Très français!

0-1Este fim de semana foi bem “francês” por aqui!!! O clima mudou e saímos para caminhar pela rua, munidos de chapéu e sacolinha retornável! Paradinhas em cafés e boulangeries do bairro, comprar vinhos e ervas frescas!… Fala se isso não é très français?!?

Com todo este clima fiquei inspirada a fazer umas receitas deliciosas para completar esta viagem sem ter que usar meu passaporte! Como diz meu filho “é só usar a imaginação!” E ele tem toda a razão!…

Uma das receitas que fiz neste fim de semana e que fazia muito tempo que eu não repetia eu já postei aqui. E vou confessar que eu nem me lembrava o quão fácil ela é! Demora, é verdade, mas fazer uma massa de pão sem ter que sová-la? Sem ao menos sujar as mãos de farinha? Agora entendo perfeitamente o porquê do nome “Miracle Boule”!!! Parece, mesmo, um milagre ver aquela massa grudenta e cheia de bolhas virar um pão macio, com casca crocante e delicioso!

 

Mas a receita que eu quero passar para vocês é tão milagrosa quanto! Outra revelação da cozinha francesa. Eu sempre achei que fazer uma terrine era muito trabalhoso e requeria um tanto quanto de habilidades francesas e experiências nessa área. Que nada! Sabe aquela terrine bem camponesa, cheia de carne, ervas e sabor que quando vemos nos filmes, no interior da Provence, ficamos babando? Pois agora a Provence vem até a tua sala. Ou melhor ainda, até debaixo da árvore mais próxima para integrar todo o clima de campagne française! 

 

Terrine de Campagne 0-2

2 colheres de sopa de manteiga
1 cebola pequena picada finamente
2 dentes de alho picados finamente
60 ml de cognac
500 gr de carne de porco (preferência pernil) moída
250 gr de carne de vitela moída
250 gr de fígado de boi picadinho (não se intimide! Você é muito mais forte que o fígado. E ele ficará imperceptível no resultado final! Vai apenas dar liga e um sabor francês irresistível! Mas se ainda assim você não se convencer pode substituir por paté de fígado. Aquele que vem em latinha… 🙁 )
80 gr de farinha de pão
1 colher de sopa de salsinha picada
1/2 colher de sopa de tominho fresco
1/2 colher de sopa de ciboulette
1 colher de chá de quatre-epices (pimenta do reino, cravo em pó, noz moscada em pó e gengibre em pó)
3 ovos ligeiramente batidos
Sal, o quanto baste (eu usei 1 colher de chá e achei pouco, mas depois polvilhei as fatias de terrine com flor de sal. Fantástico!!)

Aqueça o forno a 180 graus.

 

Em uma frigideira, derreta a manteiga e refogue a cebola até que fiquem translúcidas, mas sem fritar. Acrescente o alho e cozinhe por mais 1 minutos. Coloque o cognac e deixe flambar, com cuidado. Retire do fogo e deixe amornar.

 

Em uma tigela grande misture o porco, a vitela e o fígado. Acrescente a mistura de cebola e alho, a farinha de pão, ervas e os temperos. Por último coloque os ovos. Misture bem como se estivesse fazendo almôndegas! tempere com o sal e misture mais uma vez.

 

Use uma forma de terrine. Eu não tenho uma, então usei uma travessa de porcelana retangular. Mas já sei qual será minha próxima aquisição!!! Ou ainda uma forma de bolo inglês. Unte a forma com manteiga ou banha, se tiver. Coloque uma folha de louro ou um ramo de tomilho no fundo para decorar. Cuidadosamente coloque toda a carne na forma fazendo uma leve pressão para que fique uma massa compacta e uniforme. Corte um pedaço de papel manteiga exatamente do tamanho da terrine e coloque sobre ela. Cubra a forma com papel alumínio e leve para assar em banho maria por 1hora e meia.

 

Retire do forno e deixe esfriar completamente. Coloque um peso sobre a terrine (umas latas de molho de tomate, por exemplo) e leve a geladeira por 12 horas.

 

Após este período sua deliciosa terrine estará pronta para desenformar. Passe uma faca ou espátula nas laterais da forma e vire-a sobre um prato de serviço. Use uma faca bem afiada para cortar finas fatias deste luxo francês! Polvilhe com flor de sal e sirva!0-4