Um prato Edwardiano para nosso clima tropical!

downton_officialEu sou fanática por seriados de televisão. Especialmente os que alimentam os seus personagens em cena! E se essa refeição for mais do que ovos mexidos no café da manhã… Virei fã de carteirinha. Já postei aqui uma receita de torta de maçã nada tradicional e que faz o maior sucesso! E claro foi receita adquirida em uma seriado de tv!

Hoje estava ouvindo um podcast sobre o seriado Downton Abbey. Um parêntesis: Se você não sabe do que estou falando, PARE DE LER ESTE POST AGORA e faça uma pesquisa no Google!!! Ou eu posso te contar um pouquinho… É um seriado inglês, dramático, maravilhoso, passado no início do século passado e que retrata a trajetória da família Crawley, seus criados e a vida fútil e inútil em um castelo na Inglaterra. O cenário, a fotografia, condes e condessas… E muita comida, porque o que esses aristocratas mais faziam naquela época era comer!

Mas voltando ao assunto, o podcast falava sobre toda a preparação da comida que é servida em cena. E nada é de mentira, pois para a food stylist do seriado comida de plástico não parece comida de verdade! Para uma cena, são 15, as vezes 20 pratos substituídos para que tudo pareça real – em ambos os sentidos!Downton-dinner1

E comecei a pesquisar sobre as comidas servidas e os baquetes de Natal, casamentos, batizados, tudo o que já saiu da cozinha da Sra. Patmore – a cozinheira oficial do castelo! Ostras com champagne e aspic, faisão ao molho de vinho de porto, veado ao poivre, île flotant… E tudo isso numa época onde o telefone ainda nem existia, quem dirá fogão a gás!!!!!

Dentre as minhas pesquisas me deparei com uma receita deliciosa e muito fácil, digna de um jantar ao grande estilo Edwardiano e que cai como uma luva neste calor tropical que estamos enfrentando!

Mousse de Salmão do Lord Grantham mousse salmao4

1 colher de chá de gelatina sem sabor

150 gramas de salmão defumado, picado

1 xícara de creme azedo (pode-se usar creme de leite fresco)

2 colheres de sopa de suco de limão siciliano

Pimenta do reino moída na hora

1 raminho de dill, picado – reserve um galhinho para decorar

Torradas ou fatias de baguete, para servir

 

1. Coloque 3 colheres de sopa de água fria em uma panela pequena, polvilhe com a gelatina e deixe amolecer por 5 minutos. Delicadamente, em fogo baixo, mexa só até dissolver gelatina e reserve.

mousse salmao32. No processador de alimentos, misture o salmão, o creme azedo ou creme de leite e o suco de limão. Processe até formar um purê homogêneo; tempere com a pimenta. Com o processador em funcionamento, adicione a mistura de gelatina ligeiramente resfriada e o dill e misture até incorporar.

3. Despeje em um ramequim ou em tacinhas individuais. Sem tocar a superfície da mousse cubra com filme plástico e leve à geladeira até ficar firme, cerca de 2 horas. Decore com dill e sirva com torradas ou fatias de baguete.

Esta mousse também pode ser servida sobre fatias de pepino. Fica um canapé finérrimo! mousse salmao2

Salmão ao Molho de Maracujá da co-blogueira Vivi!

Foto: afraniorestaurante

Este post é uma delícia. Primeiro porque a receita é muito boa e super fácil de preparar. E segundo porque este post foi escrito pela Vivi de Araújo. Vocês se lembram do post do Rosbife da Lulu? Então, este aqui é igualzinho. Foi escrito com todo o carinho por uma amiga pessoal, e do Blog! Você também pode se meter no nosso blog, se quiser. Mande sua receita, testada e aprovada! e terá seu Dia de Blogueira(o)!

 

Recentemente, eu e meu marido Miguel convidamos Nick, um de nossos amigos para jantar. Miguel e eu adoramos massa. E acho que é uma opção sem margem de erro. Afinal, quem não gosta de massa?

Nick é filho de sicilianos, que me faz pensar que qualquer tentativa de fazer uma deliciosa massa seria como chover no molhado, nada de novo. Lembrei da receita de salmão ao molho de maracujá que minha mãe fazia. Maracujá, ou passion fruit, como eles chamam aqui nos esteites, não é muito popular, então seria uma surpresa.

Mas e os acompanhamentos? Adoro os desafios de preparar um prato novo então entrei no blog “memórias” e mergulhei nas histórias e receitas.

 

É difícil manter o foco num blog com tantas receitas e historias gostosas (ahhhhhh! Tive que me meter. Que linda esta Vivi puxando o nosso saco!!!). Fui a página dos bem-casados, passei pela torta de resto (minha família tambem faz!), cookies de creme de amendoim – esse será o próximo desafio.. e epa! Foco!!

Logo encontrei uma receita de salmão e tomates recheados com couscous marroquino que me deu agua na boca.

Parecia perfeito, mas eis que li mais uma dica: o prato seria muito light para homens famintos.

Fiz batata a dore acompanhando os acompanhamentos, se podemos assim chamá-los, e aí sim pude relaxar.

Tudo ficou uma delícia e foi gratificante ver que o Nick realmente se surpreendeu e se deliciou com tudo. Obrigada Memórias!! (Aqui, com lágrimas nos olhos, somos nós que agradecemos!!!)

 

Salmão ao molho de maracujá (Serve 3)

 

Foto: afraniorestaurante
Foto: afraniorestaurante

600 g de filés de salmão

300 ml de suco de maracujá

300 ml de vinho branco

1 cebola pequena cortada em cubinhos

sal e pimenta a gosto

400 ml de creme de leite sem soro

100 g de manteiga

1 pitada de acucar

azeite de oliva para fritar o salmão

 

 

Numa panela, junte o suco, o vinho e a cebola em cubinhos. Adicione sal e pimenta a gosto. Deixe ferver e reduzir pela metade. Adicione o creme de leite e reduza mais.

Desligue o fogo e numa batedeira, misture o molho com a manteiga. Adicione a pitada de açucar para equilibrar um pouco a acidez.

 

Tempere os filés de salmão com sal e pimenta e frite em azeite de oliva

Coloque o molho por cima e sirva imediatamente.

 

Em tempo: A Vivi, gulosa, comeu todo o salmão e não me mandou foto. Terei que prepará-lo e fotografar!!!

Kedgeree

Eu ADORO peixe defumado. Seja salmão, haddock, truta… Aqui tem uma truta defumada que é simplesmente deliciosa! O único problema de comprar esta truta é que ela vem numa embalagem muito grande e o peixe acaba “nadando” de um lado pro outro na minha geladeira e, convenhamos, precisa ser muito sueco prá comer peixe defumado em todas as refeições!!!

 

Eu fiz uma salada um dia (com pepinos, abacate, cebola roxa), um sanduíche no outro, mas ainda tinha muita truta pra ser comida. Foi então que me lembrei de um prato delicioso que é muito comum em Londres, KEDGEREE [qué-dgi-ri]. Eu sei que este nome não tem nada de inglês, mas tem uma explicação para isto! É uma adaptação de um prato da Índia. Diz-se que foi trazido para a Inglaterra nos tempos Vitorianos e era comido no café da manhã, já que se reaproveitavam as sobras do dia anterior. Se isto é verdade ou não, não sei e nem me aprofundei muito na história. O que sei é que quem come uma vez, quer sempre repetir!

 

A receita que fiz hoje foi com a truta defumada. Mas a receita tradicional leva haddock defumado. No entanto, se os ingleses adaptaram este prato dos indianos acho que eles deixaram aberta, aí, uma lacuna para nossa intervencão, também!!

 

Outro dado curioso é que eu NUNCA comi Kedgeree enquanto morei em Londres. Sempre via nos menus, mas nunca me apeteceu. Foi somente depois de ver um episódio do programa da Nigella onde ela cozinhou o prato que eu fui experimenter. Thanks Nigella!!!

Kedgeree (serve 4 como prato principal)

1 cebola pequena picada

55 gr de manteiga (se tem dúvida na quantidade, clique aqui)

300 gr de arroz Basmati (arroz branco também serve)

1 colher de sopa de pó de curry madras

1 pitada de noz moscada

200 ml de leite

110 ml de creme de leite fresco

250 ml de água

300 gr de peixe defumado (preferencialmente haddock, mas truta e salmão também ficam deliciosos)

Sal e pimenta, o quanto baste

Salsinha picada, o quanto baste

12 ovos de codorna cozidos (eu gosto da gema suave. 3 minutos é o suficiente)

 

Numa panela suficientemente grande para cozinhar o arroz, coloque a manteiga e, a fogo lento, cozinhe a cebola até ficar suave, mas sem dourar. Adicioine o arroz e continue cozinhando até que esteja translúcido. Acrescete o pó de curry e a noz moscada. Integre as especiarias e acrescente o leite, o creme e a água.

Quando começar a ferver, acrescente o peixe em lascas e continue cozinhando a fogo meedio até que o arroz esteja cozido. Talvez você precise acrescentar um pouco mais de água.

Assim que o arroz estiver cozido, experimente o tempero. Lembre-se que o peixe já é salgado. Se necessitar tempere com sal e pimenta.

Coloque os ovos de codorna e salpique com a salsinha. Eu ainda joguei um pouquinho de azeite de oliva. Ficou bommmmmm! 

 

P.S. Não acredite no ditado que diz: “Não coma aquilo que você não consegue pronunciar o nome”. Pratique muito [quédiri, quédiri, quédiri]  e não deixe de provar esta delícia!!!

Dia das crianças com atitude de gente grande!

Eu sempre comemorei o dia das crianças em restaurantes fast food, parques, cinema. Mas desde que fiquei grávida imaginava comemorar esta data com um grande feast ajudada pelo meu pequeno. Bem, nem sempre foi assim… Muito bebê, meu filho nem sabia do que se tratava esta data. Para ele era uma comida como outra qualquer aqui em casa.

Mas este ano resolvi fazer diferente. Com muito entusiasmo contei a ele sobre a data festiva e que deveriamos preparar o menu que ele quisesse  com muita guloseima e mãos a obra. E qual foi minha surpresa! Ele escolheu entrada, prato principal, sobremesa e guloseima. Então resolvi postar aqui o que uma criança que sabe das coisas (!) gosta de comer no dia das crianças. E o melhor é que todas as receitas são super fáceis de fazer e a garotada pode ajudar! Só lembre-se que a parte de cortar, cozinhar e assar deve ser feita por um adulto e nunca deixe sua cria sem supervisão numa cozinha!

Canudinhos de salmão defumado (serve 4)

100gr de salmão defumado em finas fatias

cream cheese

pepino

abacate

salsinha ou ciboulette para decorar

Descasque o pepino e retire as sementes. Corte-os em cuadrinhos. Faça o mesmo com o abacate. A partir daqui seu filhote pode colocar a mão na massa! Mescle o cream cheese com o pepino e o abacate. Unte o salmão com a pasta de cream cheese. Enrole e amarre com a ciboulette ou polvihe com salsinha picadinha. Eu ainda fiz umas firulas com o bico de confeitar! Afinal, estamos celebrando!

Maccaroni and cheese (serve 4)

*Perdão, mas este mac and cheese é simplesmente delicioso e super gourmet! Não há adulto que resista!

50gr de manteiga

50gr de farinha de trigo

300ml de leite

1/2 cebola

1 folha de louro

60gr de queijo gruyere ralado

40gr de queijo parmesão ralado

140gr de queijo mascarpone

sal, pimenta e noz moscada a gosto

400gr de maccaroni

Coloque o leite para ferver com a cebola e a folha de louro. Numa panela de fundo grosso prepare um roux; derreta manteiga e adicione a farinha cozinhando por alguns minutos a fogo baixo, até que tenha uma consistencia de areia de praia molhada.

Adicione o leite fervido descartando a cebola e o louro. Cozinhe por 5 a 6 minutos mexendo sempre até que tenha um creme liso e sem grumos. Você acaba de preparar um molho bechamel! Adicione os queijos gruyere e parmesão até que derretam. Salpimente e adicione noz moscada ao seu gosto. Misture o queijo mascarpone. Reserve.

Cozinhe a pasta em abundante água salgada que esteja fervendo. Eu uso a esta proporção. Quando estiver al dente escorra e sirva com o molho de queijos. Hmmmmmm!

Barcos de gelatina de camomila e frutas (faz 16 barquinhos)*

4 laranjas grandes

300ml de chá de camomila frio

400ml de suco de fruta (eu usei de melancia)

6 folhas de gelatina sem sabor

1 colher de chá de suco de limão siciliano

Açucar a gosto – eu não usei

16 palitos de churrasquinho

4 folhas de papel de arroz

Corte as laranjas pela metade. Retire toda a polpa e a membrana branca. Reserve. Ou deixe que seu pequeno se delicie, como aconteceu aqui!

Hidrate a gelatina em um pouco de agua fria por uns 5 minutos. Aqueça 100ml do chá de camomila, mas não deixe ferver. Esprema o excesso de água das folhas de gelatina e misture no chá quente. Dissolva completamente a gelatina e adicione o restante do chá frio, o suco de fruts e o suco de limão. DICA: não adicione a gelatina dissolvida ao líquido pois a tornará fibrosa!

Divida a mistura de gelatina nas metades de laranja. Deixe na geladeira durante toda a noite. No dia seguinte quando estejam firmes, corte as meias laranjas em quartos. Para facilitar aqueça uma faca em água quente.

Corte o papel de arroz em triangulos e passe o palito por eles. Espete nos “barquinhos” fazendo uma vela. Eu não tinha papel de arroz e usei papel sulfite. Só não deixe os pequenos comerem!!!

* Foto: http://www.stockfood.com/

Cookies de 3 chocolates  – Afinal é dia das crianças! (40 cookies)

125g manteiga pomada
1 xícara de açucar mascavo 220gr
1/4 xícara de chocolate em pó, peneirado
1/2 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 ovo
1 1/4 xícara de farinha de trigo

1 1/2 xícara de gotas de chocolate semi amargo e branco

Aqueça o forno a 170 graus. Em uma tigela  grande misture a manteiga, o açucar, o chocolate em pó, fermento, bicarbonato e o extrato de baunilha. Bata a massa até que obtenha uma massa homogenea e lisa. Adicione o ovo e bata até mesclar.

Adicione a farinha e as gotas de chocolate e continue batendo  até que se misture. Não bata demais. A massa terá uma aperencia de grumos. Assim é para ser!

Com uma colher de sorvete retire porções de massa e coloque em uma assadeira untada com manteiga ou forrada com papel manteiga.

Deixe espaços entre suas bolas de cookies pois eles se expandirão ao assar.

Asse no forno pré-aquecido por 12 a 15 minutos. Ao retirar os cookies do forno você sentirá que ainda estão suaves. Assim que devem ser!

Deixe na assadeira por 5 minutos e depois transfira-os para uma gradinha para esfriarem completamente (se você conseguir esperar! ).

Não coma quente. Dá dor de barriga! Hahaha!! Isto dizia a minha avó!

Agora algumas dicas para os seus pequenos comerem como o meu:

– Não escondam nem disfarcem os alimentos. Ao contrário. A comida fica muito mais interessante se a criança souber o que está comendo. Não só as vitaminas e nutrientes contidas num ingrediente são importantes, mas também a consciência do paladar.

– Prepare um prato atraente. Comemos primeiro com os olhos.

– Dê o exemplo. Muitas vezes a criança não come pois não vê os pais comerem determinado alimento ou rejeitam pelo mesmo motivo.

– Leve o seu pimpolho para o mercado com você e deixe que ele escolha as frutas e verduras. Depois em casa lave, descasque, brinque com os alimentos junto com seu filho.

– Se o seu pequeno já passou desta fase e já não quer saber de comer berinjela, por exemplo, prepare-a e coma na sua frente. E deixe a disposição para que ele tenha o interesse em experimentar.

Alguns livros e sites que adoro!

http://www.annabelkarmel.com

http://www.bbc.co.uk/cbeebies/bigcooklittlecook/makes/cookbook/

http://kitchenforkids.com/welcome/about.htm

http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/resenha/resenha.asp?nitem=753295&sid=92161312412109815022250374&k5=11BFF272&uid=

E a garotada se divertiu muito fazendo e COMENDO os cookies!!!

Uma mulher Pioneira!

Créditos www.thepioneerwoman.com

Ando numa fase horrível. Muito estresse, cansaço, desencontros… Então nessa hora, nada de ir para a cozinha. Acredito muito nos efeitos que o humor causam na comida. Não é à toa que meus filmes favoritos relacionados com comida são “A Festa de Babette” e “Como água para Chocolate”. Ah… Ganhei o livro deste último em caderninhos de receita. Tão lindo!

Então tirei a semana de folga e me enfiei no sofá, deprimida, deixando que a vida, em seu curso normal, resolva meus problemas. Grande tolice… Só perdi tempo. Well, descansei um poquinho e perdi alguns quilos. Não levantei nem para comer! ;o)

E hoje resolvi trabalhar um pouquinho. Não é justo com vocês leitores deixar o barco à deriva e toda a família sem comer por não haver receitas novas no blog! Mas precisava de alguma inspiração… Então fui vasculhar no computador os textos que já tinha rascunhado, os blogs que já tinha visitado e encontrei a melhor inspiração que poderia ter num dia como hoje: The Pioneer Woman (abriu um sol maravilhoso agora e entrou pela janela do meu quarto. Será um sinal dos céus?!) Levante-se daí! hahaha

Ree é uma mulher incrível. Parece ficção. As vezes nem acredito que ela seja real! Garota mimada da cidade que se apaixona por um cawboy e vai viver num rancho no meio do nada Nos Estados Unidos? Não parece mesmo roteiro de um romance? Bem, ela está escrevendo um! Mas que mulher inspiradora! Eu no lugar dela já teriado cortado os pulsos e servido pro jantar! Deem uma espiada lá. Além de cozinhar ela faz um montão de coisas! Então ela é uma fonte inspiradora pra muita gente!!!

Mas mas voltando ao blog, acho que tudo estava se conjuminando para eu ir para a cozinha. Meu marido entrou correndo no quarto dizendo: “Fulano topou reunir a turma hoje prum jantarzinho. Não se preocupe, coisa simples!” Coisa simples pra 10? Já são 11 horas! Vamos já para o fogão! Mas antes, passei pelo blog da Ree e me deliciei com sua vida! E ela me inspirou muito a sair deste sofá! Era tudo o que eu precisava!

Jantar rapidinho para os Amigos (Serve 10)

2 filés de salmão inteiros (ou seja, 1 salmão inteiro sem cabeça, rabo, espinhas ou pele – peça para seu peixeiro fazer isso!)

900 gr de creme de leite fresco

1 ramo de dill

raspas de 1 limão (de preferencia amarelo)

Sal e pimenta a gosto

20 tomates beef

500 gr de semola (couscous marroquino)

700 ml caldo de legumes

Azeite de oliva, o quanto baste

200 gr azeitonas verde e pretas picadas

1 cabeça de alho picado

1 cebola picada brunoise

2 colheres de sopa de salsinha picada

Limpe as aparas da barriga do salmão e ajeite-o numa assadeira que caiba os 2 filés um ao lado do outro. Tempere com sal e pimenta e polvilhe as raspas de limão. Destrosse o dill por cima do salmão. Pode-se usar uma tesousa! Cubra os filés com o creme de leite. Reserve.

Corte uma tampa nos tomates e retire as sementes deixando-os com uma cavidade para serem recheados. Unte-os com azeite de oliva por fora.

Prepare o couscous. Coloque-o num refratário raso, mas que comporte bem a semola. Ferva o caldo de legumes e despeje sobre o couscous. Tampe e espere 5 minutos. Enquanto isso refoque a cebola, o alho em abundante azeite de oliva. Quando a cebola estiver tomando uma cor dourada, junte as azeitonas. Sazone com sal e pimenta. Volte ao couscous e separe-o com um garfo. Junte o refogado ao couscous e prove o tempero. Recheio os tomates.

Isso tudo pode ser feito antecipadamente. Agora vá se arrumar pois seus convidados estão chegando. Assim que eles chegarem, aqueça o forno a 180 graus.

Coloque o salmão e os tomates recheados de couscous para assar por 20 minutos. Sirva este delicioso salmão com tomates recheados sem nenhum estresse com um maravilhoso vinho branco . Aproveite para se divertir e dar muitas risadas!


P.S. Neste jantar também foi servido uma perna de cordeiro assada e uma torta de amendoas e ameixas frescas. Mas estas receitas ficam pra depois!