Torta com massa de semente de girassol sem lactose e sem glúten, claro!

Visitamos ( Letícia e eu) a padaria Lilóri em São Paulo, especializada em produtos sem lactose, glúten e soja . Lugar aconchegante e  tudo muito gostoso.  Sai de lá cheia de ideias. 

No início da minha incursão pela culinária saudável profissional, foquei em alimentos sem glúten, testei muitas receitas e fiz vários cursos . E neste mundo das restrições, a busca pela textura, vai além do sabor.  Fui atrás de TODAS as farinhas sem glúten existentes no mercado: farinha de arroz, de amaranto, de grão de bico,  flocos de quinua, farinha de maracujá, de berinjela e por aí vai. O problema é que o glúten é que torna a massa elástica e claro, fazer um pão sem glúten com a mesma textura do de trigo, quase impossível. Peraí, nada é impossível!Lilóri chega lá!

Tenho uma amiga que faz uma dieta sem glúten, sem lactose e sem açúcar para o seu filho autista. Impressionante como o Juninho melhorou depois de poucos meses de dieta. Nós duas trocamos muitas receitas e principalmente dicas de uso de ingredientes mais fáceis de encontrar aqui no interior. E por isso, comecei a usar  farinha de milho, fubá, farinha de mandioca, o resultado é muito bom. Depois disso, parti para pesquisas mais generalizadas de alimentação saudável. E mesmo assim, num mundo que os cardápios com poucas opções, com pão francês e leite de manhã,  pizza de muçarela  no almoço e esfiha no jantar, conhecer opções sem glúten e sem lactose abre horizontes,  inclui sabores e nutrientes importantes.

 A semente de girassol é um ingrediente que vivo testando. Possui alto teor de vitamina B, é rica em gorduras poli-insaturadas (ômegas 3 e 6) e também contém vitaminas E e A. São fontes de cálcio, fósforo, potássio e magnésio.E além disso, fácil de achar!  E essa torta? Ficou ótima! Macia por dentro e crocante por fora. Sobremesa perfeita para uma visita vegana rs! Rápida e agrada a todos os paladares! 

Espero que gostem, como eu ! Beijo e até a semana!

 

 

 

Torta de massa de semente de girassol
Print
Ingredients
  1. 1 xícara de semente de girassol descascada
  2. 1 colher sopa de azeite de oliva extra virgem
  3. 100g de tofu firme orgânico
  4. 1/2 xícara de açúcar fit ( stévia+demerara)
  5. 6 colheres de sobremesa de geleia orgânica sem açúcar
  6. raspas de limão
Instructions
  1. Leve ao fogo baixíssimo (aquele que a chama fica quase invisível) a semente de girassol e o azeite. Assim que estiver ligeiramente dourado, desligue. Em um processador, depois de frias, processe bem a semente de girassol, até virar uma farinha. Acrescente o tofu e a açúcar fit. Assim que formar uma massa uniforme desligue. Em forminhas de silicone untadas com óleo ou azeite, coloque uma colher de sopa de massa, alise e alinhe. Leve ao forno preaquecido a 180º por aproximadamente 20 minutos. Retire delicadamente a massa e sirva com 1 colher de sopa de geleia e raspas de limão.
Notes
  1. Você pode substituir o açúcar fit por açúcar. A geleia pode ser substituída por qualquer recheio que a sua imaginação permitir ou o que tiver na geladeira rs.
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Mais um casamento saudável, torta com salada!

Faz muito tempo que provei este casamento perfeito,  foi no restaurante Gula Gula no Rio Janeiro e se tornou parte do cardápio de casa.  Este prato tem carboidratos, proteína ( recheio da torta é frango) e vitaminas, uma refeição completa. A torta é de liquidificador, simples a beça de fazer, mas o pulo do gato são os ingredientes! A salada é de folhas com lascas de manga – deliciosas nesta época do ano!

Comida saudável é variar o máximo de macronutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras) e micronutrientes ( vitaminas e minerais), então como a gente conhece uma infinidade de receitas com farinha de trigo, que tal usar outras farinhas/flocos na hora prepará-las? As possibilidades são quase infinitas: amido de milho, fécula de batata, fécula de mandioca, farinha de milho, fubá, flocos de aveia, de quinoa de amaranto e vai longe! O que acontece é que o trigo contém glúten e ele ajuda a deixar a massa uniforme, não esfarelar! Pra começar, você pode trocar parte da farinha de trigo por outras farinhas, o resultado é surpreendente. Pra começar a mudança, esta receita tem além do trigo integral, outras farinhas, mas se quiser, pode incluir outras que tiver no armário da cozinha, arrisque-se!

Receita da Torta de Frango,  Acelga e Alho-poró.

Para Massa

1 xícara de farinha de trigo integral

1/2 xícara de fécula de batata

1/2 xícara de fubá

1/2 xícara de óleo de milho

1,5 xícaras de caldo frango ( feito no cozimento do peito do frango do recheio)

3 ovos caipiras ( se usar ovos de granjas grandes, pode usar apenas 2)

1 colher de sobremesa de fermento em pó

1 colher de chá de sal

1 colher de chá pimenta da Jamaica (pode trocar por outra de sua preferência)

Para o recheio

10 ou 15 folhas de acelga picadas

1 alho-poró fatiado ( a parte branquinha, as folhas verde use no caldo do frango)

1 peito de frango ( de preferência caipira ou criado no milho)

2 e 1/2 xícaras de água

sal a gosto

1 colher de chá de curry

 

Modo de fazer

Cozinhe o peito de frango com a água, sal e a parte verde escuro do alho-poró .  Frango cozido, desfie e reserve o caldo para a massa. Em uma panela, refogue o alho-poró com um fiozinho de azeite de oliva. Acrescente a acelga, o frango desfiado, tempere com sal e curry. Cozinhe apenas para “murchar” a acelga, misture bemSAM_0355 e reserve.

Bata no liquidificador todos os ingredientes da massa. Em uma assadeira untada, despeje metade da massa coloque o recheio e cubra com o restante da massa. Leve ao forno pré-aquecido 180º por 40 minutos (depende do seu forno).

Sirva com folhas  de alface americana e rúcula, lascas de manga. Tempere com azeite de oliva, aceto balsâmico e sal. Hummm, já me deu fome a essa hora !

 

Torta de limão siciliano com gostinho de quero mais

Torta de Limão Siciliano

Torta de Limão SicilianoFinalmente, fui autorizada a viajar. Última chance antes da chegada da minha outra pequena. Por isso, não pensei duas vezes. Destino: BH e Rio. Beber na fonte, recarregar as energias, resgatar as raízes. Enfim, a definição que você quiser para o famoso matar a saudade!

O tempo, para variar foi curto para tantas vontades, até porque tive que ficar um pouco mais quieta. Mas a energia já é outra! Não sei se são as montanhas, as pessoas, as recordações, ou tudo junto misturado. Mas a sensação de voltar para onde você foi criado é muito boa!

Em um destes poucos dias, fui conhecer o filho de um primo querido que nasceu há pouco tempo. Por sinal, este primo é filho do meu tio Ronaldor, que eu havia mencionado no post anterior. E já que estávamos com aquele clima nostálgico, ele preparou uma torta de limão para nos encher de lembranças e acabar com qualquer dieta! Nem preciso dizer que ainda estou sonhando com mais um pedaço…

 

 

Receita da Torta de Limão Siciliano (receita do Thiago, notas minhas)

Massa:
– 2 gemas de ovo (as claras serão usadas no suspiro)
– 2 col. (sopa) manteiga
– 2 xic de farinha de trigo peneirada (aproximadamente)
– 1 pitada de sal
– 3 col (sopa) de açúcar
– 3 col (sopa) de leite
– 1 col (sopa) rasa de ferment em pó
Recheio:
– 2 latas de leite condensado
– 1 xíc de suco de limão siciliano (antes, retirar as raspas da casca para salpicar sobre a torta)
Suspiro:
– 2 claras de ovo
– 4 col (sopa) de açúcar
– 1 pitada de sal
Modo de preparo:

Massa:
1- Misturar todos os ingredientes, exceto a farinha. Acrescentar aos poucos a farinha até a massa desgrudar da tigela (pode ser que você não utilize toda a farinha ou que precise de um pouco mais). Ficar atento ao ponto.

2- Distribuir a massa em uma forma com fundo removível e fazer furos com um garfo em oda a massa, inclusive nas laterais. Levar ao forno pré-aquecido a 180 graus por 7 minutos. Retirar a massa, fazer mais furos com o garfo e deixar no forno por mais 5 minutos. Retirar do forno e reservar.

Recheio:
– Misturar(pode ser no liquidificador, batedeira ou à mão) todos os ingredientes até a mistura ficar homogênea. Reservar.

Nota da autora: eu gosto de bater bem no liquidificador ou batedeira, pois o creme já fica bem firme.
Suspiro:
– Bater as claras em neve. Quando já estiver esbranquiçando, acrescentar a pitada de sal e depois, aos poucos, o açúcar até ficar em ponto de neve (se você virar, ela não cai ou, menos arriscado, forma picos que não se desfaz).

Nota da autora: ao invés deste suspiro tradicional, pode-se utilizar também o merengue italiano. Para ele, você faz uma caldade açúcar em ponto de fio grosso e despejar sobre a clara batida em neve. Bater até esfriar. Deste modo, ele dissora menos. 

Torta de Limão como fazerMontagem:
– Colocar o recheio sobre a massa pré-assada, espalhar o suspiro e salpicar as raspas de limão sobre a torta. Levar ao forno novamente para ficar levemente dourada (cerca de 7 minutos). Levar para a geladeira e sevir gelado.

Folia de reis!!! Prometo ser a última das próximas semanas….

Galette des Rois 2, Torta de reis, Bolo de Reis

FELIZ ANO NOVO!!!!! Espero que tenham tido celebrações maravilhosas, cercada de amigos, boa conversa, boa bebida e, é claro, comidinnhas sensacionais! Vocês fizeram a lentilha da Patrícia? Eu fiz. Sucesso total!

Bem, sei que é a primeira promessa que não cumpro (desta vez bati o recorde – 6 dias foi o que durou…), mas foi por uma ótima causa. Hoje, dia de Reis, acabo de receber a visita especial de 2 amigos que amo e de sua filha amada. Fala que não merecem uma super recepção?

Por isso, resolvi fazer um bolo de reis. Mas a primeira dúvida surgiu: faço a versão luso-brasileira ou a versão francesa. As duas deliciosas, mas completamente diferentes. Na verdade um bolo e o outro uma torta.

Resolvi fugir um pouco das frutas secas e partir para a versão francesa: Galette des Rois.

A brincadeira nas duas é bem parecida. Basta esconder uma fava ou qualquer outro item que possa ser descoberto (sem nenhum acidente, please) no meio da torta. E quem comer o pedaço premiado será o rei do dia.

Só que, siceramente, esta torta vale a pena ser feita em qualquer dia do ano! E é super fácil!

 

Gallette des Rois (Torta de Reis)
Print
Ingredients
  1. - 3 discos de 25 cm de massa folhada (como estava na correria, usei massa pronta)
  2. - 200g de manteiga
  3. - 200g de açúcar
  4. - 200g de farinha de amêndoas
  5. - 4 ovos
Instructions
  1. Em uma batedeira, bater a manteiga até ficar em forma de pasta. Com a batedeira ligada, acrescentar aos poucos o açúcar, farinha e ovos. Levar à geladeira enquanto corta os discos de massa.
  2. Em uma forma de 25 cm, untada, colocar a primeira massa, a metade do recheio, com cuidado para não espalhá-lo até a borda (deixar 1 cm). Seguir com novo disco de massa, mais recheio e último disco. Fechar as bordas como um pastel (grudando-as com um pouco de água com maizena ou manteiga ou mesmo água) e fazer pequenhas ranhuras com o lado sem corte de uma faca sobre o disco, para enfeitar. Use a criatividade: flores, estrela, arabescos. Mas cuidado para não furar!
  3. Levar ao forno pré-aquecido à 180 graus por cerca de 35 minutos ou até dourar.
  4. Deixar esfriar e se acabar nesta folia de Reis!
Notes
  1. PS: Faça uma coroa e coloque sobre a torta para a brincadeira ser completa. O Rei tem que usá-la é claro... A minha ficou bem feia e por isso não deu o ar da graça aqui.
  2. PS2: Nem preciso dizer que fiz a simpatia da romã...
Memórias Gastronômicas http://memoriasgastronomicas.com.br/

Um MUITO OBRIGADA em forma de uma torta mousse de chocolate.

Nossa! Quanto tempo…trufa gigante Pessoas queridas, descupem-me pelo sumiço… mas a correria está tanta que achei que ia consegui postar alguma ideia de Natal só no ano que vem! Todo final de ano é corrido pra todo mundo, né? E sempre temos uma explicação. A minha deste ano é boa! MUITO BOA MESMO!!!!

É que a Dorothy está bombando! Realmente não esperava por isso. Fui começando tão devagarzinho… mas várias oportunidades foram aparecendo,  atropelando o plano inicial, vários amigos ajudando… na verdade, muuuuiiiitos amigos ajudando mesmo… e, voilà: agenda cheia de pedidos! Ueba!!!

Este foi o meu presente de Papai Noel antecipado: muito trabalho!!!!

Então, mais do que nunca, agradeço por tudo que aconteceu, pelo carinho de todos vcs que nos acompanham aqui no “Memórias”,  pelo apoio que tive em todos os momentos… por cada pedacinho deste ano, fácil ou difícil.

Obrigada por me ajudarem a ser uma pessoa melhor do que era antes. Obrigada do fundo do coração!

Para reforçar esta gratidão, nada melhor que dividir com você uma doce receita, que por sua vez, você pode fazer e dividir com pessoas amigas para celebrar e agradecer por este ano.

Receita de Dôme aux Griottes (lá em casa, chamamos de Trufa gigante… mais popular….  rsrsrsrs) – é uma sobremesa de chocolate especial. É cheia de detalhes, mas não é difícil. Ótima para o Natal!

Ingredientes:

Para o Pão de Ló

– 4 ovos

– 1 gema

– 120g de açúcar de confeiteiro

– 100g de farinha de trigo

– 20g de cacau em pó

 

Para o Mousse

– 400g de chocolate amargo

– 500ml de creme de leite fresco

– 2 ovos

– 5 gemas

– 130g açúcar cristal

– 75ml de água (5 colheres de sopa)

 

Para Guarnição

– 200g de cereja ao maraschino (drenar, mas reservar a calda para embebedar o pão de ló)

– cacau em pó

– açúcar de confeiteiro

Modo de Preparo:

Pão de ló

Bater as gemas com metade do açúcar até esbranquiçar. Bater as claras em neve, online casino acrescentar o açúcar restante e bater mais um pouco. Aos poucos, adicionar as gemas já batidas sobre as claras e incorporá-las com movimentos leves, de baixo para cima. Misturando da mesma forma, acrescentar aos poucos a farinha peneirada com o cacau até formar um creme homogêneo.

Colocar em um saco de confeiteiro (ou em algum saco firme com um furo de 1 cm de diametro embaixo – aqueles ziplock funcionam bem para substituir…), com bico redondo. Em uma forma, untada e enfarinhada (ou com papel manteiga), fazer 3 discos (um pequeno, outro médio e um grande). Polvilhar com um pouco de açúcar de confeiteiro e levar para assar em forno pré-aquecido a 180 graus.

pão de ló em discos

Mousse

Derreter o chocolate em microondas em potência média. Reservar. Levar a água com açúcar para ferver por 3 minutos para fazer uma calda. Reservar. Bater bem os ovos e as gemas. Depois que dobrar de volume, virar a calda, aos poucos, bater mais até esfriar e dobrar novamente de volume.

Bater o creme de leite para virar chantily. Acrescentar parte sobre o chocolate. Misturar. Acrescentar o restante e misturar. Depois, incorporar as gemas batidas com a calda, sem mexer muito para não tombar (desandar) o chantily.

Montagem:

Utilizar um bolw grande ou uma forma redonda, forrada com papel filme. Colocar 1/4 do mousse. Sobre ele, colocar o disco menor. Regá-lo com um pouco do licor. Salpicar um pouco de cereja picada. Repetir o processo até terminar os ingredientes, terminando com um pouco de mousse.

Fechar com o papel filme. Levar aocongelador por pelo menos 1 hora.

Na hora de servir, desenformar e salpicar o cacau pó. Enfeitar com as cerejas. Se estiver animada, faça folhas de chocolate para enfeitar tb. Basta escolher folhas bonitas. Lavá-las e secá-las bem. Passar uma camada de chocolate já derretido e temperado e levar à geladeira. soltá-lo das folhas e enfeitar…

Feliz Natal!!!!torta mousse

Torta de Nozes Pecan para o Natal

Afff! Sempre dizemos que o blog é o nosso filho. Mas acho que não. Eu não abandonaria o meu assim, desse jeito! Mas a correria é tamanha… Mudança, desayunos, amigos secretos (alguns não tão secretos assim!), festas na escola, Posadas… Quem dá conta do recado??? Eu sei que anda todo mundo me cobrando, inclusive mandando receitas… Porfis, ahorita sale!

Mas hoje, eu, que já havia fechado as portas da minha cozinha pra “encomendas”, tive a visita da Jojo Wanderley para dividir as honras de cozinheira comigo!!! Foi uma tarde deliciosa, voltei a ser adolescente, “tipo assim”! E fizemos – mais ela do que eu! – uma torta de nozes pecan maravilhosa! Até o Pedroca ajudou. Com as suas técnicas de mestre-cuquinha e muito bossy o pequeno até cantou uma trilha sonora para nosso encontro! No final gravamos um “acústico” que deixo aqui de canja para vocês!!!!!

E depois de muito papo bom, risadas e muito carinho a torta de pecan, ou Pecan Pie, de acordo com a Jojo ficou maravilhosa e cheia de memória. E parece que eu até despertei um certo interesse culinário na menina!!! Ojalá!

 

Torta de Nozes Pecan (Serve 16 adolescentes dependendo da larica!)

Massa:

400 gr de farinha de trigo

200 gr de manteiga gelada cortada em cubinhos

2 ovos

20 gr de açucar de confeiteiro

1 pitada de sal

Recheio:

5 ovos

280 gr de açucar mascavo

150 gr de maple syrup (eu usei um mel de flor de laranja que eu comprei no Eataly e estava louca para usar!!!!)

1 colher de sopa de baunilha

2 colheres de sopa de Bourbon (poderia ter usado mais, mas como são todos menores de idade…)

400 gr de nozes pecan picadas finamente – reservar algumas para decoração

 

Comece preparando a massa. Todas as instruções estão aqui. Esta é a massa super versátil. Rendeu uma forma de 30cm e 2 mini. 

Aqueça o forno a 180 graus. Em uma tigela grande mescle os ovos até obter uma mistura homogênea. Acrescente os demais ingredientes, um de cada vez, mesclando bem depois de cada adição. Deixe o recheio descansar por 15 minutos. Mescle o recheio novamente e despeje sobre a massa de torta já descansada e gelada*. Leve para assar por 40 minutos, aproximadamente, ou até que o recheio esteja firme.

Coloque sobre uma gradinha para esfriar. Você pode serví-la morna ou fria. Com sorvete ou creme batido, ou só!

*Para a decoração eu não coloquei as nozes pecan antes de ir ao forno. Deixei a torta esfriar completamente e decorei com florzinhas de doce-de-leite e em cima de cada uma uma nóz!

 

 

 

E, aqui, conforme prometido, a trilha sonora a capela!

 

Torta de cerejas

Este não é um post propriamente dito se considerarmos que eu só queria dizer prá vocês que eu fiz uma torta de cerejas de ajoelhar e agradecer a Deus por todas as cerejas deste planeta!!

E o melhor de tudo é que é a mesma receita desta DELICIOSA Torta de Maçã e eu só coloquei cerejas frescas, sem caroço e cortadas pela metade, no lugas das maçãs! Muito fácil!

Mas agora eu juro que estou na maior dúvida para decidir qual das duas é a melhor…

Voçê não quer fazê-las e me dizer?? ;o)

P.S. vou presentear uma amiga com esta torta. Por isso, até amanhã não posso postar foto do recheio. Mas eu prometo que assim que cortá-la tiro uma foto tão linda quanto deliciosa e atualizo aqui!

 

 

 

Mad Men = Happy Woman

Novamente estou viciada! E desta vez não é por comida, mas sim por um seriado de TV! Nada de cozinha! Faz muito tempo que não me empolgava tanto com um seriado. De ficar grudada na TV e assistir a 3, 4 episódios de uma só vez…

Pois é. MAD MEN me segura no sofá mais que a Nigella! Adoro a trama e o roteiro é muito bom. A cada episódio um novo segredo. Ui… E de tão viciada nos episódios fui ver os extras, coisa que nunca me empolga muito. Mas este foi especial! No segundo ano da série um dos extras é sobre Lutéce, o grandioso restaurante novaiorquino que operou por mais de 40 anos nas mãos do chef  André Solter.

Durante o segundo ano da série restaurante aparece em vários capítulos sonde os personagens comemoram, bebem, se divertem e aprontam pocas e boas. Mas o clímax deste extra, que além de falar sobre os bons tempos do Lutece e de como seu grande chef recebeu todos seus prêmios e méritos, é quando André Solter prepara sua famosa Tarte aux Pommes a l’Alsacienne. Esta torta de maçã é um manjar dos Deuses. Não tem nada (exceto as maçãs!!)  das apple pies que conhecemos com canela e outras especiarias e que não deixam de ser maravilhosas, também. Veja uma aqui.

Mas esta é deliciosamente cremosa, com pouco açucar, bem francesa! Oh là là!

Confesso que depois de ver este capítulo de Mad Men me tornei uma mulher muito mais feliz!

Em tempo: MAD MEN nada tem de triste. MAD é a abreviatura de Madison, Madison Avenue onde começaram os grandes executivos de advertisements de NYC na década de 60! Não conto nada mais. Alugue a série e se vicie como eu!

Tarte aux Pommes a l’Alsacienne – Lutece, Nova Iorque

200 gr de ferinha de trigo

100 gr de manteiga gelada cortada em cubos

10 gr de açucar (eu prefiro usar o açucar de confeiteiro que mistura bem na massa)

5 gr de sal

1 ovo

farinha de amêndoas, o quanto baste

4 maçãs Golden delicious

80 gr de açucar

1 ovo grande ou 2 pequenos

3 ml de essencia de baunilha

120 ml de creme de leite fresco

Comece pela massa. Esta massa é uma massa base para várias tortas, doces ou salgadas (neste caso omitindo o açucar) e vamos encontrá-la com algumas variações, mas é a tal da Pâte Brisée. Vocês podem notar que é muito similar a que fez base para nossa quiche. O que eu mais gosto desta receita é que a fórmula é inesquecível; 200 – 100 – 50, ou seja farinha, manteiga, ovo!

Mescle todos os ingredientes em uma tigela para formar uma massa homogênea. A princípio parecerá com areia de praia, mas conforme se trabalha esta massa a manteiga comeca a derreter e os ingredientes se integram. Por isso, atenção, não trabalhe demais a massa. Também pode ser feita no processador de alimentos. Enrole en plástico film e deixe descansar na geladeira por 30 minutos.

Pré aqueça o forno a 180 graus. Descasque e retire o caroço das maçãs. Corte-as em fatias de 0,5cm.

Abra a massa que já descansou em uma espessura de aproximadamente 3mm e forre uma forma de fundo removível. Retorne a geladeira por 30 minutos (ou uns 10 no freezer). Polvilhe a massa com farinha de amêndoas. Este processo é para não encharcar a massa com o sumo que desprender das maçãs ao assar. Coloque as fatias de maçãs formando um círculo concêntrico. Asse por 15 a 20 minutos, até que as maçãs estejam suaves.

Prepare a cobertura. Em uma tigela bata os ovos e o açucar até formar um creme liso, homogêneo e amarelo pálido. Junte a baunilha e o creme de leite. Misture bem. Despeje este flan sobre as maçãs e volte ao forno por mais 30 minutos ou até que o creme esteja firme e dourado.  Deixe esfriar no forno com a porta entre aberta.

Esta torta despensa qualquer acompanhamento pois esta cobertura final é simplesmente o toque final!

Confesso que a torta estava muito melhor no dia seguinte. Não que eu tenha esperado para comê-la. Mas é que eu assei 2!!!!!

Deus salve as Quiches!!!

Quiche

QuicheEstou recebendo visitas de longe ao longo desta semana e acabei tendo que bolar um cardápio prático e gostoso para a turma. Não queria passar o dia na cozinha, optei por pratos fáceis de fazer ou que pudessem ter o preparo antecipado.  E na hora de fechar a lista, não pude resistir, tive que incluir uma quiche! Simples, rápida e muuuuito gostosa!

Na verdade, fiz mini quiches que ficaram bem bonitinhas e dava para comer em uma bocada só!

Fiz duas opções de recheio: uma de alho poró e outra, lorraine, mas as possibilidades são infinitas e vc sempre pode inventar o seu sabor!

Confira e receita abaixo:

Receita de Quiche

Massa (utilizei uma receita tradicional de massa brisée, que pode ser utilizada em outras tortas salgadas e doces)

– 2 xíc. de farinha

– 2 gemas

– 1 pitada de sal (se vc for fazer uma massa para torta doce, acrescente 1col. de sobremesa rasa de açúcar)

– 3 col. (sopa) cheias de manteiga

Recheio base

– 300g de queijo meia cura (o da sua preferência – eu utilizo o queijo minas padrão)

– 100g de queijo gruyere

– 100g de queijo parmesão

– 500ml de creme de leite fresco (pode-se utilizar o de caixinha, mas eu prefiro o resultado com o fresco)

– 100g de requeijão cremoso

– 200ml de leite

– 4 ovos

– nóz moscada (eu ponho muita!!!), pimenta do reino branca e sal a gosto (importante colocar o sal somente depois de bater esta mistura, pois o queijo já é bem temperado, muitas vezes, nem precisa colocar mais sal)

Recheio alho poró: 3 alhos porós picados finamente em rodelas

Recheio Lorraine: 200g de bacon picado em cubos bem pequenos e fritos em frigideira no fogo baixo até ficarem bem dourados. Deixar escorrer e secar. / 1 cebola picada em cubos bem pequenos.

Modo de preparo:

Massa: Misturar todos os ingredientes com as pontas dos dedos até a massa ficar homogênea. Deixar descansar por 25 minutos. Depois abrir a massa em uma forma redonda de 23 a 25cm. Fazer uns furinhos com o garfo para ela não subir (ou colocar grãos sobre ela) e pré-assá-la em forno pré-aquecido a 200 graus por 10 minutos ou até ficar levemente esbranquiçada.

Recheio base: Bater no liquidificador todos os ingredientes, exceto os temperos (sal, noz moscada e pimenta do reino branca) que vc acrescentará depois de colocar o complemento do sabor (alho poró, lorraine etc).

Após obter um creme uniforme, misturá-lo com uma espátula, incorporando o alho poró ou a cebola e bacon, ou o ingrediente do sabor que você quiser fazer.

Virar esta mistura na massa pré-assada e levá-la ao forno pré-aquecido a 200 graus por 30 minutos ou até começar a ficar dourada por cima.

Está pronta!

Dica 1: Sirva com uma salada de folhas e com umas fatias de salmão defumado ou roast beef.

Dica 2: Se vc quiser congelar esta quiche, retire do forno um pouco antes de dourar e quando for servir, termine o processo.

Foto da versão tamanho família com um salmão maravilhoso! Post esta receita depois…

Quiche de alho poró

Torta de “Resto”

Acreditem se quiser. Eu tenho uma amiga que não tem uma receita sequer da famosa torta salgada de liquidificador!

Passamos o final de semana juntas e em dado momento, CV(os nomes foram preservados para guardar a privacidade da protagonista!!!!) me diz “Ai, queria tanto fazer aquela torta salgada de liquidificador mas não tenho nenhuma receita…”. Pensei ser impossível ninguém ter a receita da tradicional torta de sardinhas da avó, ou da torta de queijo da sogra, ou da Torta de Resto da D. Edna!

Sábado a tarde na casa onde me criei. Dia de limpeza geral, principalmente na cozinha. A geladeira se esvaziava para encher uma assadeira com as sobras de comidas que se acumularam durante a semana. E nada ia para o lixo. Ou quase nada. Na mão de minha mãe tudo se transformaria na sua deliciosa “Torta de Resto”, assim apelidada pelo meu primeiro namoradinho que não deixava de ir um só sábado a minha casa. Não para me ver, mas para saborear a especialidade da sogra!

Como recheio, foram os mais variados sabores. Como já disse era tudo o que estivesse dando sopa na geladeira: queijos, presunto, verduras e legumes. Quando a feira não era suficiente, umas boas latas de atum ou sardinha se juntavam a mistureba para compor a tal torta! E não sobrava um pedaço prá levar prá casa!

Resolvi, então, homenagear minha mãe e satisfazer a vontade de uma amiga querida passando a “receita de família”. Uma pena que não sobrou um só pedaço para ela provar!

Torta de Resto da D. Edna

3 ovos

1/2 xícara de óleo

1 1/2 xícaras de leite

3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

13 colheres de farinha de trigo (será este o segredo!?!)

1 colher de sopa de fermento em pó

Para o recheio usar suas sobras ou a criatividade! Nesta da foto usei sardinhas em conserva, queijo e cebolas caramelizadas. Só tome cuidado com recheios que contenham muito líquido (marinadas, etc) pois sua massa pode ficar empapada.

Pré aquecer o forno a 180 graus.

No liquidificador, bater os ovos com o óleo, o leite e o queijo. Acrescentar a farinha colocando as colheradas 1 a 1. Misturar o fermento, sem bater.

Em uma assadeira untada com manteiga e farinha de rosca colocar metade da massa, o recheio e por cima o restante da massa. Polvilhar com farinha de rosca. Assar por 40 minutos ou até que sua torta esteja levemente dourada.

Em tempo: se não utilizar ingredientes muito salgados para seu recheio (queijo, sardinha, etc) acrescente 1 colher de chá de sal na massa.