocolate por categorias: [recheados, empipocados e similares], [ao leite puro], [branco], [amargo e semi-amargo]

Dica #2 – Se o ovo é recheado, empipocado, cheio de firulas, não há muito o que fazer. Sugiro quebrá-lo em pedacinhos e colocar sobre um sorvete de creme

Dica #3 – Para cada 250gr de chocolate ao leite ferva 250 ml de leite + 200 ml de creme de leite e misture até derreter. Fica um delicioso chocolate quente cremoso

Dica #4 – O chocolate branco pode ser utilizado em pedacinhos nos cookies, receita aqui ou batido com leite e morangos para fazer um “milkshake” milk shake

Mas é o chocolate meio amargo ou amargo que vai ganhar um destaque delicioso neste post. Uma vez comi um prato delicioso num curso que fiz no Sesc Tirandentes durante o Festival Gastronômico daquela cidade. Um  filé mignon deliciosamente coberto com um molho de chocolate com pimenta.

E este é o delicioso presente de Páscoa que eu deixo para vocês. Dá próxima vez, escrevam uma carta para o coelhinho pedindo mais presentes assim!!!!

 

file chocolateChateaubriand ao Molho de Chocolate com Pimenta (Serve 4)

 

4 x 200 gr do centro do filé mignon

sal e pimenta a gosto

2 colheres de sopa de azeite de oliva

1 cebola pequena picada

1 dente de alho picado

1/2 de colher de chá de pimenta calabresa em flocos (reserve alguns flocos para decorar)

5 ramos de tomilho, 4 são para decorar

125 ml de vinho tinto

250 ml de caldo de carne

80 gr de chocolate meio amargo puro

50 ml de creme de leite fresco (opcional)

 

Tempere os filés com sal e pimenta. Aqueça o forno a 200 graus.

Em uma frigideira que possa ir ao forno, ou uma grelha, coloque 1 colher de sopa de azeite e grelhe os filés por 3 minutos de cada lado. Leve os filés para o forno pré aquecido por 5 minutos para uma carne ao ponto.

Em uma panela coloque o restante do azeite e refogue a cebola e o alho. Junte a pimenta o tomilho e refogue por mais 1 minuto. Acrescente o vinho, o caldo de carne e o chocolate e deixe ferver, mexendo sempre, até que o chocolate derreta. Abaixe o fogo e cozinhe por 5 minutos.

No momento de servir, retire os filés do forno. Coe o molho e acrescente o creme de leite (se for usar). Prove e corrija o sal. Cubra os filés com o molho de chocolate e decore com flocos da pimenta calabresa reservado e um raminho de tomilho.

Sirva com batatas gratinadas ou polenta cremosa.

 

 

Salmão ao Molho de Maracujá da co-blogueira Vivi!

Foto: afraniorestaurante

Este post é uma delícia. Primeiro porque a receita é muito boa e super fácil de preparar. E segundo porque este post foi escrito pela Vivi de Araújo. Vocês se lembram do post do Rosbife da Lulu? Então, este aqui é igualzinho. Foi escrito com todo o carinho por uma amiga pessoal, e do Blog! Você também pode se meter no nosso blog, se quiser. Mande sua receita, testada e aprovada! e terá seu Dia de Blogueira(o)!

 

Recentemente, eu e meu marido Miguel convidamos Nick, um de nossos amigos para jantar. Miguel e eu adoramos massa. E acho que é uma opção sem margem de erro. Afinal, quem não gosta de massa?

Nick é filho de sicilianos, que me faz pensar que qualquer tentativa de fazer uma deliciosa massa seria como chover no molhado, nada de novo. Lembrei da receita de salmão ao molho de maracujá que minha mãe fazia. Maracujá, ou passion fruit, como eles chamam aqui nos esteites, não é muito popular, então seria uma surpresa.

Mas e os acompanhamentos? Adoro os desafios de preparar um prato novo então entrei no blog “memórias” e mergulhei nas histórias e receitas.

 

É difícil manter o foco num blog com tantas receitas e historias gostosas (ahhhhhh! Tive que me meter. Que linda esta Vivi puxando o nosso saco!!!). Fui a página dos bem-casados, passei pela torta de resto (minha família tambem faz!), cookies de creme de amendoim – esse será o próximo desafio.. e epa! Foco!!

Logo encontrei uma receita de salmão e tomates recheados com couscous marroquino que me deu agua na boca.

Parecia perfeito, mas eis que li mais uma dica: o prato seria muito light para homens famintos.

Fiz batata a dore acompanhando os acompanhamentos, se podemos assim chamá-los, e aí sim pude relaxar.

Tudo ficou uma delícia e foi gratificante ver que o Nick realmente se surpreendeu e se deliciou com tudo. Obrigada Memórias!! (Aqui, com lágrimas nos olhos, somos nós que agradecemos!!!)

 

Salmão ao molho de maracujá (Serve 3)

 

Foto: afraniorestaurante
Foto: afraniorestaurante

600 g de filés de salmão

300 ml de suco de maracujá

300 ml de vinho branco

1 cebola pequena cortada em cubinhos

sal e pimenta a gosto

400 ml de creme de leite sem soro

100 g de manteiga

1 pitada de acucar

azeite de oliva para fritar o salmão

 

 

Numa panela, junte o suco, o vinho e a cebola em cubinhos. Adicione sal e pimenta a gosto. Deixe ferver e reduzir pela metade. Adicione o creme de leite e reduza mais.

Desligue o fogo e numa batedeira, misture o molho com a manteiga. Adicione a pitada de açucar para equilibrar um pouco a acidez.

 

Tempere os filés de salmão com sal e pimenta e frite em azeite de oliva

Coloque o molho por cima e sirva imediatamente.

 

Em tempo: A Vivi, gulosa, comeu todo o salmão e não me mandou foto. Terei que prepará-lo e fotografar!!!